Quanto ganha um garçom na Itália?

Confira detalhes sobre os salários médios mensais pagos aos garçons no país europeu.

- Tempo de leitura: 2 minutos -

Pensar em mudar de país em busca de melhores condições de trabalho exige, antes de tudo, uma pesquisa bem completa. Pontos fortes do mercado, leis trabalhistas do lugar em questão, jornadas de trabalho e também a média salarial.

Para quem pensa em trabalhar na Itália a situação é a mesma. Então, vamos a alguns detalhes sobre o mercado de trabalho italiano, destacando uma profissão, em especial: a de garçom.

Antes falar sobre os vencimentos propriamente ditos, é importante entender que no país, ao contrário do Brasil, não existe um salário mínimo pré-estabelecido na legislação trabalhista, ainda que ela seja famosa pelo seu rigor.

Em resumo, isso quer dizer que não existe nenhuma lei que determine qual o valor mínimo que um empregador deve pagar a seus funcionários.

No entanto, existem acordos e convenções que estabelecem um valor mínimo, uma espécie de piso salarial para cada categoria profissional. O valor do piso varia dependendo de cada região. De modo geral, quanto mais rica, maior é o valor das remunerações.

Também não há regulamentação de direitos como 13º salário, vale-transporte, vale-alimentação e horas extras, sendo os mesmos também combinados no ato de contratação.

Além disso, é importante ressaltar que o valor do salário é calculado por hora. Sendo assim, cada categoria possui um valor/hora pré-estabelecido.

Outros fatores a serem levados em consideração são a qualificação e a experiência do profissional. Ambos estão intimamente ligados aos vencimentos médios. Por fim, o tipo de contrato (tempo determinado, intermitente, aprendiz, etc.) firmado entre empregado e empregador também pode impactar no salário.

Salário de um garçom na Itália

Esclarecidos os detalhes sobre os salários italianos, vamos ao assunto: quanto ganha um garçom na Itália?

De acordo com tabela de valores médios de salários disponível no site Il tuo salario, os vencimentos mensais para trabalhadores pouco qualificados, como é o caso das pessoas que trabalham com atendimento ao público, incluindo garçons, ficam entre 1.100 e 1.500 euros. Contudo, se a qualificação for ainda menor, os valores ficam entre 600 e 900 euros.

HACCP

Se você pretende trabalhar na Itália em funções que lidam com bebidas e alimentos, como as de garçom, cozinheiro, ajudante de cozinha e lavador de pratos, saiba que terá que fazer um curso de formação profissional chamado HACCP.

Por estarem sujeitos a multas do departamento de fiscalização sanitária, praticamente todos os empregadores da área só contratam mediante apresentação do certificado do referido curso. O mesmo é presencial, tem duração de 12 horas e custa entre 100 e 120 euros.


Curso de Garçom – Online e Gratuito!

Você que deseja trabalhar com garçom e quer se capacitar para melhorar suas oportunidades de emprego, temos uma ótima sugestão!

Que tal fazer um curso gratuito de garçom, 100% online, com emissão de certificado, em um site associado à ABED (Associação Brasileira de Educação à Distância)?

➥ Confira as vantagens:

  • Melhorar seu currículo possibilitando mais chances de conseguir um bom emprego.
  • Aumentar a probabilidade de conseguir uma promoção no emprego.
  • Aumentar seus conhecimentos em uma nova profissão.

⇨ MATRICULE-SE ⇦

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->