Quanto ganha um garçom nos Estados Unidos?

As gorjetas são boa parte integrante no salário do garçom nos Estados Unidos e a porcentagem varia conforme o atendimento prestado.

É fato – quando falamos em imigração, os Estados Unidos seguem entre as primeiras opções dos brasileiros. O número de graduados que validam seus diplomas ou trilham os caminhos do empreendedorismo no país cresce, mas os empregos temporários nos setores de serviços e construção civil acabam sendo a opção da maioria dos estrangeiros, especialmente em restaurantes. Neste sentido, quanto ganha um garçom nos Estados Unidos e como funciona a questão das gorjetas?

Atualmente, estima-se que cerca de 1,3 milhão de brasileiros viva nos Estados Unidos. No entanto, o montante pode ser ainda maior, já que desconsidera os trabalhadores em situação de ilegalidade. O Ministério das Relações Exteriores dá conta de que a maior parte se concentra em Massachusetts, Connecticut, Flórida, New Jersey, Califórnia e Georgia. Os imigrantes brasileiros, se comparados aos de outros países, possui nível educacional superior e, por isso, têm maior facilidade em se integrar ao mercado de trabalho. 

Deste modo, muita gente procura seguir a formação adquirida no Brasil e tenta validar seus diplomas no exterior. Como o processo não é tão simples e, muito menos, barato, há quem invista no empreendedorismo. É comum ver brasileiros montando empresas de recrutamento, assessoria e jardinagem, por exemplo. Porém, os empregos temporários são campeões de procura, como os de garçom. Na profissão, impera o recebimento das gorjetas, cuja porcentagem é variável e de imensa ajuda no aumento da renda.

 

Gorjetas para os garçons

A maior parte dos estabelecimentos norte-americanos não incluem a taxa de serviço no valor da conta. É aí que entram as tips, ou gorjetas. A prática das gorjetas chegou aos Estados Unidos após a Guerra Civil Americana. Americanos ricos visitaram a Inglaterra, gostaram do melhor tratamento em restaurantes devido à oferta de dinheiro e foram implementando o costume no país natal. Nem todo mundo gostou da medida e até movimentos anti-gorjeta surgiram em 1890. 

O discurso dos manifestantes era que a prática contrariava os ideais de luta contra a divisão de classes. As gorjetas, então, causariam dependência financeira da classe servil dos mais ricos. Até hoje, há quem se posicione contra e questione a legitimidade das gorjetas. Alguns estados inclusive proibiram restaurantes e serviços de cobrarem e receberem tip sob o argumento de que o pagamento pelo serviço é feito por hora.  O fato é que as taxas são parte fundamental no salário dos garçons e atendentes que está entre os mais baixos dos EUA. 

De modo geral, as gorjetas não têm um valor fixo e variam conforme a natureza e qualidade do serviço prestado. Em bares e restaurantes, a porcentagem vai de 10% a 20%, considerando o atendimento de normal a muito satisfatório. O valor pode ser pago no cartão, junto com a conta, ou em dinheiro e direto para o profissional. É interessante observar, entretanto, que a preferência é receber o valor em separado, garantindo que o pagamento realmente vá para o trabalhador.


Aproveite e confira como funciona a gorjeta em outras partes do mundo: Como funciona a gorjeta pelo mundo – saiba antes de embarcar!


Quanto ganha o garçom nos Estados Unidos?

Via de regra, assim como os demais trabalhadores, garçons e garçonete recebem por hora. Ainda que a legislação nacional estabeleça o valor de US$ 7,25 por hora, é importante destacar que o salário mínimo não é único para todo o país. Cada estado, como federação independente, aplica sua própria remuneração mínima. Logo, o valor pago ao profissional também muda de acordo com a região onde vive. Em Washington, por exemplo, o salário mínimo é de US$ 12.

Convertido em valores mensais, o salário de um garçom nos Estados Unidos é, em média, de U$ 1.642 a U$ 2.002. O montante pode ser maior, tanto de acordo com o estado quanto o nível do estabelecimento. Diante disso, vê-se que a profissão está entre as mal remuneradas por lá. Para se ter uma ideia, o salário médio no país é de U$ 3.452. Por isso, a gorjeta tem fundamental importância no salário dos garçons nos Estados Unidos.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.