Conheça as dez melhores e mais belas lagoas de Natal e região

O litoral potiguar é pontilhado por lagoas paradisíacas e perfeitas para o relaxamento, prática de esportes ou só admirar o fim de tarde.

Conta pra gente, que tipo de turista você é? Gosta mais de aventura e esportes radicais? Aquela viagem tranquila para curtir a dois? Ou prefere conforto e satisfação em família? Pois, o litoral potiguar tem para todo mundo! Com praias de tirar o fôlego, o Rio Grande do Norte tem pedaços de paraíso espalhados por 410 km de costa. Mas, o mesmo se repete nas dez melhores e mais belas lagoas de Natal e região. Quer conhecer?

Conhecido como “Esquina do Continente”, o Rio Grande do Norte tem lugares dos sonhos para visitar. Pipa, São Miguel do Gostoso e Baía Formosa são apenas alguns dos nomes que, infalivelmente, estão na lista de visitas de quem organiza um roteiro para lá. No entanto, o clima de praia também está presente nas várias lagoas de água doce próximas a Natal, muitas delas famosas nos passeios turísticos. 

Estas lagoas de águas cristalinas atraem todo tipo de público, desde famílias até adeptos aos esportes aquáticos. O município de Nísia Floresta, a 30 km de Natal, se destaca por concentrar boa parte das lagoas no litoral sul. Mas, não se engane! Elas estão presentes em boa parte do litoral potiguar! A Lagoa de Genipabu, sem dúvida, está entre as mais conhecidas com suas dunas e águas azuis. 

Localizada no Parque das Dunas de Natal, a lagoa é acessível pelos vários passeios de buggy ou quadriciclo vendidos em Natal. Como já falamos bastante dela por aqui, vamos mostrar outros destinos tão lindos quanto! Conheça, a seguir, as dez melhores e mais belas lagoas de Natal e região

Lagoas de Natal e região

1 Lagoa de Alcaçuz

Lagoa de Alcaçuz
Lagoa de Alcaçuz

A Lagoa de Alcaçuz está localizada na região de Nísia Floresta, a 45 km de Natal e é daqueles lugares que recebem bem qualquer tipo de turista. Conhecida como um dos melhores destinos de aventura no litoral potiguar, oferece passeios de quadriciclo pelas dunas e uma trilha incrível com, nada menos, que 19 km de extensão. O caminho pode ser percorrido por iniciantes ou mais experientes, no trajeto com mais subidas. 

Mas, se sua ideia é apenas relaxar e admirar as belezas naturais, fique “de molho” em uma das várias redes montadas na parte rasa da lagoa. Elas estão penduradas em troncos de madeiras fixados na areia que, também, proporcionam belas fotos para lembrança.

2 Lagoa da Juventude

Lagoa da Juventude
Lagoa da Juventude

Também localizada na região de Nísia Floresta, bem pertinho da Lagoa de Alcaçuz, está a famosa Lagoa da Juventude. Seu nome vem da lenda de que, quando se banha em suas águas, sai mais jovem! Se existe magia em suas águas, ainda não está comprovado, mas o fato é o tom cristalino associado às paisagens desenhadas são perfeitas para mergulho e os tradicionais passeios de quadriciclo.

3 Lagoa de Arituba

Lagoa de Arituba
Lagoa de Arituba

Sim, a Lagoa de Arituba também fica em Nísia Floresta (não dissemos que a região abriga várias delas?). Mas, um de seus diferenciais é o fácil acesso e a excelente infraestrutura turística. Lá, o visitante conta com estacionamento, bares, cadeiras, guarda-sóis e espreguiçadeiras, tornando o destino ideal para famílias com crianças. Além disso, a areia é fofa e acompanha uma extensa faixa de águas rasas e cristalinas. 

Não é só por isso que a Lagoa de Arituba é uma das mais visitadas da região! A atração ainda oferece caiaques, pedalinhos e o divertidíssimo aerobunda! A brincadeira é saltar de tirolesa de uma torre de 10 metros e deslizar de uma margem a outra. No percurso, o turista pode escolher o local exato para se jogar na água. Isso sem falar nos petiscos deliciosos preparados nos quiosques à beira da lagoa.

4 Lagoa da Coca-Cola

Lagoa da Coca-Cola
Lagoa da Coca-Cola

Você já ouviu falar na Lagoa de Araraquara? Não? E, na Lagoa da Coca-Cola? Ficou mais fácil, né? O nome dessa lagoa na Baía Formosa, a pouco menos de 100 quilômetros de Natal, vem das águas escuras derivadas da presença de iodo e ferro no solo, além das raízes de árvores da região. Além de linda, diz-se que suas águas são capazes de curar e rejuvenescer o banhista, sendo então uma fonte de maravilhas.   

E, quando falamos em árvores, não é qualquer coisa, não! Baía Formosa é responsável pela maior reserva de Mata Atlântica do estado, acrescentando a Lagoa da Coca Cola como uma de suas muitas atrações naturais. Quer mais? A lagoa fica dentro da reserva de Mata Estrela, berço da beleza e diversidade proporcionadas pela fauna e flora do parque. E, como chegar à Lagoa da Coca Cola

Assim como suas vizinhas, dá pra chegar por buggy, a cavalo, bicicleta ou a pé. Mas, para isso, é necessário sair da capital e seguir pela BR-101, passando por Canguaretama. Lá, basta virar à esquerda na RN-062 e percorrer mais 17km até chegar à entrada da reserva. Depois, é só seguir a trilha para tomar um banho de revigorar a pele e a alma!  

5 Lagoa do Carcará

Lagoa do Carcará
Lagoa do Carcará

Os deuses foram generosos e deixaram que os reles mortais, como nós, tivéssemos pedaços de paraíso espalhados pela Terra. Sem dúvida, a Lagoa do Carcará é um deles por merecimento! Situada a 40km de Natal, em Nísia Floresta, tem algumas das paisagens mais magníficas que podem ser encontradas no litoral potiguar! Seu nome vem da ave de rapina comum na região.

Por muito tempo, foi considerado um paraíso frequentado por poucos. Mas, por que, se é tão lindo? Pela aventura que é chegar até lá! O percurso é majoritariamente em estradas de terra, sem calçamento, exigindo que o turista o faça em veículos com tração nas quatro rodas. Mas, há quem se arrisque a seguir a pé mesmo! E, tenha certeza, qualquer esforço vale a pena, seja qual for seu estilo de viagem! 

Quem quer só descansar, encontra piscinas naturais, água morna e cristalina, areias branquinhas, além de pedalinhos para locação. Se o espírito é de aventura, a lagoa é perfeita para a prática de windsurf e caiaque. Compensando ainda mais o esforço, o turista pode se esbaldar nos restaurantes com deliciosas comidas regionais. Outro motivo para que a lagoa seja menos frequentada que as vizinhas é o desconhecimento.    

A Lagoa do Carcará é banhada por águas que integram o sistema Lacustre Bonfim, também composto pelas lagoas Boa Água, Arituba, Alcaçuz, Ferreira Grande, Redonda e Urubu. Elas formam um bloco triangular limitado pelo rio Pium ao norte, rio Trairi ao sul e o Oceano Atlântico a leste. É o Roteiro das Águas, ainda pouco divulgado, mas que, aos poucos, vem ganhando espaço no roteiro turístico da região. 

Por isso, a lagoa recebe, cada dia mais, grande quantidade de pessoas. A recomendação, então, é evitar o passeio nos finais de semana.

6 Lagoa de Jacumã

Lagoa de Jacumã
Lagoa de Jacumã

A Lagoa de Jacumã fica no município de Ceará-Mirim, a 35 km da capital Natal, e é perfeita por quem procura aventura. O passeio fica no roteiro dos bugueiros e é famosa pelo skibunda, brincadeira que consiste em descer as dunas em lona ou prancha até chegar ao rio. Outras duas atrações são o aerobunda e o kamikaze, prancha de bodyboard que também desliza por uma lona molhada de água até a lagoa.   

Também por lá, temos passeios de buggy, flyboard, stand up e, claro, barraquinhas de praia e águas calmas para banho.

Você pode conhecer tudo sobre a Lagoa de Jacumã visitando: Lagoa de Jacumã – o que você precisa saber sobre o paraíso potiguar

7 Lagoa de Pitangui

Lagoa de Pitangui
Lagoa de Pitangui

A Lagoa de Pitangui fica em Extremoz, a 30km de Natal, no litoral norte potiguar. O belo cenário é perfeito para famílias com crianças, devido às águas calmas e transparentes, ladeadas por palmeiras e coqueiros. Por lá, são oferecidos passeios de buggy, pedalinho, stand up paddle, caiaque e tirolesa para os mais aventureiros. Falando em buggies e aventura, a Lagoa de Pitangui oferece um combo!  

Trata-se do passeio pela Duna Dourada, que ganha esse nome pela impressão de estar em pleno deserto devido ao brilho do sol. Para repor as energias e provar da culinária típica, aproveite  os restaurantes ou as cabanas dos bares montadas dentro da água.  

Ficou interessado e quer saber mais? Então confira: Lagoa de Pitangui – Onde Fica, Informações, Fotos e Dicas

8 Lagoa de Guaraíras

Lagoa de Guaraíras
Lagoa de Guaraíras

Quem sai de Natal rumo ao litoral de Tibau do Sul tem, como primeira vista, bem perto do porto ou no mirante do pórtico, a Lagoa de Guaraíras. Uma das principais atrações da região, já teve suas mansas águas puramente doces mas, a própria natureza se encarregou de colocá-las abertas para o mar. Banha quatro municípios cuja principal atividade econômica é a pesca artesanal, especialmente, carcinicultura (criação de camarões).

Pesca que, feita em canoas, é até um show à parte para assistir! Apesar de servir de rota para a praia de Malembá e outros destinos, a Lagoa de Guaraíras se serve do turismo por diferentes formas. Além dos passeios de barco, canoa, lancha, banana-boat, bem como a prática da pesca esportiva e, amantes da história também encontram, ali, seu reduto perfeito. E, sabe por que?

A lagoa tem portos e ancoradouros em toda a sua extensão, cada um com suas batalhas, tragédias e processos de reconstrução. Ainda, o viajante pode conhecer a Ilha do Flamengo, onde ainda se encontram ruínas de um forte holandês. A fauna e a flora da região são privilegiadas pela extensa área de mangue que propicia alimento, além de ser berço de diversas espécies. 

E, para quem ainda se atreve a duvidar dos milagres da natureza, um recado! No cair da tarde, o pôr-do-sol da Guaraíras mostra toda sua exuberância! As águas azuladas em vazante e acinzentadas na cheia tornam-se douradas ao refletir a intensidade do sol, banhando este cantinho do Brasil e os olhos de quem assiste.   

9 Lagoa do Bonfim

Lagoa do Bonfim
Lagoa do Bonfim

A Lagoa do Bonfim, também conhecida como Sete Pontas, pode até não ter tanta infraestrutura para o público, mas seu volume de água impressiona! Uma das maiores do estado, chega a acumular mais de 80 milhões de metros cúbicos de água entre maio e julho, o período de chuvas. Com tanta abundância, é ideal para a prática do stand up paddle, caiaque, flyboard e jet ski.  

10 Lagoa da Cotia

Lagoa da Cotia
Lagoa da Cotia

No município de Rio do Fogo, a 65 km de Natal, está a bela e encantadora Lagoa da Cotia, fonte de águas rasas, mornas e esverdeadas. Na orla, estão espalhados bares com petiscos típicos, além de estruturas de lazer. A maior parte da lagoa é de acesso ao público, mas existem algumas propriedades privadas na margem que cobram a entrada. E, como chegar na Lagoa da Cotia?

Primeiro, basta seguir pela BR-101 até chegar à entrada da Praia de Zumbi e, na rotatória, entrar à esquerda. A partir dali, é necessário trafegar pela estrada de barro por aproximadamente 1km. 

11 BÔNUS: Lagoa Grande

BÔNUS: Lagoa Grande
Lagoa Grande

A Lagoa Grande, situada no município de Maxaranguape, a 60 km de Natal, é daqueles lugares que podem ser chamados de paraíso na Terra por sua beleza impressionante. Deslumbrante, a lagoa oferece imersão nas águas mornas e quase minerais, além de trilhas e passeios de buggy. Uma grande parte dela é rasa, sendo boa para crianças tomarem banho.

Para chegar até lá, basta seguir pela BR-101 até o trevo de Pititinga. Em seguida, entrar à esquerda e, na estrada de terra via Ceará-Mirim, trafegar por 2km. Novamente, entrar à esquerda até chegar à Lagoa.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Especial: Viagem com segurança durante a pandemia