Geiser del Tatio, o maior campo de gêiseres do Hemisfério Sul

Localizado no Chile, o Geiser del Tatio dá um espetáculo de fumaça e água quente assim que sol nasce.

- Tempo de leitura: 6 minutos -

O Chile é um país de contrastes, apesar de sua estreita extensão territorial. Praias, vinícolas, desertos e metrópoles dividem espaço com campos de gêiseres. Sim, campos como o Geiser del Tatio, o maior do Hemisfério Sul

Diariamente, mais de 60 gêiseres e centenas de fumarolas dão um verdadeiro espetáculo ao amanhecer bem ali, no norte do Chile. Água quente e vapor cercados por vulcões!

Campo Geiser del Tatio, no Chile
Belíssima paisagem do local, com os gêiseres ao fundo

Tanto os gêiseres quanto os vulcões fazem parte do sistema geotérmico de San Pedro do Atacama. E aí, esse nome te lembra alguma coisa? Isso significa que, além da magia do deserto mais alto do mundo, o turista ainda é presenteado por aquele que também é o terceiro maior campo de gêiseres do mundo. O passeio é mais um atrativo da região e é especialmente dedicado àqueles que não se importam em madrugar. 

Porém, o Geiser del Tatio não está na mira somente dos turistas, como também do governo e empresas interessadas em aproveitar a energia geotérmica. Felizmente, a distância do local e a proteção ambiental paralisaram os projetos, preservando o espaço que é uma dádiva da natureza! Saiba mais sobre essa atração nos Andes e organize seus planos de viagem! 

O que são gêiseres?

Animação de como funciona um gêiser
Animação de como funciona um gêiser

Gêiseres são formações comuns em regiões vulcânicas, como El Tatio. A fim de simplificar, podemos compará-los a pequenos vulcões com erupções de água expelida por uma fenda. A água expulsa pelos gêiseres é bem quente e vira vapor assim que entra em contato com o ar frio. Por isso, as baixas temperaturas os tornam ainda mais evidentes. 

Onde fica o Geiser del Tatio

O Geiser del Tatio está localizado no norte do Chile, a poucos quilômetros da fronteira com a Bolívia. A 4.320 metros acima do nível do mar, é um local de sonho cercado por estratovulcões. 

Um mundo surreal de gêiseres, fontes termais e água fervente, fumarolas, piscinas e vulcões de lama vazando vapor por sua extensão. Os gêiseres atingem o pico de atividade entre 5h30 e 7h30, quando as colunas de água atingem até 10m. 

E como chegar ao Geiser del Tatio? 

Caso esteja em Santiago, é necessário ir até a cidade de Calama por avião, ônibus ou carro. Dali até os gêiseres, basta seguir pela estrada até San Franscisco de Chiu Chiu. Depois, continuar para o leste e, no desvio para Aiquina, virar à direita. Viajando por cerca de 57km desde o desvio anterior, haverá um desvio à esquerda em direção aos gêiseres. O campo está a aproximadamente 20 km de distância. Não há transporte público para lá.

Sobre o Geiser del Tatio

Sim, o Geiser del Tatio é gigante! Para se ter uma ideia, o campo cobre uma área de aproximadamente 19 km², sendo o maior do hemisfério sul e o terceiro maior do mundo. Assim, perde apenas para Yellowstone, nos Estados Unidos, e o Vale dos Gêiseres na Península de Kamchatka, na Rússia. Mas, não apenas o tamanho impressiona, como também sua própria morfologia. 

Campo de gêiseres El Tatio
O Gêiser del Tatio é o terceiro maior campo de gêiseres do mundo! (Diego Delso, CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons)

A presença de microrganismos nas aberturas de El Tatio levou a um estudo pelos pesquisadores Ruff e Framer, comparando-o a um exemplo de vida na Terra primitiva. Também foi comparada a uma possível vida passada em Marte

O ambiente e as condições únicas de El Tatio, segundo a pesquisa, fornecem uma condição ambiental mais próxima da de Marte do que os encontrados em Yellowstone e outros locais geotérmicos na Terra.

O passeio é bastante popular para quem visita San Pedro do Atacama e não é difícil saber porque. Além do espetáculo em si, El Tatio são formações raras que só entram em erupção de tempos em tempos. Inclusive, podem inesperadamente parar de soltar fumaças, assim como um novo gêiser pode aparecer a qualquer momento! O espaço é enorme, de forma que todo tipo de formação pode aparecer, alguns grandes, outros menores.   

Como é o passeio para o Geiser del Tatio?

Primeiro, a vista inicial é, claro, dos gêiseres ao amanhecer. Em seguida, o grupo pode visitar o “Pozon Rústico”, uma terma próxima aos gêiseres de água bem quentinha. A lagoa costuma estar cheia de turistas e, caso queira mergulhar, é preciso levar roupa de banho e toalha. 

Banho em fontes termais no Geiser del Tatio (Chile)
Os turistas podem aproveitar as águas termais do local

O povoado de Machuca, uma pequena aldeia com apenas uma igreja e 20 casas, é a terceira parada do passeio. Lá, mulheres vendem churrasco de lhama e outras iguarias locais. 

O pequeno povoado de Machuca, no Chile
O pequeno povoado de Machuca, com a igreja ao centro (LBM1948, CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons)

Ainda que não haja muitas atrações, visitar a igreja de Machuca, uma construção bem peculiar, é imperdível. Por fim, a “Quebrada de Guatin” é um ponto comum nos passeios feitos por agências. Cactos enormes, muitos com 4m de altura, são usados nos telhados das casas. Pense nas fotos! 

Os gigantes cactos da Quebrada de Guatín, no Chile
Os gigantes cactos da Quebrada de Guatín (Sandra fuentes, CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons)

E quanto custa um sonho? Bom, os preços sofrem variações, mas giram em torno de 35 mil pesos chilenos, incluindo tour e entrada no parque.         

Dicas para visitar o Geiser del Tatio

O maior espetáculo é visto ao amanhecer, por isso, é necessário chegar de manhã bem cedo para ver os gêiseres lançando vapor no ar. Quando falamos cedo, é cedo mesmo! A visão mais nítida dos gêiseres se dá entre 6h e 7h da manhã. 

Para chegar a tempo, as agências de passeio buscam os passageiros por volta das 4h da manhã nos hotéis. Afinal, é necessário percorrer um trajeto de 200 km durante toda a excursão.

Melhor horário para visitar o Geiser del Tatio, no Chile
O melhor momento para visitar o campo de gêiseres é bem cedo, entre as 6h e 7h (Rodrigo Menezes (ironman_br), CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons)

Também é importante ter muito cuidado durante a visita, uma vez que os vapores fazem com que os olhos fiquem um pouco embaçados. A mistura não é nada boa com poças de água fervente! Por isso, o turista deve pisar com cuidado para evitar queimaduras ou acidentes mais graves. Ademais, gêiseres são bem perigosos, portanto, recomenda-se não caminhar sobre as fendas nem ultrapassar os limites das pedras ao redor dos gêiseres. 

O que vestir para o passeio no Geiser del Tatio? Leve casacos para a primeira parte do passeio (as temperaturas são extremamente baixas, podendo chegar a -20° C), usando-os por cima de roupas mais leves para chegar ao final (há uma oscilação de temperatura muito grande entre o dia e a noite). Na noite anterior ao passeio, prefira alimentos mais leves, sem álcool ou carne vermelha. 

A caminhada não é apropriada para gestantes, pessoas hipertensas, além de menores de seis anos. O lugar está em pleno planalto chileno, a 3.500 acima do nível do mar, por isso, é comum sentir mal estar durante a caminhada. 

Ainda é importante beber muita água para manter o corpo bem hidratado. Também é importante evitar movimentos repentinos ou bruscos, deixando o corpo se ambientar às alturas e altitude.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.