Quanto ganha um dentista em Portugal e como é o mercado de trabalho?

A recuperação econômica do país reabriu as portas para a profissão e brasileiros vem aproveitando as boas oportunidades para exercer a carreira.

Tem brasileiro sendo dentista em Portugal! Reportagem publicada no Globo indica que, atualmente, 468 profissionais do Brasil estão aptos a exercer a Odontologia na “terrinha”. A realidade é um reflexo da recuperação econômica portuguesa e dá oportunidade para estrangeiros qualificados. Mas, quanto ganha um dentista em Portugal, como é o mercado de trabalho e quais os procedimentos para regularização do diploma?

O mercado da Odontologia em Portugal ainda está em expansão, mas segue de vento em popa, graças a retomada da economia no país. Isso fez com que dentistas brasileiros experientes migrassem em busca de segurança e melhores salários. Em maio de 2019, calculou-se o aumento de 7,1% de inscrições na Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), órgão que regulamenta a profissão em Portugal. 

Atualmente, são 468 brasileiros aptos a exercer a profissão na terra de Camões, o que representa o maior contingente de estrangeiros regularizados na categoria. Mas, o perfil do brasileiro dentista em Portugal também é composto por profissionais de, em média, 38 anos, com visto ou cidadania portuguesa e que, invariavelmente, tem alguma formação em instituições no país. 

Todo esse pessoal é atraído pelo mercado em expansão, nichos ainda inexplorados e, até mesmo, expectativas do próprio governo. Existem planos governamentais de implantar, pelo menos, um dentista em cada agrupamento dos centros de saúde no país. E quem não tem cidadania ou formação portuguesas, como validar o diploma? E sobre a remuneração, é realmente compensadora?

Como brasileiro pode ser dentista em Portugal?

A profissão de dentista no país exige a obtenção do registro junto a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD). O processo é feito após a conclusão do mestrado integrado em medicina dentária em Portugal.  O candidato brasileiro pode, ainda, pleitear equivalência de diploma após provas escrita e oral e uma defesa de tese. O método é permitido graças ao Decreto-Lei n.º 66/2018 que padroniza o reconhecimento de qualificações estrangeiras.

Vale lembrar, entretanto, que as universidades possuem autonomia para analisar o processo de equivalência. Porém, cabe à OMD a atribuição do título profissional. Veja o passo a passo para regularização do diploma brasileiro de dentista em Portugal: 

  1. Reunir a documentação necessária, sendo que cada instituição tem suas próprias regras 
  2. Candidatura ao mestrado integrado (ou tentar equivalência)
  3. Um ano de mestrado e estágio
  4. Defesa da tese
  5. Inscrição na OMD

Quanto ganha um dentista em Portugal?

Ok, o mercado está em expansão e as oportunidades são muitas, mas nem tudo são flores! O salário inicial de um dentista em Portugal pode ser o mínimo, ou seja, até € 1500. Por isso, muita gente usa o país como trampolim para outras nações europeias, até pelo baixo custo de vida. Ademais, mais da metade dos dentistas exerce a profissão para terceiros, enquanto 45% tem seu próprio consultório e 5% trabalha em centros de saúde. 

A OMD atesta, ainda, que acima de 88% dos dentistas não tem salário fixo. Sendo assim, mesmo que a entrada no mercado de trabalho seja rápida, o profissional enfrenta o chamado subemprego, com toda a incerteza que isso possa trazer. No intuito de melhorar a situação, acabam se empregando em mais de um consultório. No entanto, a realidade varia conforme a experiência profissional. 

Entre aqueles com mais de dez anos de formação, a grande maioria trabalha em consultório próprio. Até aí, a maior parte dos profissionais tem média salarial entre € 1500 e € 3000. Ocorre, ainda, de dentistas não receberem salário fixo e, também, aqueles que percebem remuneração variável sobre o ordenado mensal.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.