Conheça 20 frutas típicas do Pará

A aquarela de cores que são as frutas típicas do Pará oferece experiência gastronômica inigualável.

- Tempo de leitura: 8 minutos -

O Mercado Ver-o-Peso, cartão postal de Belém, é o verdadeiro paraíso da gastronomia paraense. A maior feira livre da América Latina e, também, um dos mercados mais antigos do Brasil vende, nos seus 16 setores, o melhor das ervas, farinhas, polpas, peixes, garrafadas e pratos prontos. Mas, o que chama atenção mesmo naquela profusão de cheiros e sabores são as barracas especializadas na venda de frutas típicas do Pará

Por que falar do Mercado Ver-o-Peso para mostrar frutas típicas desse rico estado? Porque o mercado é patrimônio cultural brasileiro, berçário de pratos exportados como iguarias mundo afora, muitos deles levando frutas como ingredientes. 

Mas, ali, o açaí não é consumido como sorvete. O cupuaçu não vem só como recheio de bombom. As castanhas são descascadas na hora. Ou seja, vive-se a cultura gastronômica paraense in loco.  

A verdade é que as frutas típicas do Pará formam uma aquarela de cores tanto no mercado quanto em qualquer feira livre. Entre as grandes responsáveis pela biodiversidade amazônica, as frutas são conhecidas no resto do mundo por oferecerem experiência sensorial a quem prova. Por isso, vale a pena listar, ao menos, algumas das deliciosas 20 frutas típicas do Pará que são orgulho nacional. 

20 frutas típicas do Pará

A  fruticultura representa uma das atividades econômicas de maior potencial no Pará, além de não provocar impactos ambientais. O açaí e pelo menos mais 15 tipos de frutas  regionais, como o cupuaçu e o bacuri, são produzidos em escala comercial. Os exemplares são vendidos tanto in natura quanto na forma de polpas e derivados. São frutas únicas, consideradas exóticas mesmo no Brasil. 

Mais de uma centena de frutas comestíveis do Pará já foram catalogadas. Os exemplares são generosamente encontrados em furos, igarapés e nas áreas alagadiças dos rios, além, claro, do alto das terras firmes. São elas que dão o sabor requintado das sobremesas e vários pratos típicos paraenses. 

1 Açaí

Açaí
Paneiros com açaí (Railson Wallace, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Açaí é, sem dúvida, uma das frutas mais famosas da Amazônia! Largamente aceita pelo consumidor brasileiro, logo caiu nas graças de outros países e hoje é uma das líderes de exportação. 

O fruto é extraído do açaizeiro, palmeira que chega a 30 m de altura. A extração é feita após deixar o fruto de molho para, em seguida, amassar o caroço. A mistura é coada para obter o líquido espesso e de sabor incomparável. 

O açaí pode ser consumido gelado e com açúcar, farinha de tapioca ou d’água. Também é usado no preparo de sorvetes, licores, mousses, entre outras receitas. 

2 Bacaba

Bacaba
Bacaba (Lüdenscheidt, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O bacaba é uma fruta extraída também de uma palmeira e a forma de extração é similar à do açaí. Os frutos de bacaba dão em cachos carregados com centenas de caroços. Refrescante, é consumida com açúcar, farinha de tapioca ou farinha-d’água, além de ser usada para fazer sorvete. Ainda que menos popular que o açaí, é igualmente deliciosa.  

3 Cupuaçu

Cupuaçu
Cupuaçu (Dick Culbert from Gibsons, B.C., Canada, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

O cupuaçu é outro velho conhecido nosso, recheando bombons e complementando as porções de açaí na tigela. A fruta de casca dura e marrom escura leva dentro cerca de 50 sementes recobertas por uma massa branca e espessa, de onde é extraído o sumo. 

O sabor forte e agridoce compõe uma série de receitas, como vinho, sorvetes, geleias, pudins, tortas, cremes, bolos, licores, compotas, recheios, mousses e doces diversos.  

4 Castanha do Pará 

Castanha do Pará 
Castanha-do-Pará (P. S. Sena, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Você, certamente, já consumiu doces feitos à base de castanha do Pará ou então a própria castanha. Saborosa e de alto valor nutritivo, a castanha é extraída de uma árvore que chega a 50 metros de altura. 

Um dos principais produtos de exportação do Pará vem com uma casca fina e pouco resistente e, quando fresca, fornece o leite que é base de vários pratos típicos paraenses. 

Porém, a castanha do Pará também está presente em inúmeras receitas, como confeitos, recheios, coberturas de bolos, além de doces diversos.   

5 Bacuri

Bacuri
Bacuri (P. S. Sena, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Ouça os especialistas: o bacuri é uma verdadeira experiência sensorial! Fruto do bacurizeiro, é pouco maior que uma laranja e tem casca grossa de cor amarelada. Dentro dela, são encontradas sementes grandes revestidas de um polpa branca com sabor agridoce. 

A polpa fica entre as sementes e o uso do bacuri é ilimitado. Desde refrescos, sorvetes, licores, geleias, tortas, a fruta é base ainda para cremes, bolos, recheios, mousses, balas e outros doces.     

6 Pupunha

Pupunha
Pupunha

A pupunha é uma fruta que dá em cachos na pupunheira, palmeira gigante que desafia os catadores na hora da colheita. Os frutos se apresentam em diferentes cores, variando conforme a planta – vermelha, amarela, esverdeada, por exemplo. 

A pupunha é daquelas que se aproveita até o caroço, literalmente! A polpa amarela pode ser consumida com mel de cana ou manteiga, além de caramelada ou em compota. 

O caroço é o coquinho que também vira petisco. Mas, lembre-se de cozinhar a pupunha em água e sal antes de consumir!  

7 Tucumã

Tucumã
Tucumã (P. S. Sena, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Grande parte das frutas típicas do Pará vem de palmeiras, como pudemos observar. O tucumã é mais uma delas! O tucumãzeiro produz cachos com frutos redondinhos, o tucumã, de cor amarela-esverdeada. 

O azeite de tucumã é suave e rico em vitamina A, além de antioxidantes naturais. A fruta é usada como corante em vários pratos, além de base para sorvetes, vinhos, licores e, até mesmo, recheio de tapioca.  

8 Muruci

Muruci
Murici

O muruci, também conhecido como murici, murixi e fruta de jacu, é a prova de que tamanho não é documento! O fruto da árvore de mesmo nome tem o formato de acerola, porém, amarelinha. Possui sabor e cheiro intensos e característicos. Cheirosa e saborosa, a fruta é base para sucos, sorvete, licores, geleias e diferentes tipos de doce. 

9 Piquiá

Piquiá
Piquiá

O piquiá é uma fruta  marrom-acinzentada, de casca espessa e carnuda. Seu interior é composto pela polpa carnuda e um caroço resistente que serve de castanha. 

10 Taperebá

Taperebá
Taperebá ou cajá (CostaPPPR, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O taperebá, conhecido também como cajá, é uma fruta amarelinha do tamanho da ameixa cuja polpa, apesar de concentrada, é bastante apreciada. O sabor ácido, porém adocicado, inspira diversas receitas de sorvetes, sucos e licores. Tem ainda propriedades nutricionais e carotenóides. Sua comercialização como polpa congelada é feita para todo o país.      

11 Biribá

Biribá
Biribá

O biribá é um fruto seco que, quando maduro, se abre, liberando entre uma e quatro sementes. Apesar de florescer durante todo o ano, atinge seu ápice entre os meses de setembro e dezembro. 

12 Ajiru

Ajiru
Ajiru (Marcelo CASTRO, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons)

O ajiru é muito encontrado nas praias do Pará e também conhecido pelos nomes de uajuru ou ajuru. A fruta lembra uma ameixa e apresenta propriedades hipoglicemiantes. A polpa branca, esponjosa e adocicada costuma ser consumida como doces e em conservas. Além disso, sua semente pode ser comida crua ou torrada. 

13 Inajá

Inajá
Inajá (Muséum de Toulouse, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

 

O inajá é uma fruta de polpa suculenta cuja castanha produz um óleo comestível amarelo. Também conhecida como anaiá, anajá, injazeiro, maripá e najá, é bastante consumida no norte do Brasil. Segundo o folclore brasileiro, seu nome vem de uma linda índia, Inaiá, que reinava nos bosques e matas. 

14 Ingá chinela

Ingá chinela
Ingá chinela

O ingá chinela, também conhecido como ingá açu, nasce de árvore que floresce em toda a Amazônia. Amadurece de março a maio em vagens que chegam a 30 centímetros de comprimento. Dentro delas, ficam 15 sementes envoltas por uma camada chamada arilo, que é doce e consumida in natura

15 Uxi

Uxi
Uxi

O uxi, também conhecido por uxipaçu, pode até não ter uma aparência muito agradável quando madura, mas seu sabor e nutrientes são bastante apreciados. E isso é bastante merecido, visto que a frutificação da árvore demora até 20 anos após o plantio!  

16 Cacau

Cacau
Cacau

O cacau, fruto de tonalidades que variam do amarelo ao vermelho-escuro, dispensa apresentações. É o principal ingrediente dos chocolates, que são feitos a partir da torra e moagem das amêndoas secas do fruto. Também é muito utilizado para fazer geleias, sucos, destilados e sorvetes.

17 Abiu roxo

Abiu roxo
Abiu roxo

O abiu roxo, ou caimito e abio do Pará, é uma fruta muito saborosa e suculenta. Sua textura quase crocante dá origem a sucos, geleias, sorvetes, compotas, além de consumidas ao natural. Na medicina, é conhecida pelas propriedades contra a anemia, bronquite, malária, entre outros tratamentos. 

18 Sapotilha

Sapotilha
Sapotilha

A sapotilha é originária da América Central e México, mas também é encontrada no norte do Brasil. A baga de cor parda-amarelada é rica em açúcares e sua polpa pode ser consumida fresca ou utilizada na confecção de doces e refrescos.

19 Jambo

Jambo
Jambo

Uma fruta com aroma de rosas vermelhas. Assim, é o jambo, fruta que é base de várias receitas, especialmente um saboroso molho. 

20 Araçá

Araçá
Araçá

O araçá se parece com o maracujá, mas tem mesmo é o formato de uma goiaba. A polpa suculenta esbranquiçada tem o sabor azedo. Além de ser consumido ao natural, também é usado no preparo de doces, bebidas e sorvete. 

Acima, listamos algumas das infindáveis frutas típicas do Pará! Mas, você também pode ver quais são as frutas típicas de outras regiões, como Estados Unidos

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->