Salar de Uyuni: dicas valiosas para visitar o maior deserto de sal do mundo

Localizado no sudoeste da Bolívia, o Salar de Uyuni é conhecido pela imensidão branca e pela população de flamingos.

- Tempo de leitura: 9 minutos -

Imagine uma imensidão branca, a perder de vista, pontilhada de graciosas aves cor de rosa e emoldurada pelo céu azul que cega. Isso é o Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo. 

Localizado no sudoeste da Bolívia, mais precisamente entre as cidades de Uyuni e Potosí, tem mais de 10 mil km² de extensão. Se você aprecia um destino de aventureiros, confira dicas valiosas para visitar o Salar de Uyuni

Salar de Uyuni: O maior deserto de sal do mundo - cactos e sal
A imensidão de sal do maior deserto de sal do mundo

Atração turística mais popular da Bolívia e um dos lugares mais planos do planeta, o Salar de Uyuni atrai turistas ávidos pela sensação de entrar em um universo alternativo. A imensa planície de sal foi formada a partir de lagos pré-históricos que evaporaram, passando por um lento processo que resultou no deserto que conhecemos hoje. 

A paisagem é incrível  e o branco do sol é tão forte que, sem a ajuda de óculos escuros, fica impossível enxergar. 

Mesmo que o deserto fique realmente seco na maior parte do ano, sortudos que o visitam no período chuvoso ganham, de presente, um cenário ainda mais bonito. O deserto vira um espelho, refletindo o céu, nuvens e estrelas. 

Reflexo de carros na água no Salar de Uyuni: Período chuvoso
Visitar o Salar de Uyuni no período de chuvas proporciona imagens estonteantes

O fato é que o passeio pelo Salar de Uyuni é muito mais complexo do que simples publicações turísticas sugerem. Por isso, confira dicas valiosas para visitar o Salar de Uyuni e ter uma experiência única!

O que é e onde fica o Salar de Uyuni

O Salar de Uyuni é conhecido como o maior mar de sal do mundo. Assim, é um importante pólo turístico para região, além de fonte de minerais como lítio, magnésio, potássio e sódio.

Porém, muito mais do que uma atração turística, o Salar de Uyuni faz parte da própria cultura boliviana, sendo fonte de lendas e tradições dos povos indígenas nativos da Cordilheira dos Andes. 

O deserto fica a 600km de La Paz, capital da Bolívia, entre as cidades de Potosí e Uyuni, a 3.500 metros de altitude. 

Ao todo, o deserto tem 10.582 quilômetros quadrados e mais de 10 bilhões de toneladas de sal. Não é à toa que o Salar de Uyuni pode ser visto, até mesmo, do espaço! Por isso, auxilia na calibração de satélites de observação da Terra. 

O que fazer no Salar de Uyuni – 10 Dicas!

O que pouca gente sabe é que um passeio pelo Salar de Uyuni é muito mais complexo. A verdade é que a rota compreende um trajeto de, aproximadamente, 500 km entre Uyuni e San Pedro de Atacama, no Chile.

O roteiro tem duração de quatro dias, podendo sair tanto do Chile quanto da Bolívia. Normalmente, o passeio é feito por empresas especializadas em carros tracionados que comportam seis ocupantes.

Além do trajeto tradicional que, por si só, garante paisagens inesquecíveis, vale a pena saber o que fazer próximo às regiões do Salar. 

1 Andar de bicicleta

Andar de bicicleta
É possível alugar bicicletas para passeio no local

Sim, você está em um dos lugares mais planos do planeta, por isso, nada melhor que um tour de bike! Empresas especializadas fornecem equipamentos e a própria bicicleta para o tour que, inclusive, pode ser personalizado. 

O passeio só não é indicado para o período chuvoso, compreendido entre os meses de dezembro e fevereiro. 

2 Meditação na Laguna Colorada

Meditação na Laguna Colorada
Flamingos na Laguna Colorada

A imensidão do Salar de Uyuni convida, por si só, à contemplação! Um de seus spots, a Laguna Colorada, é o berço de três espécies de flamingo, ou seja, o mais puro exemplo de natureza. 

Situada na Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa, já na fronteira com o Chile, a lagoa é famosa por suas águas avermelhadas causadas pelas algas, fonte de alimento para as aves. Além de se impressionar com o cenário, aproveite para meditar!  

3 Vá ao cemitério de trens

Vá ao cemitério de trens
Trem abandonado no cemitério de trens

A primeira linha de trem da Bolívia ficava justamente em Uyuni e foi instituída em 1899 para uso das empresas de mineração. Segundo o então presidente boliviano, a nova forma de transporte público elevaria a economia do país. Porém, os povos indígenas se juntaram para destruí-la. 

Parte dessa história pode ser vista no Cemitério de Trem, um passeio que permite subir às máquinas seculares. 

4 Ruínas de Portugalete

Portugalete era uma cidade mineira de prata e chumbo que acabou invadida pelos espanhóis. As ruínas arqueológicas na forma de cemitérios, minas e santuários de pedra podem ser visitadas através de passeios contratados junto a empresas especializadas. 

5 Escale o Vulcão Tunupa

Escale o Vulcão Tunupa
Vulcão Tunupa (Jessie Reeder [1], CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

Acima do Salar de Uyuni está o imponente Vulcão Tunupa que, para nosso alívio, está adormecido. Chegar ao seu pico é uma escalada que leva de três a quatro horas, isso para alpinistas experientes. Adquira seu pacote com empresas e guias especializados!

O vulcão Tunupa está adormecido, mas há vários vulcões ativos pelo mundo! Confira: 15 vulcões ativos pelo mundo – você tem coragem de visitar?

6 Visite a Caverna das Múmias

Visite a Caverna das Múmias
Múmias na Caverna das Múmias

Depois de escalar o vulcão, caminhe até a Caverna das Múmias, um cemitério ancestral muito bem preservado. O ponto alto do passeio é a mini aula sobre os costumes e cultura das Múmias Coquesas. 

7 Assista a um jogo de futebol em Potosí

Potosí é uma das cidades mais altas do mundo e casa do Club Real Potosí, time que joga no Estádio Victor Agustín Ugarte, com capacidade para 32.000 lugares. Os jogadores, sem dúvida, são verdadeiros atletas, já que o estádio é, também, um dos mais altos do mundo.

8 Visite o Salar de Chalviri

Visite o Salar de Chalviri
Salar de Chalviri

Vizinho ao Salar de Uyuni está o Salar de Chalviri, que é também uma fonte termal cercada por lagoas. Jóia relativamente desconhecida, é acessível pela Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa. Enquanto estiver lá, conheça a empresa de mineração que explora bórax e vidro.

9 Levante cedo para o Geiser Sol de Mañana

Levante cedo para o Geiser Sol de Mañana
Geiser Sol de la Mañana

Os gêiseres chegam nos primeiros raios solares no Sol de la Mañana. Os visitantes encontram um campo geotérmico extenso e localizado a cerca de 4,9 mil metros acima do nível do mar. 

Todo o campo contém atividade vulcânica, fontes de lama e piscinas de vapor. É um dos poucos gêiseres do mundo que permite chegar bem perto, portanto, requer certo cuidado durante a visitação.

Ficou interessado. Aproveite e conheça também: Geiser del Tatio, o maior campo de gêiseres do Hemisfério Sul

10 Visite a vila de Colchani

Visite a vila de Colchani
Vila de Colchani

Como uma lembrança da aventura em Uyuni, pare na cidade fantasma mineira de Colchani para comprar artesanato de sal feito à mão. Com menos de 700 residentes, Colchani abriga a cooperativa de sal e é o local perfeito para visitar caso tenha pouco tempo e não possa visitar uma salina propriamente dita.

Quando ir para o Salar de Uyuni

A melhor época para fazer o passeio é no final de cada estação chuvosa, compreendido entre o final de janeiro e agosto. Porém, entre os meses de outubro e maio, as chuvas ajudam a diminuir o calor.

Como ir para o Salar de Uyuni

Não é recomendável fazer o passeio pelo Salar de Uyuni por conta própria, uma vez que não há estradas oficiais ligando parte dos atrativos bolivianos. Ainda, a sinalização nas vias é escassa e o sinal de internet no interior do país é praticamente inexistente. 

Assim, o ideal é contratar os serviços de um guia turístico ou empresa especializada. Para chegar a Uyuni, basta pegar um voo para o Aeroporto Joya Andina desde La Paz. 

O percurso pode ser feito também por ônibus, mas o tempo estimado é de 10 horas. Outra opção popular é a saída de San Pedro de Atacama, no Chile, rumo ao Salar. 

Não há um roteiro só para o passeio, pois cada empresa tem seu próprio trajeto. Independente disso, certamente você verá atrações incríveis, como as cavernas arqueológicas, gêiseres, piscinas termais, além das Lagunas Verde e Colorada. 

Os tours incluem transporte, alimentação e hospedagem nos chamados refúgios. São acomodações simples, porém bastante confortáveis. 

O que levar para o Salar de Uyuni

Não chegue despreparado para sua visita, e faça da sua visita um momento ainda mais agradável! Para isso, não deixe de levar os seguintes itens. Alguns deles são fundamentais para aqueles que pensam em acampar pela região.

  • Água; 
  • Protetor solar;
  • Óculos de sol;
  • Boné ou chapéu;
  • Toalha;
  • Papel higiênico;
  • Roupas para se proteger do vento e do frio (segunda pele, casaco corta-vento, gorro, cachecol e luvas); 
  • Tênis ou calçado de trekking;
  • Hidratante para o corpo, rosto e boca;
  • Lanterna;
  • Saco de dormir; 
  • Escova e pasta de dente; 
  • Lenços umedecidos e lenços desinfetantes;
  • Mochila. 

Os exóticos hotéis de sal em Uyuni

Sal é a matéria prima mais abundante no Salar de Uyuni, por isso, nada mais natural do que haver hotéis de sal na região! Apesar de parecer exótico, existem acomodações com estrutura constituída basicamente de sal! 

Hotel de sal no Salar de Uyuni
Hotel de sal no Salar de Uyuni

O mineral está em tudo, desde os blocos que dão apoio à construção até as decorações e revestimento. O interessante é que há acomodações de diferentes estilos, inclusive de alto luxo. Veja algumas opções disponíveis:

» Hotel Palacio de Sal: o primeiro hotel boutique construído 100% com sal, conta com três categorias de quartos, sendo elas standard, suíte e VIP. O hotel conta com SPA, restaurantes e piscina aquecida.

SPA do Hotel Palacio de Sal (Hotel de Sal em Salar de Uyuni)
SPA do Hotel Palacio de Sal

» Hotel Playa Blanca: ainda que esteja fechado para hóspedes, continua funcionando como museu e aberto para visitação. Tudo no hotel é feito de sal, desde as cadeiras até a decoração. Fica próximo ao Monumento Dakar e Praça das Bandeiras. 

Hotel/Museu Playa Blanca (Hotel de Sal em Salar de Uyuni)
Hotel/Museu Playa Blanca

» Casa de Sal: construído com blocos de sal, é mais em conta do que o Palacio de Sal e inclui banheiro e café da manhã.

Hotel Casa de Sal (Hotel de sal no Salar de Uyuni)
Hotel Casa de Sal

» Tayka de Sal: integrante de uma cadeia com quatro hotéis ecológicos, foi fundado e mantido pela comunidade desde 2006. Com localização privilegiada, oferece vistas dos salares Coipasa e Uyuni.

Hotel Tayka de Sal (Hotel de sal no Salar de Uyuni)
Hotel Tayka de Sal

E aí, malas prontas para conhecer o Salar de Uyuni? Ainda na América do Sul, veja também atrações incríveis, como O geiser del Tatio, no Chile, e o belíssimo oásis de Huacachina, no Peru.  

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.