Quanto ganha um médico no Chile – salários e mercado de trabalho

Saiba qual é a realidade de classe no país e quais os salários esperados para um profissional da Medicina.

- Tempo de leitura: 2 minutos -

Quanto ganha um médico no Chile? Assim, logo de cara, a pergunta pode parecer estranha, uma vez que estamos no Brasil, certo? Ainda mais, mencionando uma das profissões de maior status que existem. No entanto, para quem tenta se aventurar em terras estrangeiras, é importante saber como está o mercado de trabalho para sua profissão em outros países.

Os nossos vizinhos andinos se colocam entre as três melhores remunerações para médicos no continente, juntamente com Brasil e Argentina (saiba quanto ganha um médico na Argentina!). 

Todavia, é importante destacar que os valores aqui apresentados são uma generalização, pois o salário de um médico no Chile varia conforme diversos fatores, tais como especialidade, localização geográfica, jornada de trabalho e anos de experiência. 

Por isso, veja a seguir como é o mercado de trabalho chileno para os médicos e qual o salário esperado para a classe.  

Médico no Chile

Assim como acontece no Brasil, a Medicina está entre as seis carreiras mais bem pagas do Chile. Ademais, o mercado de trabalho é bastante promissor por lá, de modo que a Medicina é, de longe, uma das carreiras de melhor índice de empregabilidade. 

Segundo dados oficiais publicados pelo Ministério da Educação, estima-se que 90% dos médicos encontram trabalho já no primeiro ano de graduação. Além disso, o profissional pode exercer os níveis primário e secundário da atenção à saúde no país.

Isso significa que o médico pode exercer a atividade clínica tanto na área pública como na privada, como Clínico Geral. Também pode se especializar em programas de pós-graduação. Quanto às áreas, as especialidades de atuação mais comuns no Chile são: 

  • Clínica Geral 
  • Alergologia
  • Anestesiologia
  • Cirurgia plástica
  • Cirurgia geral
  • Cardiologia
  • Gastroenterologia
  • Endocrinologia
  • Geriatria.
  • Hematologia
  • Infectologia.
  • Medicina do esporte.
  • Medicina do Trabalho.
  • Medicina familiar e comunitária.
  • Medicina física e reabilitação.
  • Medicina intensiva.
  • Medicina preventiva e saúde pública.
  • Nefrologia.
  • Pneumologia.
  • Neurologia.
  • Oftalmologia.
  • Oncologia
  • Ortopedia
  • Pediatria.
  • Psiquiatria.
  • Reumatologia.
  • Toxicologia.
  • Urologia.

Quanto ganha um médico no Chile

Como mencionado anteriormente, o salário de um médico no Chile depende de fatores diversos, incluindo o sistema no qual o profissional é empregado. Um médico do sistema público, por exemplo, tem soldo ajustado a cada biênio. 

Mas, de modo geral, um médico no Chile recebe, no quarto ano após a conclusão da graduação, um salário médio de  2.000.000 a 2.600.000 pesos chilenos, o equivalente a aproximadamente R$ 14.100 e R$ 18.300 mensais. O salário varia conforme especialidade e localização geográfica.

Clínicos gerais recebem de 20.000 a 30.000 pesos chilenos, isto é, cerca de US$30 a US$47 por hora, aproximadamente. Nos extremos norte e sul, os salários podem ser ainda maiores, pois são zonas isoladas nas quais é mais difícil contratar pessoal. Assim, a Lei Médica estabelece um abono especial para quem trabalha em áreas isoladas do país. 

De acordo com o Ministério da Saúde, especialistas com nove anos de experiência ganham 5,8 milhões de pesos chilenos por mês, o equivalente a cerca de US$ 9.046,24. 

Observando os números acima, é possível perceber quanto ganha um médico no Chile e como a profissão é valorizada por lá. E aí, quer saber o salário do médico ou qualquer profissão em algum outro país? 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.