10 pontes mais famosas e bonitas de Paris para visitar!

Uma viagem a Paris não é completa sem apreciar suas pontes emblemáticas.

- Tempo de leitura: 8 minutos -

Paris é dividida em duas pelo Sena, resultando na fronteira real entre a Rive Droite (“margem direita” – correspondente à metade norte da cidade) e Rive Gauche (“margem esquerda” – correspondente à metade sul da cidade). No entanto, os parisienses atravessam o rio todos os dias, de uma margem à outra e, também, para as ilhas. Isso é possível graças às 37 pontes que são o verdadeiro coração da cidade. Felizmente, você não precisa caminhar muito pelas margens para encontrar, pelo menos, uma das 10 pontes mais famosas e bonitas de Paris para visitar!

A divisão de Paris em duas partes faz com que as pontes tenham papel fundamental de interligação e transporte. Mas, as pontes de Paris também são, sem dúvida, os melhores pontos de observação do reflexo da Cidade Luz na água. Por isso, elas são tão bonitas quanto funcionais, verdadeiros destinos em si mesmas. Ademais, exceto pelas mais novas, a maioria das pontes sobre o Rio Sena são uma lembrança do passado de Paris.

Como há muito o que ver na Cidade das Luzes da Europa, infelizmente não dá para conhecer as 37 pontes que existem ali. Porém, uma lista com as 10 pontes mais famosas e belas de Paris que valem a sua visita, com certeza, pode te ajudar no seu roteiro! 

Breve histórico das pontes de Paris

Antes de mais nada, é interessante conhecer a relação histórica entre Paris e suas pontes. A tribo Parisii, que habitava a Île de la Cité, construiu as primeiras pontes em Paris, a Petit Pont e a Grand Pont, ainda no ano 52 aC. 

Hoje, existem 37 pontes sobre o Rio Sena, constituindo patrimônio mundial reconhecido pela UNESCO. As mais conhecidas incluem a mais antiga delas, Pont Neuf, cuja construção começou em 1578. Ainda, a Pont Alexandre III, construída para a Exposição Universal de 1900.

Outra ponte importante é a Pont Marie, construída para dar acesso à Île Saint Louis quando começou a ser urbanizada, no século XVII. A Pont de l’Alma é um ímã para turistas, pois foi onde a princesa Diana faleceu no trágico acidente de 1997. 

A Pont des Arts, que conecta o Institut de France ao Palácio do Louvre, tornou-se ponto de encontro para amantes de todo o mundo. Ainda, a mais recente, a Passerelle Simone de Beauvoir, é uma estrutura em forma de lente inaugurada em 2006.

As 10 pontes mais bonitas e famosas de Paris

1 Pont Neuf

Pont Neuf
Pont Neuf

A Pont Neuf foi encomendada pelo rei Henri IV e é a ponte mais antiga de Paris. Construída originalmente em madeira e pedra, foi restaurada no início do século XVII. 

Acessível pela linha 7 do metrô na estação Pont Neuf, liga a rue de Rivoli à rue Dauphine, permitindo o acesso à Île de la Cité e à Place Dauphine. Sentando-se em um dos banquinhos da ponte, a pessoa tem vista magnífica do Louvre ou da Torre Eiffel, principalmente à noite. 

🗺️ Localização da Pont Neuf no Mapa

2 Pont Alexandre III

Pont Alexandre III
Pont Alexandre III

A Pont Alexandre III foi construída entre 1896 e 1900, em homenagem à aliança entre a França e a Rússia. Inaugurada em 1900, teve seu nome para honrar o czar Alexandre III. 

É provavelmente a maior e mais majestosa ponte sobre o Sena, com suas estátuas douradas, colunas e luminárias Art Nouveau. Não à toa, é tida como “a ponte mais bonita do mundo”, resultado do projeto no estilo Beaux-Arts. 

Lembrando que sua inauguração aconteceu a tempo da Feira Mundial, juntamente com os vizinhos Grand Palais e Petit Palais.

A ponte liga os Invalides na margem esquerda ao Grand Palais e Petit Palais, na margem direita. A apenas alguns minutos da Champs Elysées, oferece excelente vista dos principais marcos históricos e da Torre Eiffel

🗺️ Localização da Pont Alexandre III no Mapa 

3 Pont des Arts

Pont des Arts
Pont des Arts

A Pont des Arts, sem dúvida, é a ponte mais romântica de Paris. Unindo a margem direita, perto do Louvre, e a margem esquerda a poucos metros da Pont Neuf, tornou-se o lugar certo para os amantes graças a uma conhecida tradição: os cadeados de Paris.

De acordo com ela, a pessoa precisava trancar um cadeado com o seu nome e da pessoa amada para que o amor durasse para sempre. Mas, o peso dos cadeados acabou trazendo danos à ponte, pondo fim ao costume romântico, já que os itens foram retirados em 2015. 

Porém, vão-se os cadeados e fica a vista que inspira piqueniques ou apenas uma contemplação à tarde. Como os instrumentos foram substituídos por painéis de vidro, a ponte ganhou visual moderno, especialmente quando emoldurado pelo Museu do Louvre à direita e Institut de France à esquerda.

🗺️ Localização da Pont des Arts no Mapa

4 Pont de l’Alma

Pont de l’Alma
Apesar de não ser uma ponte muito bonita, a Pont de l’Alma é famosa pelo trágico acidente da Princesa Diana (Ibex73, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

A Pont de l’Alma foi construída em 1856 pode até não ser a ponte mais bonita ou impressionante de Paris, mas tem uma interessante função. Diz-se que, caso os pés do soldado moldado na ponte sejam submersos pela água, a cidade corre sério risco de ser inundada! 

Infelizmente, a ponte acabou famosa pela trágica morte de Lady Di, vitimada pelo acidente em 1997. Então, foi levantado o monumento da Chama da Liberdade, que se tornou uma espécie de memorial para a princesa.

🗺️ Localização da Pont de l’Alma no Mapa

5 Pont de la Tournelle

Pont de la Tournelle
Pont de la Tournelle

A Pont de la Tournelle precisou ser construída duas vezes, em virtude de intempéries naturais. A primeira ponte foi concluída em 1620 para ligar a margem oriental do Sena à l’île Saint-Louis. Porém, acabou destruída pelo gelo em 1637 e novamente em 1651. 

Em seguida, uma nova estrutura de pedra foi construída em 1654 para ser demolida e finalmente substituída em 1928. Mesmo depois disso, a ponte passou por muitos desastres naturais e inundações, como muitas outras pontes em Paris.

A ponte atual traz um poste alto que flanqueia a ponte, sobre o qual há uma estátua de Santa Geneviève, a padroeira de Paris. Vale lembrar que, segundo a lenda, foram as orações e a determinação de Geneviève, filha de um magistrado, que salvaram Paris de ser pilhada por Átila e os hunos. Ela também convenceu os parisienses a lutar pela cidade. 

A ponte oferece vistas deslumbrantes e incríveis do pôr-do-sol por estar localizada em uma das áreas mais charmosas de Paris. 

🗺️ Localização da Pont de la Tournelle no Mapa

6 Passarelle Simone de Beauvoir

Passarelle Simone de Beauvoir
Passarelle Simone de Beauvoir (por: AHert)

A Passarelle Simone de Beauvoir é a ponte mais nova de Paris, inaugurada em 2006. A homenagem à escritora é moderna, além de dedicada a pedestres e ciclistas. A ponte liga Bercy, na margem direita, ao décimo terceiro distrito ao redor de Tolbiac, na margem esquerda, levando à biblioteca François Mitterrand.

🗺️ Localização da Passarelle Simone de Beauvoir no Mapa

7 Pont Marie

Pont Marie
Pont Marie (Jonathan Nélis / Wikimedia Commons)

O Reis Luís XIII colocou a primeira pedra da pequena Pont Marie, situada no 4º arrondissement, em 1604. Naquela época, cerca de 50 casas rodeavam a ponte, mas todas foram demolidas posteriormente. 

Classificada como monumento histórico em 1887, a Pont Marie conecta o Marais (no Hôtel de Sens, um magnífico edifício do século XV) à Ile Saint-Louis, que abriga vários restaurantes e a Berthillon, a famosa sorveteria artesanal.

🗺️ Localização da Pont Marie no Mapa

8 Petit Pont

Petit Pont
A Petit Pont ao centro, com a Catedral de Notre-Dame à esquerda (Julie Anne Workman, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

A Petit Pont conecta a Île de la Cité à margem esquerda e é uma das duas pontes mais antigas de Paris. As cheias do rio Sena destruíram repetidamente a ponte entre os séculos IX e XVIII, no entanto, foi continuamente reconstruída, mantendo o nome até hoje. 

Aliás, a ponte velha foi fechada para pedestres durante o incêndio de abril de 2019 em Notre Dame. Ainda que tenha sido reaberta, a vista mudou um pouco desde a destruição da catedral. 

🗺️ Localização da Petit Pont no Mapa

9 Pont Mirabeau

Pont Mirabeau
Pont Mirabeau (Ibex73, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

A Pont Mirabeau ficou famosa pelo poema escrito por Guillaume Apollinaire que usou a água que passa por baixo dela como uma metáfora para a passagem do tempo. Possui quatro estátuas que representam a cidade de Paris, mencionando a navegação, comércio e abundância da cidade.

🗺️ Localização da Pont Mirabeau no Mapa

10 Pont de Bir-Hakeim

Pont de Bir-Hakeim
Pont de Bir-Hakeim (Pierre Blaché from Paris, France, CC0, via Wikimedia Commons)

A Pont de Bir-Hakeim foi originalmente chamada de Pont de Passy. Porém, foi  renomeada em 1948, após a Batalha de Bir-Hakeim, entre as forças francesas e alemãs na Segunda Guerra Mundial. 

Hoje, a estrutura conecta os 15º e 16º arrondissements, sendo uma das duas pontes viadutos de Paris. Nela, há um caminho para pedestres e carros, além de uma linha de metrô. 

Tornou-se especialmente popular pelos filmes Último Tango em Paris e A Origem. 

Conectada à Île aux Cygnes pela extremidade leste, é decorada com muitas placas comemorativas e estátuas. Porém, sua maior atração é a incrível vista que oferece da Torre Eiffel. 

🗺️ Localização da Pont de Bir-Hakeim no Mapa


Gostou de saber mais sobre as 10 pontes mais famosas e bonitas de Paris? Veja também quais são os 15 lugares mais românticos de Londreso que fazer de graça na requintada Milão.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.