Os 25 países mais caros do mundo para se viver

Grandes metrópoles, como Nova York e São Paulo, vão parecer uma pechincha perto destes países.

- Tempo de leitura: 7 minutos -

As cidades de Nova York e São Paulo têm a reputação de integrar a lista dos lugares mais caros para viver no mundo. A Big Apple, de fato, faz jus à fama e, considerando um custo de vida até 31% maior que alguns países. No entanto, quando falamos em custo de vida, é necessário analisar vários fatores, por exemplo, preços de aluguel, alimentação, impostos e a remuneração média. Aí, até Nova York vira uma pechincha perto de países omo a Suíça! Confira, a seguir, os 25 países mais caros do mundo para viver.  

Um ranking de países mais caros do mundo é construído a partir de análises complexas que envolvem as dificuldades para cobrir os custos de vida diários. O estudo também deve incluir o poder de compra local de cada país, mostra o que o salário pode realmente comprar. Geralmente, quanto mais alto o custo de vida geral e menor o poder de compra, mais o país sobe na lista dos lugares mais caros para se viver.

Vamos ver que países estão incluídos na lista elaborada pela GOBankingRates?

Antes de mais nada é importante destacar que os valores de índice de custo de vida e poder de compra local são relativos àqueles observados em Nova York, que possui um índice de referência de valor 100 para cada um dos itens avaliados. Foram avaliados também índices que representam custos com aluguéis, mercado e restaurantes para compor a classificação.

Os 25 países mais caros do mundo para viver

1 Islândia

Índice de custo de vida: 123,96

Poder de compra local: 87,84

O alto custo de vida da Islândia não se deve à moradia. O problema é o preço da comida, até 33% mais caro em restaurantes e 19% no caso de mantimentos. O poder de compra local também é menor que em praticamente todos os países da lista.

2 Suíça

Índice de custo de vida: 131,39

Poder de compra local: 126,15

A Suíça tem um dos custos de vida mais altos do mundo. Para se ter uma ideia, é 31% maior do que na cidade de Nova York. Ainda, tem os mantimentos mais caros do planeta. Por outro lado, os aluguéis custam a metade do que você pagaria na Big Apple, mas o imposto de renda pode chegar a 40%. No entanto, os suíços, pelo menos, têm poder de compra 26% maior em comparação com Nova York.

3 Noruega

Índice de custo de vida: 113,70

Poder de compra local: 107,95

O aluguel na Noruega custa menos da metade que nos EUA, mas a comida também é cara. O país é o terceiro mais caro do mundo em compras e refeições fora.

4 Bahamas

Índice de custo de vida: 100,68

Poder de compra local: 71,40

À primeira vista, a vida nas ensolaradas Bahamas é tão cara quanto em Nova York, por exemplo. No entanto, os custos de aluguel são 65% menores, além de que o país é o terceiro mais amigável com impostos do mundo.

5 Luxemburgo

Índice de custo de vida: 96,56

Poder de compra local: 116,73

Luxemburgo completa a lista dos cinco países mais caros do mundo para viver, ainda que possua alto poder de compra. Entretanto, esse mesmo poder de compra não se aplica a restaurantes, tendo em vista que o país ocupa o quinto lugar na lista de mais caros para comer fora.

6 Dinamarca

Índice de custo de vida: 93,30

Poder de compra local: 117,53

Embora a Dinamarca seja um pouco mais barata para viver que em Nova York, além do poder de compra mais alto, ocupa as primeiras posições em razão dos preços da alimentação. 

7 Singapura

Índice de custo de vida: 91,40

Poder de compra local: 95,89

A vida em Singapura é um pouco mais barato que a de Nova York, por exemplo, o que inclui aluguéis 28% mais baratos.

8 Japão

Índice de custo de vida: 86,58

Poder de compra local: 107,35

O custo de vida no Japão é menor que em várias capitais mundiais, incluindo aluguel e alimentação. O poder de compra também é elevado e supera o de Nova York em 7%.

9 Israel

Índice de custo de vida: 86,53

Poder de compra local: 102,30

Embora Israel tenha alto custo de vida, ainda é mais barato do que em megalópoles, especialmente no quesito aluguel. 

10 Irlanda

Índice de custo de vida: 85,45

Poder de compra local: 96,10

Embora complete os dez países mais caros para se viver, a Irlanda ainda consegue ser relativamente econômica em alguns aspectos. A poupança mais significativa é no aluguel, 53% mais barato que em Nova York.

11 Austrália

Índice de custo de vida: 84,30

Poder de compra local: 122,98

Mesmo que a Austrália seja um dos países mais caros para viver, os residentes têm, em compensação, um dos maiores poderes de compra do mundo. O país ocupa o 5º lugar nesse quesito, garantindo a seus cidadãos poder de compra 23% maior que Nova York.

12 França

Índice de custo de vida: 83,86

Poder de compra local: 101,21

A França tem um custo de vida alto, mas também é 16% mais barato que em Nova York. Só para ter uma ideia, o aluguel tem taxas 71% menores. 

13 Suécia

Índice de custo de vida: 83,70

Poder de compra local: 113,01

O alto custo de vida da Suécia é atenuado pelo alto poder de compra. No entanto, o país também tem uma das taxas de imposto menos amigáveis, com o imposto de renda pessoal oscilando em torno de 62%.

14 Nova Zelândia

Índice de custo de vida: 83,41

Poder de compra local: 98,61

O custo de vida da Nova Zelândia é quase 17% inferior ao de Nova York, embora seja um dos países mais caros para viver. Os impostos de renda do país também são mais baixos que nos EUA, em cerca de 4%.

15 Bélgica

Índice de custo de vida: 83,35

Poder e compra local: 98,91

A vida na Bélgica é mais barata do que em grandes metrópoles, como Nova York, principalmente quando se trata de aluguel. Ainda, os belgas têm um poder de compra local alto, considerando os mesmos parâmetros. 

16 Coreia do Sul

Índice de custo de vida: 82,94

Poder de compra local: 109,36

A vida na Coreia do Sul é mais cara do que nos Estados Unidos, mas ainda tem aluguel 77% mais barato, em média.

17 Holanda

Índice de custo de vida: 82,69

Poder de compra local: 109,48

A Holanda, um dos países mais liberais do mundo, custa mais caro que os Estados Unidos. Também não é muito favorável aos impostos, com alíquotas de imposto de renda pessoal de até 52%.

18 Finlândia

Índice de custo de vida: 81,70

Poder de compra local: 119,42

Embora a Finlândia seja um dos países mais caros do mundo para se viver, ainda consegue ter aluguel e mantimentos mais baratos que muitos da lista. Os residentes também desfrutam de um poder de compra local 20% maior que em Nova York.

19 Áustria

Índice de custo de vida: 81,47

Poder de compra local: 98,69

A taxa de imposto de renda de 55% é apenas um fator que torna a Áustria um país caro para se viver. No entanto, para amenizar o golpe, o poder de compra local é apenas 1% menor que o da cidade de Nova York e o aluguel é 71% mais barato.

20 Itália

Índice de custo de vida: 79,06

Poder de compra local: 81,07

A Itália tem custo de vida mais caro do que nos EUA e está entre os 20 maiores do mundo. No entanto, os custos são 21% inferiores aos de Nova York, com o aluguel 77% mais barato e os mantimentos custando 32% menos.

21 Reino Unido

Índice de custo de vida: 75,85

Poder de compra local: 108,54

O Reino Unido paga 39% menos em mantimentos do que em Nova York. Em contrapartida, os britânicos pagam mais impostos, com uma taxa de imposto de renda pessoal de 45%.

22 Alemanha

Índice de custo de vida: 74,35

Poder de compra local: 125,01

Custa 25% menos morar na Alemanha do que em Nova York e o país também oferece 25% a mais de poder de compra. No entanto, a taxa de imposto pessoal de 47,5% torna a Alemanha um dos países mais tributados do mundo.

23 Estados Unidos

Índice de custo de vida: 72,95

Poder de compra local: 127,62

Mesmo sendo um dos países mais caros para se viver, os Estados Unidos, no geral, têm um custo de vida significativamente mais baixo do que Nova York, que fica em seu território. O resto do país também tem um poder de compra médio 28% maior que o da metrópole.

24 Canadá

Índice de custo de vida: 72,48

Poder de compra local: 118,92

O Canadá tem um custo de vida comparável ao dos EUA, embora aluguel e mantimentos sejam mais baratos que em Nova York. Os canadenses também têm 4% a menos de imposto de renda.

25 Malta

Índice de custo de vida: 70,92

Poder de compra local: 66,24

Embora Malta tenha um alto custo de vida, há benefícios em morar lá, como o aluguel e mantimentos mais baratos que em outros países da lista. 

Assustado com as estatísticas dos 25 países mais caros do mundo para viver? Confira, em nosso site, mais curiosidades!

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.