Conheça 21 Animais típicos do Peru

A diversidade da fauna peruana encanta tanto quanto a variedade cultural e de territórios.

- Tempo de leitura: 12 minutos -

O que vem a sua mente quando falamos em animais típicos do Peru? Se respondeu lhama, não se preocupe! O parente fofinho próximo do camelo realmente virou símbolo do país! Mas, o fato é que o Peru tem fauna extremamente diversa, resultado de um território vasto e também distinto. Entre pássaros, répteis e mamíferos, você pode se surpreender com a variedade de animais que podem ser encontrados no país! 

O Peru é especialmente conhecido pelas ruínas milenares, a atmosfera andina, culinária requintada e cultura fenomenal. Destino que garante experiência para a vida, o país impressiona pelas paisagens diversificadas, resultando em imensa variedade da fauna.  Quando falamos em diversidade, estamos nos referindo a, pelo menos, 1.800 espécies de pássaros e 4.200 espécies de borboletas

Isso sem falar na infinita quantidade de répteis, mamíferos, peixes e insetos. Nos pelicanos endêmicos, corvos-marinhos e atobás que habitam as Ilhas Ballestas, ou os condores majestosos que voam acima dos impressionantes cânions Colca e Cotahuasi. Mais ainda, nas inúmeras espécies exóticas da Amazônia e do Altos Andes. 

Conheça, a seguir, 21 animais típicos do Peru para ter uma ideia da imensidão deste país! 

Por que há tanta diversidade animal no Peru?

O Peru deve a impressionante e diversa fauna aos três principais ecossistemas existentes dentro de suas fronteiras – Cordilheira dos Andes, Amazônia e o deserto da costa do Pacífico

Lar de 28 das 32 zonas climáticas existentes em nosso planeta, este é um dos países com a maior biodiversidade que se conhece. Ao todo, são mais de 1.800 espécies de pássaros, 500 mamíferos e 300 répteis, anfíbios e inúmeros insetos. 

Entre toda essa vida selvagem, estão alguns dos animais mais raros do planeta, como o esquivo puma e o ameaçado urso de óculos. 

O país possui mais de 50 reservas de vida selvagem protegidas, onde os animais podem prosperar longe das marcas ameaçadoras do homem. É aqui, em algumas das regiões mais remotas do país, que você encontrará alguns de seus animais selvagens mais raros e inspiradores.

21 Animais típicos do Peru

Mamíferos do Peru

1 Lhama (Lama glama)

Lhama (Lama glama)
Lhamas

É impossível começar uma lista de animais típicos do Peru sem falar na lhama! Sinônimo da própria cultura peruana, o animal enfeita bichos de pelúcia e artesanatos produzidos na região. 

Também nativa do Chile, Bolívia e Argentina, a lhama era usada como animal de carga pelos incas, além de alimento. Resistente, o animal pode carregar até 40 quilos de peso por 40 quilômetros, sem parar. Atinge 1,8 metro de altura, pesando 200 quilos. 


Confira:17 animais típicos da Argentina que são uma verdadeira riqueza!


2 Alpaca (Vicugna pacos)

Alpaca (Vicugna pacos)
Alpaca

Prima forte, porém mais baixa da lhama, a alpaca se diferencia pela pelagem dourada, mas tem igual resistência. Contudo, o pelo macio dá origem a valiosos tecidos de lã, o que, de certo modo, a coloca em risco. 

Ademais, a carne de alpaca é valorizada por ter baixo índice de colesterol, ou seja, o bichinho é frequentemente encontrado sob a forma de bife grelhado nos restaurantes. Altura e peso aproximados a 1 metro e 70 quilos, respectivamente.  

3 Vicunha (Vicugna vicugna)

Vicunha (Vicugna vicugna)
Vicunha

A vicunha é outro camelídeo sul-americano que vive nas zonas altas dos Andes, especialmente em Nazca, também conhecido pela lã muito fina. 

Prima das lhamas, era celebrada pelos incas justamente pela pelagem, graças à sua maciez e capacidade de reter o calor. Por isso, as vicunhas conseguem se manter aquecidas mesmo nas temperaturas gélidas dos Andes. Pequena, mede 90 centímetros e pesa até 40 quilos.  

4 Cachorro pelado peruano

Cachorro pelado peruano
Cachorro pelado peruano (Paradais Sphynx, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

O cachorro pelado peruano (em castelhano: Perro sin pelo del Perú) é uma linha, até recentemente, quase extinta cães sem pêlos que data de sociedades pré-colombianas. 

Suas origens são relativamente desconhecidas, mas o que se sabe é que o animal era muito cultuado pelas antigas culturas incas. Tanto que aparece em várias cerâmicas, esculturas e arte Incas no Peru, datadas de 300 a.C. Porém, não é difícil encontrá-lo ao vivo e a cores.

O cão pode ser encontrado em todo o país, especialmente na costa oeste ou vagando por alguns dos mais famosos sítios arqueológicos, como Chan Chan e Pachacamac. O cachorro pelado peruano é tão especial que, em 2001, o Peru garantiu que fosse o único canino nativo do país a ser protegido. Ainda, comemora-se o Dia Nacional do Cão Sem Pêlo do Peru em 12 de junho. 

5 Vizcacha (Lagidium peruanum)

Vizcacha (Lagidium peruanum)
Vizcacha (Alexandre Buisse (Nattfodd), CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

Coelho? Chinchila? Esquilo? Ou um tipo de Pokémon da vida real? A vizcacha, bichinho fofinho que habita as regiões do Vale Sagrado, Machu Picchu e Canyon Colca, pode mesmo ser uma mistura de tudo isso! O roedor cinza de cauda longa e espessa é um animal endêmico da região, isto é, não pode ser encontrado em outras regiões do mundo.  

6 Guanaco (Lama guanicoe)

Guanaco (Lama guanicoe)
Guanaco

O Peru é lar de várias espécies de camelídeos e o guanaco é mais um deles. Parecido com a lhama, tem pêlo mais denso, curto e desgrenhado, além de marrom com listras cinza. O bichinho de orelhas pontudas  pode atingir até 1,1 metro de altura.

7 Boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis)

Boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis)
Boto-cor-de-rosa (Renilson Silva, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

O simpático Boto-cor-de-rosa também é encontrado na Amazônia peruana, dando show de fofura em cruzeiros pela selva. O maior golfinho de água doce do planeta pesa até 180 quilos, atinge 2,5 metros de comprimento e tem uma curiosidade interessante. A pele translúcida revela vasos capilares bastante visíveis e, quanto mais feliz o boto está, mais rosado fica.   

8 Urso de óculos (Tremarctos ornatus)

Urso de óculos (Tremarctos ornatus)
Família de ursos de óculos

Localmente conhecido como jukumari, o urso de óculos andino é o único urso da América do Sul, portanto, trata-se de uma espécie relativamente pequena em quantidade. Tanto que os remanescentes são vistos nas áreas de alta altitude ao norte do Peru, já na fronteira com o Equador. 

O nome vem da mancha em forma de anel ao redor dos olhos. É um animal raro de ser visto, em virtude de seu comportamento recluso.

Embora seu habitat seja as florestas de grande altitude, principalmente nas encostas da Cordilheira dos Andes acima de 4.000 m de altitude, já foram encontrados em desertos costeiros. O motivo: a busca por alimento. Afinal, não é nada fácil sustentar uma estrutura que chega a 200 quilos.  

9 Jaguar (Panthera onca)

Jaguar (Panthera onca)
Jaguar, popularmente conhecido por aqui como onça-pintada

Maior felino das Américas, o jaguar, familiarmente conhecido como onça-pintada, mede impressionantes 2,70 metros e chega a pesar 100 quilos. 

Arisco, o animal entrou na triste lista de espécies em extinção, em virtude da caça indiscriminada, queimadas e desmatamento. No Peru, por exemplo, é raramente visto no meio da selva  ou em áreas de proteção ambiental, como a Reserva da Biosfera de Manu.  

Durante o passeio por lá, inclusive, é importante ficar atento às margens dos rios, para onde as onças vão em busca de água. Mas, tenha em mente que, assim como os tigres, o jaguar é um caçador solitário e tem comportamento bastante esquivo. 

De mordida poderosa, tem veados, antas, crocodilos e cobras grandes na lista das presas favoritas.  

10 Puma (Puma concolor)

Puma (Puma concolor)
Puma

Indiscutivelmente a espécie mais rara de vida selvagem do Peru, o puma é de suma importância histórica no país. Segundo lendas da região, a antiga cidade inca de Cusco foi moldada a partir do elegante perfil do animal. 

É um dos animais sagrados que representam o céu, terra e subsolo, junto ao condor e a cobra. A espécie adulta tem altura de 60 a 90 centímetros e comprimento de 2,4 metros do nariz à cauda, pesando até 100 quilos. 

Atualmente, alguns indivíduos permanecem nas montanhas dos Andes, na região ao redor de Cusco, Arequipa e algumas reservas, como Tambopata. Tradicionalmente, os pumas habitam uma das maiores extensões geográficas de qualquer mamífero no hemisfério ocidental. Assim, são frequentemente vistos caçando guanacos no sul da Patagônia.

11 Baleia jubarte (Megaptera novaeangliae)

Baleia jubarte (Megaptera novaeangliae)
Baleia jubarte

As baleias jubarte se dirigem para as águas mais quentes do norte do Peru de agosto a outubro para dar à luz. Em Mancora, são oferecidos passeios para avistá-las e, com sorte, vê-las dando saltos na água. 


Aves do Peru 

12 Pinguim de Humboldt (Spheniscus humboldti)

Pinguim de Humboldt (Spheniscus humboldti)
Pinguins de Humboldt

Um cruzeiro pela Antártica, infelizmente, não é um passeio acessível a todos. Felizmente, temos as Ilhas Ballestas, lar de grande variedade de vida selvagem, incluindo os belos pinguins de Humboldt. Aliás, este é o único lugar fora do continente gelado onde eles podem ser vistos. Além deles, um passeio pelas ilhas garante avistar pelicanos peruanos, leões marinhos, cormorões, andorinhas incas e incontáveis ​​pássaros migratórios.

13 Galo da rocha (Rupicola rupicola)

Galo da rocha (Rupicola rupicola)
Galo da rocha (AISSE GAERTNER, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O galo da rocha, ou tunki, é uma ave nacional peruana encontrada em florestas tropicais e subtropicais próximas a áreas rochosas, onde constroem seus ninhos. 

Conhecida por sua cor vermelha brilhante e plumagem distinta, emite um canto gutural para atrair parceiros. Pode até não ser tão famoso quanto outras espécies, mas vislumbrá-lo pulando de galho em galho encanta até o mais apático observador. 

Falando em observação, o Peru ocupa o segundo lugar entre os locais com mais espécies únicas e constantemente descobertas. Por isso, é um dos melhores destinos de observação de pássaros do mundo

Ainda que o galo da rocha seja visto nas florestas andinas, o melhor lugar para encontrá-lo é na Reserva da Biosfera de Manu, listada pela UNESCO, além da famosa Trilha Inca.    

14 Condor-dos-andes (Vultur gryphus)

Condor-dos-andes (Vultur gryphus)
Condor-dos-andes

O condor-dos-andes é conhecido como um dos maiores pássaros voadores do mundo. Habita o alto do Vale Sagrado, Canyon Colca e Cutahuasi, onde alcança voo com seus 3 metros de envergadura nas primeiras horas do dia. O pássaro chega a 1 metro de altura e pesa entre 11 e 15 kg. Uma de suas principais características é mudar a penugem da juventude para a fase adulta. 

Começa na cor castanha, passando para plumagem preta com penas brancas que circundam o pescoço e parte das asas. Os machos ainda têm uma crista vermelha colorida na cabeça. A ave é tão importante e simbólica para o país que inspira canções indígenas já adaptadas por cantores internacionais, como Simon & Garfunkel.    


Répteis do Peru

15 Lagartixa peruana (Microlophus peruvianus)

Lagartixa peruana (Microlophus peruvianus)
Lagartixa peruana (nature.catcher, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

A lagartixa peruana é um réptil  encontrado na costa desértica do Peru, Equador e norte do Chile. Mede entre 12 e 35 centímetros, e se alimenta de tudo, mas principalmente artrópodes, vegetação e inclusive filhotes de sua própria espécie!

16 Anaconda ou Sucuri (Eunectes)

Anaconda ou Sucuri (Eunectes)
Sucuri (Dave Lonsdale, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

Imortalizada em sequências infindáveis de filmes estadunidenses, a anaconda é considerada a maior cobra do mundo. A sucuri pode atingir até 10 metros de comprimento e pesar até 250 kg. A cobra vive em árvores da floresta tropical peruana, das quais escorrega para atacar suas presas. Também é encontrada em rios e lagoas, frequentemente surpreendendo presas desavisadas.

A anaconda tem cor verde escura, com barriga ligeiramente mais clara e laterais com manchas pretas e bege. E não, ela não vai perseguir você em suas incursões pela floresta, no mais típico instinto assassino.

17 Bocaracá (Bothriechis schlegelii)

Bocaracá (Bothriechis schlegelii)
Cobra Bocaracá

Mais uma espécie endêmica de réptil, a cobra bocaracá, também conhecida como Cobra-de-pestana, habita a região tropical do Peru. Atinge mais de um metro de comprimento, com presas e mandíbulas poderosas. Tem, como uma de suas principais características, abas proeminentes que a ajudam a se mover pela folhagem da selva, principalmente nas áreas mais úmidas.

18 Tartaruga marinha

Tartaruga marinha
Tartaruga marinha

A Playa El Nuro, alcançável por um passeio de barco a partir de Los Organos, reúne uma das poucas espécies de tartarugas marinhas nativas da costa peruana. Como se trata de um local turístico, é permitido nadar com elas, mas sem tocá-las. O intuito é evitar que a espessa camada de muco encontrada no casco seja removida, expondo o animal a várias  doenças.  


Anfíbios do Peru

19 Ameerega macero

Ameerega macero
Ameerega macero (Erfil, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

Anfíbio encontrado no Peru e no Brasil, principalmente nos departamentos de Junín, Cusco, Ucayali e Madre de Dios, no Peru, e no Parque Nacional da Serra do Divisor e Reserva Extrativista do Alto Juruá, no Acre (Brasil).


Peixes do Peru 

20 Peixe-gato listrado (Trachelyopterichthys taeniatus)

Peixe-gato listrado (Trachelyopterichthys taeniatus)
Peixe-gato listrado (Clinton & Charles Robertson, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

O peixe-gato listrado é um tipo de peixe-gato que navega pelas águas do alto rio Amazonas. O corpo alongado tem cor marrom avermelhada com listras. Para se proteger, vive atrás de pedaços de madeira.

21 Arraia jamanta gigante (Mobula birostris)

Arraia jamanta gigante (Mobula birostris)
Arraia jamanta

A temível arraia jamanta gigante vive nas águas do Pacífico, ao sul do Peru. Ainda que se saiba muito pouco da espécie desde a primeira publicação sobre ela, em 1904, projetos ambientais tentam protegê-la da pesca e extinção. O animal chega a pesar mais de uma tonelada e medir até sete metros. 


Conhecer a fauna de outros países é muito interessante, não é mesmo? Após saber quais são os animais típicos do Peru, que tal descobrir os bichos facilmente encontrados na Argentina? Além dos animais do nosso Pantanal que precisam, urgentemente, de proteção ambiental? 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->