Qual o custo de vida no Marrocos, o país de grupos multiétnicos

O cálculo de quanto custa morar por lá depende do estilo de vida adotado 

- Tempo de leitura: 3 minutos -

Qual o custo de vida no Marrocos? A pergunta se forma pela observação de um país multiétnico, rico em cores, cultura e tradições. País que entrou em voga graças ao filme Casablanca e, mais recentemente, a novela O Clone, o Marrocos tem, na religião, a base de praticamente tudo. Lá, pode-se viver bem com pouco, a depender dos hábitos de vida.  

Separado da Espanha pelo Estreito de Gibraltar, o Marrocos é conhecido pelos seus mercados, riads (palacetes), medinas  e gastronomia. Além, claro, da variedade de culturas e religiões que convivem em seu território. Relativamente seguro, é banhado pelo sol inclemente e a poeira do Saara. 

Mas, espera, falamos em palacetes? Então, é assim que as pessoas moram no Marrocos? Os riads são as residências típicas das medinas, antigos centros cercados por muralhas. Obviamente, nem todo mundo mora em um pequeno palácio em Marrakesh, por exemplo, mas a moradia não é assim tão distante da realidade. 

Qual o custo de vida no Marrocos?

Em seu site, Colin Bosworth, um consultor que vive no Marrocos e oferece serviços a turistas ou pretendentes a moradores, fala sobre seu próprio custo de vida. Segundo ele, a pergunta é bastante comum e, por isso, resolveu sumarizar quanto ele e a família gastam mensalmente. 

Colin vive em Marrakesh, que não é a capital do Marrocos, mas é badalada e a mais procurada por turistas. Ele explica ser possível viver lá com relativamente pouco, principalmente comparado à Europa. Porém, pode-se gastar muito, dependendo do estilo de vida. 

A família de Colin (dois adultos e uma criança) gastam, por mês, em euros:

  • Imposto municipal: 50 €
  • Eletricidade e água: 120 €
  • Faxineira em tempo integral: 400 €
  • Seguro de veículos: 40 €
  • Telecomunicações (celulares e wi-fi): 70 €
  • Despesas médicas: 100 €
  • Manutenção da casa: 100 €
  • Alimentação: 250 €
  • Creche: 400 €
  • Roupas: 200 €

As despesas fixas chegam a cerca de 1.730 € por mês para uma família de três pessoas. Note que não gastam com aluguel, uma vez que possuem um pequeno riad em Marrakesh. Porém, Colin frisa que a família gasta mais do que o básico pelos hábitos de lazer. Por exemplo, sempre que comem fora, gastam 20 €, por pessoa, em um bom restaurante.

Sem contar com as bebidas, cuja garrafa de vinho custa cerca de 15 €. Para ir à praia, investem aproximadamente 25 € por dia com carro alugado, além da diária de 80 € do hotel. Gostam de visitar museus e parques, nos quais gastam, por exemplo, 10 € para entrar no Museu Yves St-Laurent ou nos Jardins Anima. 

Claro que existem formas de gastar bem menos. Dá para comer com menos de 10 € por dia se optar pelas compras em mercados locais. O aluguel de um bom apartamento básico pode custar apenas 400 euros por mês. 

Então, é barato morar no Marrocos?

O custo de vida em Marrocos é baixo, como já destacamos. A moeda local, o dirham marroquino (MAD) equivale a US$ 0,11, 0,095 € ou R$ 0,59, taxa cambial que favorece quem tem o orçamento limitado (sujeito a alterações conforme oscilação do câmbio). 

Veja:

  • apartamento de três quartos no centro da cidade: US$ 700 / 598 € / R$ 3728
  • apartamento de três quartos fora do centro da cidade: US$ 400 / 341 € / R$ 2129
  • Jantar para dois, em restaurante de nível médio: US$ 16 / € 13 / R$ 86
  • refeição em restaurante barato: US $ 3 / € 2.56 / R$ 16
  • uma semana de mantimentos: US $ 20 / € 17 / R$ 106

Precisa de visto para entrar no Marrocos?

De modo geral, salvo algumas exceções, não é necessário visto para entrar no Marrocos como turista. Basta ter o passaporte válido para uma visita de 90 dias. No entanto, se você deseja viver ou trabalhar lá, é preciso requerer a autorização de residência. A licença depende do tipo de estadia. 

Os requisitos para a licença podem variar um pouco, mas basicamente incluem: 

  • passaporte válido com algumas páginas em branco
  • fotos para passaporte
  • comprovante de situação financeira/renda

Para ter certeza da documentação, entre em contato com o consulado ou embaixada. Caso solicite a residência durante uma visita, inicie o processo nos primeiros 30 dias de estadia. Assim, terá tempo hábil para todos os trâmites. 

Então, o que achou sobre o custo de vida no Marrocos? Já está pensando em fazer suas malas para lá? Antes, dê uma olhada sobre quanto custa morar em outras cidades pelo mundo! Veja, por exemplo, o custo de vida em Dubai e quais são os melhores lugares para se aposentar

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais