Quanto ganha um médico em Portugal?

Saiba qual o salário do médico em Portugal e quais os requisitos para exercer a profissão por lá, além das possibilidades do mercado de trabalho.

- Tempo de leitura: 3 minutos -

A profissão médica está entre as que recebem melhor remuneração no país, em média, seis vezes mais que a maior parte das carreiras. A valorização é ainda maior em países desenvolvidos, especialmente no Hemisfério Norte. Portugal, por exemplo, está entre os países que melhor pagam profissionais da Medicina no mundo. Saiba quanto ganha um médico no Portugal e o que fazer para exercer sua profissão por lá. 

O número de brasileiros médicos no país cresceu de forma assustadora nos últimos anos. Entre as razões para este boom, estão a mesma língua falada e o Tratado de Amizade firmado entre Brasil e Portugal. Assinado em 2000, o acordo facilita a entrada de profissionais da saúde nas duas nações. Ademais, estatísticas recentes dão conta de que a demanda da população é alta frente à quantidade de médicos existentes em Portugal. 

O quadro faz com que o país contrate profissionais de outros países, juntando mercado de trabalho e bons salários para atrair brasileiros, por exemplo. Mas, existem certos requisitos para exercer a Medicina na “terrinha”, conforme veremos adiante. 

Como ser médico em Portugal?

O profissional já graduado deve reunir vários documentos para enviá-los a Portugal, como: 

  • Diploma da graduação 
  • Matriz curricular do curso 
  • Descrição do Regime de Aprovação (DRA) 
  • Certidão da faculdade 
  • Declaração do estado de origem 
  • Documentos listados pela universidade para revalidação do diploma 

Cada instituição, também, determina valores para a revalidação, mas os custos geralmente giram em torno de 400 a 500 euros. Vale lembrar que todos os documentos enviados devem ser carimbados, assinados e aprovados por procedimentos burocráticos no Brasil. A dica, então, é correr atrás de todos os procedimentos com bastante antecedência, evitando transtornos. Além disso, a revalidação do diploma exige que o candidato passe pelo chamado processo de equivalência

Nele, a qualificação acadêmica brasileira é comparada à portuguesa, sendo que o processo, como já citado, é feito por uma universidade que tenha o curso de Medicina em sua grade. Entre as mais procuradas, estão a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, a Faculdade de Medicina de Coimbra, a Faculdade de Medicina do Porto e a Faculdade de Ciências Médicas

Quando o profissional já tem dois anos de formado, está apto para atuar como generalista. Aliás, o brasileiro só pode exercer a área de clínica geral ao chegar em Portugal. Quem tem menos de dois anos de graduação precisa fazer a prova nacional de seriação, quando inicia um tipo de residência, o internato. O processo dura um ano durante o qual o candidato percebe uma remuneração de 1.400 euros. 

O tempo total para a validação do diploma em Portugal supera um ano, por isso, a dica é ter feito a residência médica no Brasil antes de chegar lá. Pois bem, já falamos que o brasileiro chega à Portugal e atua como clínico geral. Para exercer alguma especialização, é necessário passar pela Prova Nacional de Seriação, a ACSS. A prova é feita no final de novembro, tem 2h30 de duração e é composta por 100 questões sobre as principais áreas. 

O candidato que tiver boas notas, pode escolher sua especialidade. Se ele já for especialista aqui, deve entrar em contato com a Ordem dos Médicos de Portugal, pedindo para ser avaliado. O candidato passa por três dias provas teóricas e práticas envolvendo pacientes reais. Mas, antes de fazer a prova, deve entrar com o pedido do visto de trabalho no consulado português, apresentando contrato ou convite de trabalho. 

Quanto ganha o médico em Portugal?

Os profissionais da área médica em Portugal, de maneira geral, possuem um salário abaixo da média europeia.

A remuneração percebida pelo médico em Portugal depende se atua no setor público ou privado, além da especialidade e experiência. No início de carreira e trabalhando na área pública, o profissional tem remuneração média de 2.700 euros. No setor privado, a média de salário é de 4 mil euros. Mas, é importante frisar que os hospitais públicos portugueses costumam ser melhores que os privados. 

Porém, há profissionais que, como no Brasil, acumulam funções tanto no setor público quanto no privado. Aí, seu salário pode chegar aos 6.700 euros mensais. Especialistas com carga de trabalho de 35h, em dedicação exclusiva, tem remuneração de 4.300 euros. Profissionais altamente especializados podem chegar a salários equivalentes a R$ 100 mil anuais.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->