Serra do Rio do Rastro (SC), uma verdadeira aventura pelo Sul brasileiro!

O destino serrano localizado no município catarinense virou cartão postal do estado e chega a mais de 1.400 metros de altitude!

0

Pense em uma estrada sinuosa literalmente descendo serra abaixo, cheia de mirantes belíssimos diante de alturas vertiginosas. Esta é a Serra do Rio do Rastro, no sul de Santa Catarina. 

O cartão postal do estado é destino de aventureiros que sonham com vistas espetaculares a mais de 1.400 m de altitude! Confira, a seguir, dicas, como chegar e as principais informações sobre a Serra do Rio do Rastro. 

A Serra do Rio do Rastro é tida como uma das estradas mais impressionantes do país e, por isso, a mais famosa do Brasil. O viajante encontra subidas íngremes, além de mirantes de tirar o fôlego entre montanhas e penhascos. Ao todo, são 256 curvas em mais de 35 km de extensão, o que exige certa atenção do motorista ou motociclista. 

Curvas da Serra do Rio do Rastro (SC)
A Serra do Rio dos Rastros é marcada pelas suas curvas sinuosas

Onde fica a Serra do Rio do Rastro

A Serra do Rio do Rastro está localizada em Santa Catarina, entre os municípios de Lauro Muller e Bom Jardim da Serra. Como parte da Rodovia SC-390, trajeto que liga o litoral catarinense ao Planalto Serrano, era conhecida como Serra do 12. O mirante da Serra fica a 11km de Bom Jardim, 20km de Lauro Muller e 200km de Florianópolis, considerando que todos os acessos são asfaltados. 

A geografia acidentada permite que a serra seja bem preservada e coberta pela majestosa Mata Atlântica. Além disso, abriga uma fauna diversificada, com vários tipos de felinos e macacos.

Quati na Serra do Rio do Rastro
Quati na Serra do Rio do Rastro

Como chegar à Serra do Rio do Rastro

Existem dois acessos principais à Serra. O primeiro é por São Joaquim e Urubici, seguindo acima da serra por Bom Jardim da Serra. O outro é por Criciúma ou Tubarão, por baixo da serra, seguindo por Lauro Muller. Aliás, este é o caminho feito por quem sai de Florianópolis, pegando a SC-282. A rota passa pelas cidades de Santo Amaro da Imperatriz e Rancho Queimado até chegar a Bom Retiro. 

De lá, pegar a SC-110, passar por Urubici e descer até a SC-390. Chegando à rodovia, seguir a direção leste até Lauro Muller, trajeto de 40km até o topo.

  • Como chegar de carro – outras rotas: acesso rodoviário pela SC-438, rodovia liga a BR-101 (na altura do município de  Tubarão, distante 70 km) à BR-116 (na altura de Lages, distante 159 km).
  • Como chegar de ônibus: pelas empresas Alvorada, Reunidas, Santo Anjo, São José, Catarinense, ZTL e Nevatur. 

Curiosidade – Câmera ao vivo na Serra do Rio do Rastro

Que tal dar aquela espiadinha? Não, não estamos falando da casa mais vigiada do Brasil, mas da estrada mais famosa e desafiadora do país! Curiosos podem acompanhar o movimento da serra pela câmera instalada em seu topo! Para conferir, basta clicar aqui

Imagens da câmera ao vivo da Serra do Rio do Rastro
Imagens da câmera ao vivo da Serra do Rio do Rastro

O que fazer na Serra do Rio do Rastro?

A Serra do Rio do Rastro já é, por si só, uma atração à parte, com seu trajeto recheado de paradas de onde o viajante pode tirar belas fotografias. Como a serra é íngreme e cheia de curvas, cada ponto permite um ângulo diferente. A boa notícia é que estrada é toda pavimentada com concreto. 

Confira abaixo nossas dicas de o que fazer na Serra do Rio do Rastro:

Mirante na Serra do Rio do Rastro

Já falamos que a Serra do Rio do Rastro é lotada de paradas com vistas deslumbrantes, mas sem dúvida alguma, aquela que tem a melhor visão é o Mirante, já chegando ao topo. E é interessante observar os contrastes, dependendo de onde o passageiro parte. Se sair de Bom Jardim, os campos planos acima da serra, acaba surpreendido pela serra que começa abruptamente. 

O mirante está no topo da serra, na parte plana, a 1.460 m de altitude. De lá, é possível observar parte da estrada e da serra, além da planície ao fundo, no desnível de 1.200 m abaixo. 

Para ter uma experiência completa, o ideal é chegar ao mirante entre às 11h e 15h, quando o sol está a pino e há menor incidência de neblina. O ponto é tão alto que a vista chega a 100km de distância em dias de boa visibilidade.

Vista do Mirante da Serra do Rio do Rastro
Vista do Mirante da Serra do Rio do Rastro

Agora, uma dica: você estará a mais de 1.400 m de altitude, então, independente da estação, leve um agasalho! As temperaturas no topo da serra caem consideravelmente, principalmente no inverno, quando as geadas são frequentes e há, inclusive, ocorrência de neve! E, como é a estrutura do mirante? Ótima, com lanchonete, restaurante, banheiro, loja de lembrancinhas e um posto da Polícia Rodoviária Federal. 

Mirante da Serra do Rio do Rastro
Mirante da Serra do Rio do Rastro

Serra do Corvo Branco

A 30km de Urubici, é conhecida por ligar litoral e serra catarinenses, tendo como grandes destaques os paredões de pedra em seus limites. 

Paredões na região da Serra do Corvo Branco
Paredões na região da Serra do Corvo Branco

Cascata da Barrinha

Pequena e de fácil acesso, a cachoeira está a 7,6 km do Mirante, às margens da SC-438 e próxima à Bom Jardim da Serra. Tão perto que, para chegar, basta estacionar em frente ao portal da cidade ou ao lado da Churrascaria Cascata, de onde já avista a bela cachoeira. 

Uma escadaria ladeando o pórtico leva, também, ao nível d´água. Aproveite e mate a fome da churrascaria, cenário agradável com vista para muito verde. 

Cascata da Barrinha, na região da Serra do Rio do Rastro
Cascata da Barrinha

Cânion da Ronda e Usina Eólica

Ainda no topo, visite o Cânion da Ronda, de onde se tem vistas belíssimas e ainda permite visitar a usina eólica. Antes de começar a descida, basta acessar à direita. Do cânion, siga por 3 km até o Mirante do Cânion, uma nova atração da região com vistas ainda mais espetaculares. O acesso ao mirante se dá pelo Café Alto da Serra, antes de chegar à primeira curva da descida. 

Parque Eólico de Bom Jardim da Serra
Parque Eólico de Bom Jardim da Serra

Desde o ponto de acesso até o mirante, são 500 m de trilha finalizada em uma parada que permite a vista de 360º da parte central do cânion. 

Cânion da Roda (Serra do Rio do Rastro/SC)
Cânion da Roda

Cânion das Laranjeiras

O Cânion das Laranjeiras está no município de Bom Jardim da Serra e tem 1.500m de altitude. O visitante segue uma trilha para chegar até lá e se depara com fendas, cachoeiras e um cenário típico dos recantos montanhosos. 

Paredão do Cânion das Laranjeiras
Paredão do Cânion das Laranjeiras

Cânion do Funil

Contrate um guia e siga a trilha do Cânion do Funil, caminho com 7km de extensão em Bom Jardim da Serra. 

Cânion do Funil, em Bom Jesus da Serra
Cânion do Funil

Vinícolas

Para completar a contemplação dessa viagem ecoturística, que tal visitar as vinícolas da região?  Uma das mais famosas é a Villa Francioni, cujo agendamento pode ser feito pelo site (clicando aqui). 

Uma informação importante é que a maior parte das pousadas e restaurantes da serra catarinense serve vinhos da própria região. 

Vinícola Villa Francioni, em São Joaquim
Vinícola Villa Francioni, em São Joaquim

Pedra Furada

A Pedra Furada é o monumento rochoso cuja circunferência chega a 30 m em formato de janela. De fato, o visitante pode tirar uma foto da estrada, mas é possível conferir a escultura de perto seguindo pela Trilha do Morro da Igreja. Vale destacar que está localizada em Urubici.

Pedra Furada, em Urubici (Serra do Rio do Rastro/SC)
Pedra Furada

Urubici

Falando em Urubici, porque não esticar e visitar a cidade bucólica e relaxante? Aproveite e visite plantações de maçãs, acompanhe a produção artesanal de queijos e doces, além de experimentar as deliciosas conservas. Para quem quer mais aventura, Urubici oferece extensa lista de atividades, como rapel, pesca esportiva, canoagem, caminhadas, cavalgadas, além do turismo rural. 

Na cidade, também há o conhecido Morro da Igreja, sede de uma das bases da Aeronáutica. Para subir o morro, é preciso obter uma autorização do ICMBio, no centro da cidade. Lá no alto, o visitante se encontra a 1.822m acima do nível do mar, área costumeiramente coberta pela neblina. 

Morro da Igreja, com a Pedra Furada em destaque, em Urubici
Morro da Igreja, com a Pedra Furada em destaque, em Urubici

Ainda na cidade, visite a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, cercada por paredões de pedra e uma queda d’água de 10m de altura.  No centro, encontra-se uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes em meio a objetos e fotos deixadas pelos fiéis. Em outubro, ocorre a Romaria da Penitência até o local. 

Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, em Urubici
Gruta de Nossa Senhora de Lourdes

Na Cachoeira do Avencal, 1.900 m de queda livre aguardam os amantes do rapel. A chegada pode ser feita de carro na parte de cima da cachoeira e o passeio é recomendado a ser feito com guias, devido ao local escorregadio. 

Vista aérea da Cachoeira do Avencal, em Urubici (Serra do Rio do Rastro)
Vista aérea da Cachoeira do Avencal

Por fim, não deixe de conhecer a Cascata Véu de Noiva, com 60m de queda que se entremeia nas rochas. O nome vem da espuma que se forma em períodos de grande volume de água. A atração conta com estrutura de lojinhas, lanchonete e pousada. 

Cascata Véu de Noiva, Serra do Rio do Rastro (Urubici)
Cascata Véu de Noiva

Cervejaria Lohn Bier

Ao terminar a descida pela serra, o viajante encontra a cervejaria Lohn Bier, uma das melhores de Santa Catarina. O complexo abriga a confecção da cerveja, loja, restaurante e pub. Mais informações pelo site da cervejaria, clicando aqui

Cervejaria Lohn Bier, em Lauro Muller
Cervejaria Lohn Bier, em Lauro Muller

Onde ficar na Serra do Rio do Rastro?

Rio do Rastro Eco Resort: construído de forma a conceber o contato com a natureza, o resort oferece opções de chalés e acomodações. Oferece piscina e terraço ao ar livre, churrasqueira, jardim, bar, restaurante, além de atividades diversas. 

Real Nob Hotel: apartamentos dotados de todas as amenidades, além de restaurante, estacionamento, entre outros serviços. 

Estância Pé da Serra: pousada com vasta área de lazer, trilhas espetaculares, açudes, grandes pomares, vistas panorâmicas e encontros familiares.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.