Huacachina: um verdadeiro oásis em pleno deserto peruano!

A vila localizada no deserto de Ica recebe milhares de turistas e, apesar de minúscula, tem excelente infraestrutura para recebê-los

- Tempo de leitura: 6 minutos -

Imagine um deserto de dunas imensas que se movem com o simples soprar do vento. Em meio isso, mentalize um laguinho rodeado por palmeiras enormes, hotéis, bares e restaurantes. Imaginou? Pois, se pensa que estamos mencionando algo na África ou Oriente Médio, não poderia se enganar mais! Toda essa descrição é sobre Huacachina, um oásis no Deserto de Ica, sudoeste peruano, que encanta milhares de turistas anuais.

Oásis de Huacachina (Peru)
Oásis de Huacachina (Peru)

Huacachina é uma pequena vila construída ao redor de um oásis cercado por dunas de areia do Deserto de Ica, um cenário digno de cinema. Reza a lenda que a lagoa do vilarejo nasceu depois que uma princesa nativa foi presa durante o banho por um caçador. Porém, a jovem fugiu e a piscina em que ela se banhava acabou transformada em lagoa. As dunas, então, seriam as dobras de seu manto que se contorciam enquanto a moça corria.

E a princesa? A lenda conta ainda que a moça é uma sereia que habita a lagoa. Crenças à parte, Huacachina é o único oásis da América! As palmeiras foram plantadas por espanhóis que, para completar o aspecto desértico, tentaram trazer também alguns camelos. Mas, os bichinhos não se adaptaram muito ao clima e a ideia não deu resultados. Então, o oásis ficou só de lagoa e palmeiras mesmo.

Lagoa em Huacachina (Peru)
Lagoa em Huacachina

Antigamente, Huacachina era um resort para os ricos. Apenas algum tempo depois, uma parte do empreendimento se desfez em hotéis, restaurantes e na própria vila. Ainda bem! Até porque o lugar é bem pequeno e abriga cerca de 100 habitantes fixos. Só que esse número chega a patamares estratosféricos quando consideramos a visitação dos milhares de turistas que desfrutam da excelente infraestrutura, esportes e passeios de bugue. 

É bom observar que, para manter-se cheia, a lagoa recebe bombeamento artificial. A medida foi necessária porque empresas e moradores locais, há algum tempo, instalaram poços que reduziram o nível da água. Deste modo, a lagoa é imprópria para banho, portanto, nada de dar um mergulho! E quer saber uma curiosidade? Huacachina é tão especial que está representada na nota de 50 Nuevo Soles, a moeda local. 

Saiba um pouco mais sobre Huacachina e faça já as suas malas! 

Onde fica Huacachina?

Huacachina está localizada no sudoeste do Peru, mais precisamente na província de Ica e a 5 km do município. E como ir para Huacachina? A região fica a 400 km de Lima, a capital do país, portanto, a melhor opção é saindo de lá. Os ônibus da Peru Bus e da Cruz del Sur fazem o trajeto até Ica em cerca de quatro horas a preços sob consulta. Da rodoviária, basta pegar um táxi até Huacachina, trecho que leva o máximo de oito minutos. 

Ah, mas não dá para ir de avião? Não há aeroporto em Ica e o mais próximo fica na cidade de Pisco. Ainda assim, a viagem entre as duas cidades leva cerca de duas horas. 

O que fazer em Huacachina?

O que fazer em Huacachina (Peru): Vista noturna da vila
Vista noturna da vila, do topo das dunas

A vila tem boa infraestrutura, mas as atividades ficam mesmo por conta do deserto! Para começar, aprecie o oásis e suba as dunas o máximo que puder para ver tudo lá de cima. O passeio exige um pouco de esforço físico, além de um bom filtro solar. Ande também pelas pequenas ruas do vilarejo, entre nas lojinhas charmosas e compre o legítimo artesanato local. Veja outras opções do que fazer em Huacachina:

  • Passeio de buggy: ir ao deserto e não fazer o passeio de buggy pelas dunas é como ir ao Rio e não visitar o Cristo Redentor! A atividade pode ser comprada no hotel ou em agências da vila. O veículo sobe e desce as dunas em alta velocidade, algumas delas com altura de até 30 metros. Os carros comportam 12 pessoas e o passeio é facilmente comprado no centro. 
O que fazer em Huacachina (Peru): Passeio de Buggy
Passeio de Buggy

A dica é comprar o passeio para a parte da tarde, pois dura uma hora a mais que a saída da manhã. O passeio matutino vai dar 09h às 11h, enquanto o vespertino sai às 16h e regressa às 19h. O motivo a mais é curtir o pôr do sol no final da aventura, do alto das dunas. É importante também usar tênis confortáveis, pois a areia é macia e o turista pode afundar. Leve óculos de sol e, caso use lentes de contato, tire-as devido ao vento com areia. 

Protetor solar sempre e bermudas mais compridas para evitar que a areia grude nas pernas. O passeio custa de 35 a 45 soles (sujeito a alterações). Ah, e para entrar no deserto, é necessário pagar uma taxa de 3,60 soles em dinheiro! 

  • Sandboard: parte incluída em uma das opções do passeio de buggy bem parecida com o esquibunda de Natal.
  • Bares e restaurantes: a vila tem boas opções, algumas até mais animadas, que permitem tomar uns drinks. Porém, a noite em Huacachina não se estende até muito além das 23h. 
  • Bate e volta em Paracas: se conseguir, vale a pena conhecer Paracas, cidade litorânea a 80 km de Huacachina. É morada de animais marinhos, além do píer de saída até Islas Ballestas, destino onde são encontradas espécies de pássaros, peixes, leões e lobos marinhos, só para falar de alguns.

E quando ir para Huacachina? O destino tem clima seco e raramente vê chuva. Por isso, pode ser visitado durante todo o ano. Contudo, os meses mais quentes do ano vão de abril a outubro.

Onde ficar em Huacachina (Hotéis e Hotels)

Huacachina é a prova concreta de que tamanho não é documento! Apesar de pequena, a vila tem excelente infraestrutura hoteleira, de forma a possibilitar a pernoite por lá. Aliás, essa é a melhor recomendação, tendo em vista o tempo de viagem para chegar ao oásis. Na estadia, o turista tem à sua disposição opções gastronômicas, caixas eletrônicos, mercados e farmácias. Veja as opções de hospedagem em Huacachina:

  • Hotel Rocha: simples, porém de bom custo benefício, tem restaurante, piscina com redes ao redor, jardim e mesinhas.
Hotéis em Huacachina (Peru): Pousada Hospedaje Rocha
Pousada Hospedaje Rocha
Hotéis em Huacachina: Wild Rover Hostel Huacachina
Wild Rover Hostel Huacachina
  • Hostal Curasi: oferece piscina com espreguiçadeiras, quartos espaçosos e bem decorados com banheiros modernos.
Hotéis em Huacachina (Peru): Hostal Curasi
Hostal Curasi
  • Banana’s Adventure Hostel: tem piscina, redes, bar animado e quartos com banheiro privativo, além de um clima super descontraído. O hostel fica em Ica.
Hotéis em Huacachina (Peru): Banana’s Adventure Hostel
Banana’s Adventure Hostel
  • Hotel El Huacachinero: é considerado um dos melhores ao redor da lagoa, com piscina, restaurante, WiFi e rodeado pelas dunas
Hotéis em Huacachina (Peru): Hotel El Huacachinero
Hotel El Huacachinero
  • Desert Nights Ecocamp: em frente à lagoa, tem barracas de camping com banheiros compartilhados, WiFi gratuito, áreas comuns, além de restaurante e a própria agência de viagens, o que facilita na hora de comprar os passeios.
Hotéis em Huacachina (Peru): Desert Nights Ecocamp
Desert Nights Ecocamp

Agora, se quiser uma experiência diferente, que tal acampar nas dunas? Além de muito econômica, a alternativa não oferece restrições. A única recomendação é se preparar para as geladas noites desérticas e muita areia entrando na barraca com o vento!

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->