Como chegar em Búzios (RJ)?

Eternizada pelo charme de Brigitte Bardot, o balneário faz jus a fama de grande estrela da Região dos Lagos a duas horas do Rio de Janeiro.

0

Era uma vez a pacata vila de pescadores que, em um belo dia da década de 50, foi descoberta como parada perfeita para casas de veraneio. Em meados dos anos sessenta, a vila recebeu a ilustre visita da atriz francesa Brigitte Bardot e, finalmente, foi colocada no mapa dos endinheirados. Estamos falando de Búzios, balneário da Região dos Lagos fluminense. E, como chegar na famosa Búzios?

Como chegar em Búzios (RJ): Praia
Búzios (RJ)

Sempre na moda, Búzios esbanja charme com seu casario baixo, as vitrines e estabelecimentos na Rua das Pedras, pousadas boutique e uma noite de dar inveja. Isso sem falar nas belas praias que vão se emendando com as vizinhas Cabo Frio e Arraial do Cabo.  Pertinho da capital fluminense, Búzios é o destino preferido dos cariocas em busca de badalação e belas praias. 

Onde fica Búzios?

Mapa: Onde fica Búzios (RJ)
Mapa: Onde fica Búzios (RJ)

Búzios está localizada na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, a 170 km da capital e 30 km de Cabo Frio. De outras cidades, as distâncias são: 

  • São Paulo: 600 km
  • Belo Horizonte: 585 km
  • Vitória: 430 km
  • Rio de Janeiro: 170 km
  • Niterói: 155 km
  • Arraial do Cabo: 35 km
  • Cabo Frio: 24 km

Como chegar a Búzios?

Búzios não tem aeroporto, então, a rota mais comum é chegar de aéreo até o Rio de Janeiro ou, também, Cabo Frio. No entanto, a última cidade, apesar de mais próxima, tem voos limitados e, consequentemente, mais caros. A partir do aeroporto, o turista pode finalizar o trajeto de carro ou ônibus, como será visto adiante.

Carro

Saindo de carro a partir do Rio de Janeiro, o viajante terá um trajeto médio de 2h10. Tanto no aeroporto de Santos Dumont, mais centralizado, quanto do Galeão, na Ilha do Governador, há várias opções para aluguel de veículos. 

A rota começa após a travessia da Ponte Rio-Niterói, quando o motorista acessa a BR 101 e, depois, a RJ-124, também conhecida como Via Lagos. A última parte é privatizada, portanto, há cobrança de pedágio. A vantagem é a boa sinalização da via, além das lanchonetes e restaurantes bem legais pelo caminho. A única ressalva para quem pega a estrada é que, nos feriados e finais de semana, o trânsito para a região é pesado, o que provoca frequentes congestionamentos.

Ônibus

Se chegou ao Rio de avião e não quer dirigir até Búzios, a boa opção é finalizar o trajeto de ônibus. Saindo dos dois aeroportos, há uma linha popularmente chamada de “frescão” que leva o passageiro até a rodoviária Novo Rio. De lá, saem as rotas pela Auto Viação 1001, cujas passagens podem ser compradas pela internet ou direto no guichê.

Voo até Cabo Frio

O aeroporto de Cabo Frio ainda não se converteu em uma alternativa viável para quem quer chegar a Búzios por meios aéreos. Os voos comerciais ainda são escassos e caros, de modo que a maior parte das chegadas vem por fretamentos. A única companhia aérea que opera o trecho é a Azul, com conexão em Confins (Belo Horizonte). A boa notícia é que, a partir de dezembro de 2019, a Gol também colocará voos entre o dia 26 deste mês e 12 de abril. Do aeroporto, basta pegar táxi ou Uber.

Quando ir para Búzios?

Búzios é linda o ano inteiro, mas o período do ano, bem como a temperatura são mandatórios na hora de organizar sua viagem! A cidade é muito próxima a capital, logo, se torna o destino favorito dos cariocas nos feriados e finais de semana ensolarados. O mesmo acontece nas férias e, nesses períodos, a cidade recebe mais turistas do que pode comportar, o que invariavelmente pode trazer alguns transtornos.

Os mais comuns são falta de água, engarrafamentos, filas, praias disputadas e, claro, preços mais altos. Quanto ao clima, os meses mais quentes são os do verão, quando as temperaturas chegam a 29ºC. Apesar de ser, também, a época mais chuvosa, o índice pluviométrico segue como um dos menores do estado, o que garante pontinhas frequentes de sol.

A baixa temporada vai de abril a novembro, quando as temperaturas, movimento e preços caem. Os meses de abril e maio são os melhores para visita, pois ainda não está tão frio e os estabelecimentos seguem abertos. Isso é importante, pois no inverno, muita coisa pode estar fechada na cidade. Outubro e novembro dão o “start” para o verão e também são bons meses para visita.

Quer uma dica para aproveitar a cidade em sua plenitude? Fique de domingo a quinta, quando o balneário revela todo o seu esplendor. E, se possível, combine sua estadia com Arraial do Cabo, dando mais tempo para desfrutar das mais de 20 praias da península.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.