Quanto ganha um professor em Portugal?

A carreira de docência está entre a que melhor recebe no país e abre oportunidades para professores brasileiros que querem boas oportunidades na Europa.

- Tempo de leitura: 4 minutos -

A carreira docente em Portugal, ao contrário do que acontece no Brasil, é cada vez mais valorizada! De acordo com o site português JN Direto, o relatório “Education at a Glance 2018”, desenvolvido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) deu conta de que os professores portugueses ganham mais que outros trabalhadores com formação superior. Então, quanto ganha um professor em Portugal?

No país, os professores ganham, desde a pré-escola até o ensino secundário, entre 35% e 50% mais do que outros profissionais graduados. No entanto, a remuneração é intimamente ligada aos anos de serviço e experiência. Tanto que o salário de um professor no topo da carreira é duas vezes maior que de um docente iniciante. No total, existem dez níveis na carreira docente e, quanto mais alto, mais elevada é a remuneração. 

Cada escalão tem duração média de dois a quatro anos de serviço, contabilizados para efeitos de progressão de carreira. Os escalões têm vencimentos base determinados conforme vários fatores, como dependentes e estado civil, pois tais condições podem levar à incidência de descontos na remuneração. A entrada na carreira de docente depende da área de trabalho – concursos para ensino público e currículo para o ensino privado. 

Como um brasileiro pode ser professor em Portugal?

Como já mencionado, o ingresso na carreira de professor em Portugal ocorre de duas formas. Se o interesse for o ensino público, será necessário prestar um concurso, assim como é feito no Brasil. Na área privada, como universidades, escolas particulares e creches, é o currículo do candidato que será avaliado. Pois bem, voltando à educação pública, mesmo quem não tem cidadania portuguesa pode prestar o concurso. 

Para isso, basta que o brasileiro residente no país há, pelo menos, seis meses solicite o Estatuto da Igualdade de Direitos e Deveres, além de validade o seu diploma. A partir daí, pode concorrer a uma vaga de docente na rede pública. 

E como validar o diploma de professor em Portugal? O processo é obrigatório para exercer a profissão e uma das maneiras que mais se destaca é o mestrado em uma universidade portuguesa.

A documentação necessária para dar início ao processo é a seguinte: 

  • Diploma;
  • Certificado de notas;
  • Programas e Cargas Horárias;
  • Modelo 527, no caso do “Reconhecimento de Habilitações”;
  • Modelo 526, no caso da “Equivalência” – a adquirir na Imprensa Casa da Moeda (www.incm.pt/portal/index.jsp).

Já validei meu diploma e solicitei o Estado, como proceder para o concurso? O processo acontece anualmente, entre fevereiro e abril, período que não coincide com o início do ano letivo em Portugal (que vai de setembro até junho do ano seguinte). A boa notícia é que não há cobrança da taxa de inscrição. A má notícia é que, caso o candidato tenha experiência na docência no Brasil, isso não vai pontuar no resultado final. 

O primeiro passo para se inscrever no concurso é solicitar uma declaração emitida pela Direção Geral de Administração Escolar (DGAE), na qual vai afirmar que possui os conhecimentos literários exigidos para exercer a docência. Depois, deve atentar-se ao período de inscrição no concurso, cuja duração média é de cinco dias e deve ser feita pelo site da DGAE

A inscrição exige o fornecimento dos dados do passaporte, número do contribuinte (CPF português), autorização e endereço de residência, além das habilitações literárias, isto é, o nível de estudo. É a nota da prova que valerá para a aprovação no concurso e, assim, poder ser um professor em Portugal. 

Quanto ganha um professor em Portugal?

Os salários dos professores em Portugal variam conforme o escalão (1 – 10), níveis que equivalem ao tempo em que o profissional leciona. Cada nível de carreira nas redes pública e privada corresponde a um índice.

Professores Rede Pública em Portugal (Valores de 2019):

Conforme dito anteriormente, os vencimentos dos docentes do ensino básico variam conforme a quantidade de dependentes, titulação e estado civil. De acordo com o Sindicato dos Educadores e Professores do Ensino Básico de Portugal (SIPPEB), o salário médio de um professor da área em Portugal varia de 1.049,97 €, para um profissional solteiro e sem dependentes, até 2.373,70 €, para aqueles casados, com apenas um titular (apenas uma pessoa do casal recebe rendimentos tributáveis) e 5 dependentes.

Você pode conferir a tabela completa no site do SIPPEB

Professores de Ensino Superior (Valores de 2018)

A remuneração dos professores de Ensino Superior em Portugal variam conforme a categoria e os escalões em que o profissional se encontra na carreira. Para professores universitários, o salário médio varia de 1.636,83€, para um assistente estagiário de escalão 1, até 5.401,54 € para professor catedrático escalão 4, conforme tabela abaixo:

Quanto ganha um professor universitário em Portugal?
Tabela de Remuneração de professores universitários (2018)

Você pode conferir a tabela completa, com as demais categorias, no site do SNEUSP.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->