Pontos turísticos gratuitos em Bonito, no Mato Grosso do Sul

Um dos destinos mais belos - e caros - do Brasil também oferece atrações que aliviam o bolso dos turistas encantados pela cidade.

- Tempo de leitura: 5 minutos -

Bonito é, como o próprio nome já diz, linda! O município situado no estado de Mato Grosso do Sul tornou-se referência mundial no ecoturismo, graças às maravilhosas paisagens naturais. São várias opções de passeios e roteiros eco turísticos, incluindo mergulho, grutas, cavernas, cachoeiras e dolinas. A maioria deles é paga, mas existem pontos turísticos gratuitos em Bonito que aliviam o bolso do turista. 

O município integra o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, junto a Jardim, Guia Lopes da Laguna e Bodoque. O potencial turístico da região é enorme, por isso, o Programa de Desenvolvimento do Turismo investiu, recentemente, mais de R$ 130 milhões em obras e programas de saneamento, pavimentação e incentivo ao ecoturismo. Mas, engana-se quem pensa que a atividade é explorada de forma desordenada. 

Empresas, ONGs, órgãos governamentais e um conjunto de equipe se reúnem para organizar e coordenar as atividades. Afinal, o importante é desenvolver o turismo sustentável, de forma a garantir a conservação da natureza. As principais atividades turísticas de Bonito são pagas, de forma que o destino é um dos mais caros do país. Mas, é possível economizar através dos pontos turísticos gratuitos em Bonito

Onde fica Bonito?

Bonito está localizada no Mato Grosso do Sul, a 300 km da capital, Campo Grande, além de distar 280 km de Dourados e a 100 km do Pantanal. Existem voos que chegam direto à cidade, com rotas operadas pela Azul Linhas Aéreas. No entanto, os preços são meio salgados, por isso, a maioria dos viajantes chega pela capital. O trajeto entre o aeroporto de Campo Grande e Bonito pode ser feito em até quatro horas. 

Quando ir para Bonito?

E quando ir para Bonito? O período de chuvas vai de novembro a janeiro, época perfeita para atividades na água, como cachoeiras e piscinas naturais. Entre junho e setembro, período de seca, os poços e cursos de água têm melhores condições de visibilidade, o que é bom para aqueles que querem mergulhar. Férias e feriados são considerados alta temporada, independente do clima, quando os preços sobem consideravelmente. 

O que fazer de graça em Bonito?

Levante a mão quem não gosta de boas atividades sem custo! Elas são sempre muito bem-vindas, principalmente quando o destino dispõe de passeios pagos e custos elevados. Quase todos os passeios de Bonito estão em propriedades privadas ou em locais administrados pelo município. Deste modo, as entradas são cobradas e os valores, de fato, não são muito baixos. 

Mesmo que, dentro das próprias atrações, existam atividades gratuitas ou almoço incluso, os gastos encarecem a viagem. Assim, é interessante conhecer locais onde a visitação é gratuita, aliviando um pouco o bolso do viajante. 

1 Udu Cerâmica Artesanal

Udu Cerâmica Artesanal
Udu Cerâmica Artesanal

A Udu Cerâmica Artesanal é uma fábrica e loja de peças de cerâmica inspiradas na natureza regional. O nome é uma homenagem ao pássaro símbolo de Bonito, o Udu-de-coroa-azul. Todas as peças, como canecas, vasos, copos, esculturas e enfeites, são moldadas por artesãos locais. O visitante pode conferir, de perto, como é o processo de produção artesanal das cerâmicas. A fábrica fica a Rua General Osório, 611. A lojinha está na avenida principal e funciona até às 22h. 

2 Casa da Memória Raída

Casa da Memória Raída
Casa da Memória Raída

Museu ou boutique? O visitante tem essa dúvida ao entrar na Casa da Memória Raída, local cujo acervo reúne objetos, documentário, livros, fotos e, acima de tudo, infindáveis histórias contadas por Fernandinha Reverdito, referência no turismo local. Nascida e criada na cidade, ela abriu as portas de sua casa, localizada no centro, para transformá-la em um memorial à preservação da cultura e história regionais. 

Na casa, o visitante encontra artesanatos de artistas regionais escolhidos pela própria Fernandinha. Com sorte, ainda ouve a artesã Dona Ramona tocando berrante. A Casa da Memória Raída fica na Rua 29 de maio, 913, e está aberta das 17h às 22h30, diariamente. 

3 Casa do Vidro

Casa do Vidro
Casa do Vidro

A Casa do Vidro é, basicamente, uma fábrica de reutilização de vidro aberta desde janeiro de 2014. Sob a premissa de que “vidro não é lixo”, o local oferece ao visitante opções e criações de peças decorativas, além de utensílios domésticos e até projetos luminotécnicos. Já pensou em ter luminária feita a partir de garrafa de vidro? Ou um abajur com design sustentável? Criatividade, inovação e sustentabilidade são lemas da fábrica/loja que, ainda, é ponto de coleta do material em Bonito. 

  • Local: Rua Afonso Pena, 587
  • Horário: 08h às 11h e das 13h às 18h

4 Praça da Liberdade

Praça da Liberdade
Monumento das Piraputangas, na Praça da Liberdade

A Praça da Liberdade fica em pleno centro de Bonito e é onde acontece uma série de eventos locais, até mesmo por ser a praça principal do município. A praça conta um pouco da história da cidade, resumidamente escrita em uma placa metálica e iluminada. É lá que está o Monumento das Piraputangas, um dos atrativos de Bonito que é circundado por fontes de água ganhando, à noite, iluminação especial.  

5 Empório Olinda

Empório Olinda
Empório Olinda

Pertinho da Praça da Liberdade, o Empório Olinda é daqueles lugares nos quais você encontra de tudo um pouco. Além de galeria de arte, o empório comercializa móveis de madeira, artesanatos regional, doces, livros, panos de prato, peças feitas de material reciclado, entre outros artefatos. O Empório Olinda também oferece um espaço gourmet, onde são servidos café e lanches exclusivos, além de oficinas de marcenaria, bordado e cursos de história da arte.

  • Local: Rua Quinze de Novembro, 675
  • Horário: 08h às 22h

Apesar de a maior parte dos passeios ser paga, os pontos turísticos gratuitos de Bonito também são imperdíveis e completam o roteiro da viagem! Conhece Bonito? Algum passeio deixou lembranças? Compartilha com a gente!

Você pode gostar também
3 Comentários
  1. Thiago Ollivier Diz

    kkkk, os lugares de graça em Bonito, um monte de loja e a praça da cidade kkk. Ta de sacanagem.. Cada vez mais viajar pelo brasil ta se tornando coisa pra branco playboy e o pobre fica com isso, ver lojas e praça.. Enquanto a natureza que deveria ser livre, varios usurpadores se achando donos e cobrando entrarda.. Piada

    1. Paulo Diz

      Falou tudo brother kkkkkkk

  2. Leandro Diz

    Aqui em Bonito, realmente tudo é bonito, com excessão dos preços praticados, falta apenas cobrar pelo ar respirado .. Afff

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->