O Desafio do Pico das Agulhas Negras, o Quinto Mais Alto do País!

Localizado no Parque Nacional do Itatiaia, entre Rio de Janeiro e Minas Gerais, o Pico das Agulhas Negras oferece uma vista imperdível para quem encara as trilhas da Parte Alta

0

“Paisagem indescritível! Experiência desafiadora! Vista espetacular! Muito frio!”. Estes são apenas alguns dos comentários que você vai ouvir de quem encarou o desafio que é subir a trilha para o Pico das Agulhas Negras, o terceiro mais alto de Minas Gerais, e o quinto mais alto do Brasil! 

Localizado no Parque do Itatiaia, entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, a célebre montanha exige do viajante superação e contemplação. Mas, ao chegar lá, ele vê o quanto vale a pena!

Sobre o Pico das Agulhas Negras

O Pico das Agulhas Negras é o ponto culminante do estado do Rio de Janeiro, além de ser o terceiro mais alto de Minas Gerais. 

Pico das Agulhas Negras, em Minas Gerais
O Pico das Agulhas Negras

No Brasil, a montanha é a quinta de maior altitude. Costuma registrar temperaturas negativas no inverno, mesmo situado na zona tropical. Guarda a nascente do Rio Preto, com 222km de extensão e a divisa natural entre os dois estados acima. 

Onde fica o Pico das Agulhas Negras?

O Pico das Agulhas Negras está no Parque Nacional do Itatiaia, o mais antigo do Brasil, em plena Serra da Mantiqueira, junto a outros picos com altitude também superior a 2 mil metros. O Parque é dividido entre Parte Baixa e Parte Alta, onde fica o Pico.

O Parque Nacional do Itatiaia está localizado entre o município mineiro de Bocaína de Minas, e os fluminenses de Itatiaia e Resende. Porém, a portaria para a Parte Alta fica no no povoado de Engenheiro Passos

Altitude do Pico das Agulhas Negras

A altitude do Pico das Agulhas Negras chega a, nada menos, que 2.791 m. Nisso tudo, são mais de 20 vias de escalada com graus diferentes de dificuldade. É bom ter isso em mente na hora de calcular o tempo de subida que, em média, varia de 45 minutos até a base somados a 2h até o cume. Ou seja, são quase três horas de subida! Mas, não se preocupe, pois a vista do Vale do Paraíba, Maciço das Prateleiras e Planalto Mineiro vai compensar! 

Vista do alto do Pico das Agulhas Negras
Vista do alto do Pico das Agulhas Negras

Informações básicas sobre a Trilha do Pico das Agulhas Negras

A entrada da Parte Alta, onde fica o Pico, está no povoado de Engenheiro Passos, a 12 km de Itatiaia. De lá, é preciso seguir a estrada Rio-Caxambú (BR 354) por 23km até a Garganta do Registro. Aqui, o turista pega outra estrada, encarando chão de terra batida ou asfalto precário, por mais 17km. Daí, chega à portaria para deixar o carro estacionado. O ingresso custa R$ 16,00 (sujeito a alterações) e deve ser pago em dinheiro.

Dali, o viajante vai enfrentar mais 3km de caminhada até o Abrigo Rebouças, o ponto de partida para a trilha do Pico das Agulhas Negras. 

E quando ir ao Pico das Agulhas Negras? Apesar do frio de congelar os ossos, o ideal é visitar a região no inverno, quando há menos incidência de chuvas, portanto, o risco de uma tempestade de raios é menor. Essa condição, inclusive, inviabiliza subir o pico no verão. 

Mas, prepare-se, pois o frio é realmente intenso e não raro cai geada à noite! Tanto que, ao amanhecer, o chão está coberto de branco! Certo, mas indo até o Pico, onde me hospedo? 

Dentro do parque, o visitante pode optar entre o camping e o abrigo. O primeiro, bem organizado, oferece banheiro com três cabines, mesa e tanque. A recomendação é levar uma boa barraca e saco de dormir reforçado para enfrentar as temperaturas negativas. 

O abrigo, por outro lado, é bastante organizado e disponibiliza dez beliches em um quarto. Mais uma vez, leve o saco de dormir, já que não há cobertores nas camas, apenas colchões. O barulho feito pelos outros visitantes pode incomodar, então, não custa nada levar um tapa ouvidos também. A cozinha, apesar de grande, oferece poucos utensílios e o chuveiro não é aquecido. 

Abrigo Rebouças, no Pico das Agulhas Negras
Abrigo Rebouças

Contudo, não é obrigatório hospedar-se no Pico para fazer a trilha, pois o trajeto pode ser feito em um dia só. Lembre-se, apenas, de que há o limite de 80 pessoas para a trilha, então, você corre o risco de tentar entrar e não conseguir. 

A recomendação é chegar antes das 06h, mesmo se dormir no abrigo ou camping. Mais informações podem ser obtidas pelo site do Parque Nacional do Itatiaia

Sobre a trilha do Pico das Agulhas Negras

O grau de dificuldade da Trilha do Pico das Agulhas Negras é alto, portanto, vá preparado! O trajeto tem três etapas. A primeira, de grau mais leve, dura menos de 1h até a base da montanha em um caminho sem muitas elevações. 

A segunda parte começa a dificultar um pouco, acrescentando inclinação considerável com uso de cordas em alguns pontos. Por fim, o trilheiro deve esperar pular entre fendas e subir por rochas empilhadas na última fase. 

Trilha do Pico das Agulhas Negras
Trilha do Pico das Agulhas Negras

Já deu pra ver que vai precisar de um bom calçado, seja ele tênis ou bota de trekking, né? Além de bastante cautela, pois a trilha envolve riscos o tempo todo! Mas, o calçado não é o único equipamento necessário para a caminhada no terreno íngreme. As baixas temperaturas e o vento intenso demanda roupas em camadas que te permitam ir se desfazendo delas ao longo do caminho. 

Veja a listinha básica do que você vai precisar para fazer a trilha do Pico das Agulhas Negras:

  • gorro
  • luvas
  • mochila de ataque
  • água
  • casaco tipo fleece
  • casaco corta vento
  • casaco de neve
  • bota/tênis de trekking
  • calça confortável
  • meias esportivas
  • blusa de manga comprida UV

É mandatório seguir a trilha acompanhado por um guia, principalmente se não for habituado a esse tipo de escalada. 

Tem neve no Pico das Agulhas Negras?

Sim, em períodos excepcionalmente mais úmidos, pode nevar, até porque as temperaturas chegam a abaixo de zero no inverno. O clima no Pico das Agulhas Negras funciona assim: de junho a agosto, o índice pluviométrico cai consideravelmente, e é quando os termômetros caem. No ponto culminante, a temperatura chegou a -13ºC em 1985. A geada é comum devido ao clima seco do inverno, além do sincelo, quando a neblina se congela. 

Nuvens no Pico das Agulhas Negras
Nuvens no Pico das Agulhas Negras

Mas, é bom ser realista, a precipitação de neve não ocorre todos os anos, muito pelo contrário. Acredita-se que a neve caia no pico a cada sete ou oito anos. O que não impede que as temperaturas negativas sejam registradas por cerca de 40 dias anualmente. Os verões e primaveras, por sua vez, são úmidos e chuvosos, sendo frequentes as tempestades de novembro a abril. Está aí a razão pela qual a visita torna-se inviável nestes períodos.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.