Quanto ganha um eletricista em Portugal?

Saiba qual a remuneração esperada para um eletricista em Portugal e quais são as exigências por lá.

- Tempo de leitura: 2 minutos -

O eletricista é o profissional responsável pela implementação e manutenção de instalações elétricas. Sua atuação se dá tanto em residências quanto em empresas e indústrias, onde também pode ser lotado na instalação de novos componentes elétricos. Pode ser empregado, ainda, na reparação de infra-estruturas elétricas já existentes. 

O mercado deste profissional é vasto, tal qual a necessidade de seus serviços em qualquer unidade. Por isso, é possível encontrar trabalho tanto no Brasil quanto em outros países, razão pela qual muitos imigrantes com experiência na área procuram oportunidades como eletricista na Europa, Canadá, Estados Unidos e outras nações desenvolvidas. Entre as mais procuradas, está Portugal, destino que se coloca entre os campeões na recepção de trabalhador estrangeiros. Falando nisso, quanto ganha um eletricista em Portugal?

Exigências para ser eletricista em Portugal

A função de eletricista demanda conhecimentos sobre os custos e interpretação dos projetos ou demandas, além dos circuitos elétricos. É exigido ter formação média com cursos de capacitação na área. No cumprimento de suas tarefas, o eletricista deve usar equipamentos de proteção individual (EPI), conhecer as normas técnicas que regem as atividades e conhecer os procedimentos de primeiros socorros.

Quanto ganha um eletricista em Portugal?

O ponto base para saber a remuneração média do eletricista em Portugal é o salário mínimo vigente que, em 2019, está em 700 euros. No entanto, é importante considerar que o salário mínimo é aquele estipulado por lei e muitas empresas e empregadores podem pagar um pouco mais. 

A remuneração média de um eletricista em Portugal vai depender da experiência, formação, empresa onde trabalha e cidade. Em Portugal, Lisboa está entre as cidades que melhor pagam seus trabalhadores. A média salarial do eletricista em Portugal é de 954 euros, mas chega a 1.112 euros na capital. Na outra ponta, estão cidades como Mealhada, cujo salário médio na carreira pode chegar aos 720 euros. E como é o mercado de trabalho lá? 

Profissões de áreas como construção, reparação e serviços estão em alta, sendo responsáveis pelo emprego de 600 mil trabalhadores. A oferta é favorecida pelo reaquecimento da economia após a crise de 2013, reduzindo o índice de desemprego em quase 11%. Outro fator preponderante é a população economicamente ativa comparada ao número de habitantes: 5 milhões ativos contra 10 milhões de habitantes. Um país cuja expectativa de vida é alta tende a ter mais idosos que crianças e jovens, favorecendo a mão de obra externa.

Você pode gostar também
1 comentário
  1. Sidnei Moura Zuliano Diz

    quero emprego de eletricista, sou profissional com 20 anos de carreira. sou trabalhador e esforçado

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->