Saiba qual o custo de vida em Boston – Vale a pena morar lá?

Confira informações básicas sobre uma das cidades mais procuradas por brasileiros nos Estados Unidos, como salário médio e preços.

Vale a pena para um brasileiro morar em Boston? Uma das cidades mais procuradas por imigrantes do país, a capital do estado de Massachusetts encanta pela praticidade e modernidade mescladas à atmosfera histórica. Isso sem falar nos bons índices de segurança e qualidade de vida. Mas, qual é o custo de vida em Boston? Quanto é necessário ganhar em Boston para ter uma vida relativamente confortável?  

Atualmente, existe uma comunidade expressiva de brasileiros morando em Boston, especialmente nas áreas de Everett, St Somerville e Framingham. Lá, nossos compatriotas oferecem serviços diversos, tais como manicure, cabeleireiro e setor da alimentação (restaurantes, padarias, supermercados, etc). Três itens preponderantes para tamanho sucesso? Segurança, qualidade de vida e economia aquecida. 

Neste quesito, o site Best Places aponta que a taxa de desemprego na cidade é de apenas 3,1%, percentual inferior à média nacional, que é de 3,9%. Nos últimos anos, houve aumento de 4,3% nos postos de trabalho, tendência que deve perdurar nos próximos dez anos. Os setores que mais oferecem renda na cidade são comércio varejista, prestação de serviços, educação e saúde. Mas, e aí, quanto custa morar em Boston?

Salário médio em Boston

A média salarial de um morador de Boston é de U$ 34.770 anuais, também superior aos índices nacionais – U$ 28.555. Considerando a renda familiar anual, o montante chega a U$ 54.485, contra U$ 53.482 na média nacional. Porém, o salário médio mensal alcança, facilmente, U$ 4.699, descontando os impostos. Falando nisso, engana-se quem pensa que, quanto maior o salário, mais altos os tributos.

Boston tem taxas bem baixas, favorecendo o custo de vida dos moradores. Deste modo, viver em Boston é mais barato que várias grandes cidades americanas, como Washington, San Francisco e Nova York. 

Custo de Vida em Boston

A saúde tem despesas inferiores à média do território americano, inclusive em itens de farmácia. Considerando uma média nacional de US$ 100, o índice em Boston despenca para U$ 83,4. Para se ter uma ideia, um kit de medicamentos para resfriado para seis dias custa cerca de U$ 8. 

Veja valores de outros itens igualmente importantes na saúde e cuidados pessoais:

  • caixa de antibióticos: U$ 11 (12 doses)
  • caixa com 32 absorventes: U$ 8
  • shampoo 2 em 1: U$ 5.49
  • quatro rolos de papel higiênico: U$ 3.77
  • pasta de dente: U$ 2.52

Os gastos com transporte também são medianos. Mensalmente, é possível gastar U$ 87 com tickets para o transporte público, enquanto o litro da gasolina custa aproximadamente U$ 0.78. A tarifa básica do táxi, em dias úteis, é de U$ 18 em uma corrida de 8km. 

Quanto a preços de roupas, dá para encontrar jeans Levis a U$ 58, um par de tênis esportivos a U$ 108 e vestidos básicos a U$ 34. 

E para o lazer, quanto se gasta?

  • par de ingressos de cinema: U$ 25
  • drinks em bar: U$ 13 
  • 500ml de cerveja: U$ 6
  • minuto de ligação pré-paga: U$ 0.15
  • mensalidade de academia: U$ 56.34

O que é caro em Boston?

Sim, o custo de vida em Boston é inferior, em vários aspectos, à média nacional. Mas, determinados itens fazem o índice subir de forma considerável. A alimentação, por exemplo, é cerca de 5,7% mais cara. Ainda assim, paga-se pouco por 1L de leite (U$ 0.86) e por uma dúzia de ovos (U$ 2.58). Uma garrafa de água de 1,5L, por sua vez, tem valor aproximado a U$ 1.71 Mas, o que “pega” mesmo é o alto custo com habitação, sendo a área com valores mais elevados que o nível médio do país. O aluguel de apartamento de um quarto no centro da cidade é de U$ 2.533,80 e U$ 1.906,55 fora do centro. Se o desejo é comprar, o metro quadrado em regiões centrais é de U$ 9.875,65, em média. Por sorte, a maior parte dos itens na cidade são bem mais baratos, o que reduz o custo de vida em Boston.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.