Quanto ganha um eletricista no Canadá?

Veja o que é exigido de um profissional para exercer a função de eletricista no Canadá e qual é a remuneração esperada para o cargo no país.

0

Profissões técnicas são cada vez mais rentáveis no Canadá, o que ajuda brasileiros sem diplomas de graduação em busca de uma vida melhor no Hemisfério Norte. Outra boa notícia é que não exigências quanto a gênero ou classe social para exercer funções como a de eletricista, o que deixa o mercado canadense ainda mais aberto. Falando nisso, quanto ganha um eletricista no Canadá e quais são as exigências?

Quanto ganha um eletricista no Canadá?

Antes de mais nada, é importante esclarecer que, assim como vários países, o Canadá adota o sistema de remuneração por hora. Os salários também podem variar conforme a habilidade técnica, região e empresa contratante. No caso do eletricista, o volume de trabalho é distribuído entre os setores comercial e institucional, além de trabalhos em indústrias e residências. 

A média geral é de que um eletricista ganhe cerca de C$ 28 (dólares canadenses) por hora, o equivalente entre C$ 42 mil e C$ 72 mil anuais. Mensalmente, isso correspondente a cerca de C$ 4.692, valores impactados pelo nível de experiência. 

E onde procurar emprego caso vá para o Canadá? As melhores cidades para o ramo são Toronto, Calgary, Montreal, Vancouver, Winnipeg, Edmonton, Missiauga e a capital, Ottawa. 

Além da remuneração, os eletricistas no Canadá costumam ter direito a benefícios, como planos de saúde e pensão. Mas, devem buscar cursos de formação e o mais comum é que não tenham planos de carreira. 

O que preciso para ser um eletricista no Canadá?

Além de procurar o domínio (ou razoabilidade) no idioma e sua legalização no país, o brasileiro que deseja se tornar um eletricista no Canadá deve ter nível médio de ensino, sendo dispensável a alfabetização digital. Os empregos podem ser por contrato, exigindo jornadas de tempo integral ou parcial. O mais comum é ser contratado para reparos e manutenção em indústrias e comércio, mas o eletricista também pode trabalhar como autônomo. A jornada normalmente é de 40 horas, de segunda a sexta-feira.  

A fim de ter maior segurança, o imigrante deve buscar seu visto de trabalho, mais fácil quando o trabalhador está indo a convite de uma empresa. O visto é concedido pelo programa Labour Market Impact Assessment e o interessado pode procurar empresas vinculadas pelo Job Bank. É o contratante quem dá entrada no processo burocrático, portanto, ele deve estar disposto a seguir com toda a papelada. 

No país, os meios mais fáceis e seguros para conseguir um emprego são acessar sites de emprego, portar uma carta de apresentação, contar com outros brasileiros, usar o Linkedin e, inclusive, atuar em trabalhos voluntários. Na hora de se candidatar, elabore um bom currículo, usando gráficos, evitando informações desnecessárias e escolhendo um formato de documento adequado ao tipo de emprego desejado. 

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.