Quanto ganha um fisioterapeuta nos Estados Unidos – salários e oportunidades

A carreira na fisioterapia no país, assim como outras relacionadas à área da Saúde, é promissora e está entre as mais bem pagas.

A fisioterapia é a área responsável pelo tratamento e prevenção de doenças ou lesões, problemas que podem ser ocasionados por fraturas, vícios, acidentes ou má formação. Os fisioterapeutas, então, ajudam pacientes no tratamento e recuperação dos movimentos, bem como no controle da dor. Trata-se de uma das carreiras mais promissoras em países desenvolvidos, garantindo boas oportunidades e remunerações aos profissionais. Quanto ganha um fisioterapeuta nos Estados Unidos, por exemplo?

Nos Estados Unidos, assim como no Brasil, o fisioterapeuta normalmente trabalha em consultórios, clínicas, hospitais, casas de pacientes e asilos. As projeções para a área são otimistas, com expectativa de crescimento de 22% até 2028. A demanda deve ser proveniente do envelhecimento dos chamados baby boomers que, não apenas permanecem ativos por mais tempo, como são suscetíveis a variações nas condições de saúde, como acidentes vasculares cerebrais, que podem exigir fisioterapia.  

Outro fator que contribui para a manutenção da carreira entre as mais promissoras é a própria demanda por tratamentos de mobilidade decorrente de condições crônicas, como diabetes ou obesidade. Confira, a seguir, quanto ganha um fisioterapeuta nos Estados Unidos e as oportunidades de trabalho no país.  

Como se tornar um fisioterapeuta nos Estados Unidos?

Quem quer exercer a profissão de fisioterapeuta precisa do diploma de Doutor em Fisioterapia (DPT). Todos os estados também exigem licenciamento junto ao Conselho de Fisioterapia regional. O fato é que tornar-se fisioterapeuta requer educação e treinamento em áreas como cinesiologia, anatomia, biologia e aptidão física. Muitos profissionais também recebem treinamento extensivo em psicologia do paciente para entender melhor e ajudá-los a lidar com os desafios emocionais associados a uma doença física. 

Veja o passo a passo de como se tornar um fisioterapeuta nos Estados Unidos:

1. Obtenha o bacharelado em alguma área relacionada à saúde

Antes de se inscrever em um programa de doutorado em fisioterapia, você deve atender a certos pré-requisitos. Isso normalmente inclui a conclusão do bacharelado que tenha os seguintes cursos:

  • Anatomia
  • Fisiologia
  • Biologia
  • Química
  • Física

2. Conclua um doutorado em fisioterapia 

Para trabalhar como fisioterapeuta, você deve concluir um programa de doutorado em fisioterapia credenciado pela Comissão de Credenciamento em Educação em Fisioterapia (Commission on Accreditation in Physical Therapy Education – CAPTE). A maioria dos programas tem duração de três anos e, geralmente, é necessário solicitá-los através do Serviço de Aplicação Centralizada do Fisioterapeuta (Physical Therapist Centralized Application Service – PTCAS). Os estudantes devem concluir estágio clínico em alguma área, como atendimento agudo ou ortopédico, com experiência supervisionada. 

Os programas DPT envolvem cursos nas seguintes disciplinas:

  • Fisioterapia Aplicada
  • Anatomia Funcional
  • Condições Complexas
  • Desenvolvimento de vida útil
  • Farmacoterapia

3. Conheça os requisitos de licenciamento no estado de residência

Todos os estados exigem que os fisioterapeutas sejam licenciados conforme seus próprios requisitos. Ademais, é necessária a aprovação no Exame Nacional de Fisioterapia (National Physical Therapy Examination – NPTE), que é administrado pela Federação dos Conselhos Estaduais de Fisioterapia (Federation of State Boards of Physical Therapy – FSBPT). Trata-se de um exame computadorizado de múltipla escolha que pode ser feito três vezes em um período de doze meses. Outros requisitos de licenciamento podem incluir um exame de direito e verificação de antecedentes criminais. 

4. Complete uma residência (Opcional)

Depois de obter o diploma de doutor em fisioterapia, o profissional pode se inscrever em um programa de residência clínica para treinamento e experiência adicionais em áreas especializadas. Esses programas geralmente duram um ano. Os fisioterapeutas podem, ainda, solicitar para se tornar um especialista certificado em uma das oito áreas de especialidade clínica oferecidas pelo Conselho Americano de Especialidades de Fisioterapia. 

  • Cardiovascular e Pulmonar
  • Eletrofisiologia Clínica
  • Geriatria
  • Neurologia
  • Oncologia
  • Ortopedia
  • Pediatria
  • Esportes
  • Saúde da Mulher
  • Gerenciamento de Feridas

Para se tornar certificado pelo conselho, os fisioterapeutas devem concluir pelo menos 2.000 horas de trabalho clínico ou um programa de residência credenciado pela APTA na área de especialidade e passar em um exame.

Os estudantes que desejam seguir uma carreira como fisioterapeuta têm várias opções de graduação para ajudá-los. Embora os diplomas de fisioterapia estejam disponíveis apenas no nível de doutorado, os alunos podem obter o pré-requisito acadêmico ou treinar para ser um assistente de fisioterapia através do diploma de associado ou bacharel. Muitas escolas oferecem ainda o diploma de bacharel em pré-fisioterapia, que é usada como base para estudos avançados. 

Quanto ganha um fisioterapeuta nos Estados Unidos

Segundo o U.S. Bureau of Labor Statistics, o salário médio anual para fisioterapeutas é de U$ 89.440, o equivalente a US$ 7.453 mensais. Lembrando que, assim como em outras profissões, o salário é pago por hora trabalhada.

Sendo assim, a remuneração média do fisioterapeuta é de U$ 43,08 por hora. O montante percebido varia conforme a área de atuação. No topo da escala salarial, estão os fisioterapeutas que trabalham em enfermarias ou em casas de repouso, com ganhos médios de U$ 95.540 anuais.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Especial: Viagem com segurança durante a pandemia