Quanto ganha um neurocirurgião nos Estados Unidos?

Informações básicas sobre remuneração, exigências, mercado de trabalho e que fazer para validar o diploma de Medicina nos Estados Unidos.

0

A neurocirurgia é a especialidade médica destinada ao tratamento de doenças nervosas do sistema central e periférico. O profissional atuante nesta área é o neurocirurgião, que atende desde crianças até pessoas idosas. A profissão é amplamente respeitada no Brasil e requer alto nível de conhecimento. Mas, como é a carreira em outros países, como em terras americanas? Quanto ganha um neurocirurgião nos Estados Unidos?

Os Estados Unidos estão entre os dez países com melhores salários para profissionais da área médica. Para se ter uma ideia, a remuneração média para especialistas é de US$ 240 mil anuais, isto é, quase 5,7 vezes mais que a população em geral. Nisto, estão incluídos os cirurgiões, mesmo especializados na neurocirurgia. O montante equivale a vencimentos mensais de US$ 10.272

É importante frisar que a experiência conta bastante no aumento da remuneração, chegando a aumentos de 15%. E como é o mercado de trabalho para médicos nos EUA? Sites especializados dão conta de que as melhores cidades para encontrar um emprego na área são El Paso, Denver, Seattle, Indianápolis, San Francisco, Austin, Dallas, San Diego, Filadélfia, Houston, Los Angeles, Chicago, Nova York e Washington D.C.

Como um brasileiro pode ser médico nos Estados Unidos?

O primeiro ponto a destacar é que a residência de um profissional graduado em outro país não é válida nos Estados Unidos. Isso significa que o médico terá que começar a residência do zero. Certo, mas antes disso, é necessário validar o diploma através de uma prova chamada United States Medical Licensing Examination (USMLE), a mesma aplicada a formandos em Medicina americanos. 

A prova é composta por quatro exames, chamados de Step’s, todos em inglês. O teste é uma espécie de “prova da OAB” e só são aprovados aqueles considerados aptos pelos avaliadores. A boa notícia é que a prova é usada na classificação para residência médica. Além do teste, o candidato precisa enviar traduções juramentadas do diploma, histórico escolar e formulário autorizado para conferência de dados junto à faculdade brasileira. 

Existe um prazo para fazer o exame? Não, a prova pode ser feita o ano todo mediante o pagamento de inscrição feita pelo site da Educational Commission For Foreign Medical Graduates. E prepare-se, pois o custo é alto – cerca de US$ 5 mil. Portanto, procure ter o maior conhecimento possível na área médica para não ser reprovado, pois uma nota baixa nos exames pode impedir novas tentativas por parte do candidato.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.