Quanto ganha um médico na Argentina?

Saiba a remuneração de um médico na Argentina, as exigências para exercer a profissão e como é o espaço de trabalho na Medicina no país.

- Tempo de leitura: 3 minutos -

O curso de Medicina é um dos mais concorridos do país, tanto em universidades públicas quanto privadas. Em busca da tão sonhada vaga, muitos estudantes brasileiros procuram por instituições estrangeiras, como Europa e América do Sul. O ingresso em uma faculdade argentina, por exemplo, configura entre as primeiras opções. Mas, afinal, quanto ganha um médico na Argentina? Além do salário, como é o mercado de trabalho?

Antes de responder a estas perguntas, é interessante refletir sobre a própria escolha do país como destino. A Argentina está entre as principais economias da América Latina, além de apresentar excelente índice de IDH. Ademais, possui dois médicos ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina. Também, pudera! O país tem boas redes pública e privada de hospitais que, de fato, funcionam.

Outro grande atrativo das universidades argentinas é o processo humanizado de seleção. O candidato não passa por finais de semana extremamente estressantes de provas. Ou seja, não tem a necessidade de enfrentar um processo excludente como Enem e provas de vestibular. As mensalidades das universidades privadas são mais baratas que no Brasil e os trâmites de migração são menos burocráticos devido a acordos bilaterais do Mercosul.

Salário na Argentina

Ok, os processos para estudar e trabalhar como médico na Argentina são mais fáceis, mas nem tudo são flores por lá! O país passa por uma de suas maiores crises econômicas, o que influencia nas altas taxas de inflação. Consequentemente, preços de serviços básicos, como luz, água, pedágio e transporte sobem de forma desenfreada. Ainda, um problema são os valores dos aluguéis, assustadoramente altos.

Frente a isso, é indispensável saber qual é o salário mínimo vigente na Argentina. Em 2019, o salário mínimo argentino é de 8.060 pesos, o equivalente a R$ 2.040,00, variando conforme o câmbio. Assim como no Brasil, existe o pagamento do 13º salário, com a diferença de ser distribuído em doze parcelas ao longo do ano.

Quanto ganha um médico na Argentina?

De acordo com o Ministério da Saúde argentino, um profissional iniciante com dedicação plena deve ter salário mensal de 22 mil pesos. Antes disso, porém, os profissionais passam pela residência, percebendo de 5 mil a 24 mil pesos, dependendo da instituição. Existem, também, as variações conforme a especialidade. 

As áreas de anestesiologia, psiquiatria, pediatria, ginecologia, neurologia e traumatologia estão entre as que ganham mais. Assim sendo, de modo geral, o salário do médico na Argentina varia de 57 mil pesos a 114 mil pesos por mês. A capital, Buenos Aires, e região do Rio Negro remuneram melhor os seus médicos, assim como é mostrado em sites especializados, a exemplo do Glassdoor e Encuestas IT.

Para trabalhar no país, é necessário solicitar visto de trabalho, apresentando a documentação exigida pelo consulado. A boa notícia para os profissionais de saúde é a aprovação da Resolução nº 07/2012, do Grupo de Mercado Comum (GMC) do Mercosul, cujo texto lista profissões de saúde pelos Estados Partes. Deste modo, fica dispensada a revalidação do diploma para trabalhar nos países integrantes do bloco econômico.

Ainda, o Ministério da Saúde brasileiro assinou memorando de entendimento com o governo argentino que prevê o estímulo ao intercâmbio de médicos entre os dois países. A partir daí, há o reconhecimento mútuo de diplomas e autorização de exercício profissional Quanto ao mercado de trabalho, apesar da crise, ainda existem empregos muito procurados no país. Entre eles, estão as áreas de Medicina, Marketing, Vendas e Engenharia.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->