Quanto ganha um cozinheiro em Portugal?

Salários e oportunidades no país de fortes tradições culinárias

- Tempo de leitura: 3 minutos -

Portugal é um dos países que mais leva cozinha a sério, tendo, inclusive, receitas únicas e secretas. Como a culinária portuguesa é tão vasta e marcante, muita gente se arrisca a investir na carreira, o que inclui brasileiros. Se essa é a sua ideia, veja quanto ganha um cozinheiro em Portugal

O primeiro passo para conseguir emprego de cozinheiro é entender como funciona a restauração no país. Assim é conhecida a indústria de restaurantes em Portugal, inclusive, um dos setores mais importantes da economia. Afinal, é onde estão boa parte dos empregos, tanto dentro quanto fora da cozinha. 

Em seguida, é necessário obter a documentação, uma vez que a maioria dos estabelecimentos só contrata profissionais legalizados. Daí, vale a pena conferir a questão do mercado de trabalho e quanto ganha um cozinheiro em Portugal. 

Cozinheiro em Portugal – como funciona a hierarquia

Os restaurantes profissionais portugueses respeitam bastante a hierarquia na cozinha, fato que, inclusive, influencia em quanto ganha um cozinheiro em Portugal. A estrutura, então, é a seguinte: 

  • Chef executivo (caso seja uma cadeia de restaurantes);
  • Chef;
  • Subchefe;
  • Cozinheiro de primeira;
  • Cozinheiro de segunda;
  • Cozinheiro de terceira ou assistente.

O trabalho executado na cozinha é dividido entre as funções e, conforme o profissional vai aprendendo, é promovido a outras escalas dentro desta hierarquia. É importante ter em mente que, ao menos que já vá indicado, é um pouco mais difícil entrar em um restaurante direto como chef. 

Deste modo, o profissional precisa ser resiliente e ter a consciência de que poderá começar sua carreira do zero, independente de sua experiência no Brasil. Afinal, é necessário conhecer a culinária portuguesa antes de abrir novos caminhos. Com isso, fica mais fácil entender o salário do cozinheiro em Portugal.  

Tipos de visto para Portugal

Conhecendo como funciona o setor da restauração, é hora de saber a documentação necessária para atuar profissionalmente no país. Os vistos com os quais se pode trabalhar em Portugal são: 

  • Visto de trabalho: para quem tem oferta de emprego;
  • Visto D2: para empreendedores;
  • Visto de estudante: permite trabalhos part time, mediante autorização

Quanto ganha um cozinheiro em Portugal?

O salário médio de um cozinheiro em Portugal varia de 830€ a 904€, enquanto um assistente de cozinha pode ganhar 717€. Considerando que o salário mínimo português, em 2021, é de 665€ mensais, então a remuneração é superior. Entretanto, ela pode variar conforme o local de trabalho e até a área em que atua.   

Um chef particular, por exemplo, trabalha menos e pode ganhar bem mais do que o salário indicado acima. O mesmo vale para chefs que atuam em restaurantes estrelados ou chef executivo (exceto a jornada de trabalho que, normalmente, é alta). Para se ter uma ideia, o site Indeed registra remunerações de até 1500€ para a área. 

As melhores oportunidades de trabalho são geralmente encontradas nas cidades de Fátima, Leiria, Porto, Sintra, Algarve, Cascais e Lisboa. Também há muito sobre a questão de alta temporada, principalmente em hotéis e regiões fortemente turísticas. Entre os meses de junho e setembro, as oportunidades são ainda maiores.   

A cozinha não é sua área, mas pretende se mudar para Portugal? Então, veja quais são os salários esperados em outras funções no país, como motoboy, açougueiro e pintor.


Curso de Culinária Básica – Online e Gratuito!

Você que já trabalha ou quer trabalhar como cozinheiro e deseja se atualizar e capacitar para melhorar suas oportunidades de emprego, temos uma ótima sugestão!

Que tal fazer um curso gratuito de 40 horas, 100% online, com emissão de certificado, em um site associado à ABED (Associação Brasileira de Educação à Distância)?

➥ Confira as vantagens:

  • Melhorar seu currículo possibilitando mais chances de conseguir um bom emprego.
  • Aumentar a probabilidade de conseguir uma promoção no emprego.
  • Completar as horas necessárias nas atividades extracurriculares em faculdades e universidades.
  • Em alguns concursos públicos é necessário possuir um curso específico.
  • Ajudar com a progressão funcional para funcionários públicos.
  • Aumentar seus conhecimentos em uma nova profissão.

⇨ MATRICULE-SE ⇦

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->