Verdades sobre “fast foods” que você pode não saber – Confira!

Saiba mais sobre a produção dos fast foods.

- Tempo de leitura: 2 minutos -

Fast food são comidas muito saborosas e super práticas, porém, o consumo em excesso desses alimentos pode fazer mal à saúde. Não é segredo para ninguém que os fast foods são ricos em sódio e gordura, que devem ser evitados em quantidades excessivas para garantir uma boa qualidade de vida.

O problema é que muitas pessoas não conseguem cortar o consumo desse tipo de alimento do seu dia a dia. Por isso, existe uma estratégia de último recurso: descobrir como o fast food é produzido. Quer saber mais sobre isso? Então, faça a leitura desta matéria na íntegra!

Como o fast food é produzido?

Você já parou para pensar o que realmente é o fast food?

Assim como diz o nome, o fast food é um alimento que você pode conseguir com rapidez e não precisa de muito tempo para ser consumido. Contudo, o fast food não é um prato que é preparado de forma rápida, e sim ele é disponibilizado para você em pouco tempo. Ou seja, os alimentos já estão quase prontos quando você chega no estabelecimento, basta montar e esquentar os ingredientes.

Com isso, você pode entender que há grandes quantidades de conservantes e sódio para que o alimento permaneça consumível por tanto tempo.

Isso piora quando as carnes são analisadas. Hambúrgueres e nuggets dificilmente são preparados com carnes nobres. Geralmente são utilizados restos como bicos, órgãos e cartilagens no preparo. Por isso, ainda mais conservantes são utilizados.

Um outro exemplo de como o que comemos nos fast foods não é o que parece está na Irlanda, onde o pão de uma famosa franquia de sanduíches presente também no Brasil, não pode ser chamado de “pão” devido ao teor excessivo de açúcares. O teor de açúcar verificado chega a 10% da quantidade de farinha utilizada.

A lista é vasta e inclui até a marca de grelhado nos hambúrgueres de algumas franquias, que não é feita na grelha.

O problema é maior do que se imagina

Outro ponto importante a se levantar é que os fast foods são entregues aos clientes em embalagens nem sempre tão seguras para a saúde. Para manter a ideia de consumo fácil, papéis e plásticos são utilizados para embalar os alimentos, e às vezes os contaminam com substâncias tóxicas.

É preciso ter cuidado com o consumo de fast food, principalmente por crianças, mais vulneráveis a esses riscos.

Achou este artigo interessante? Então, acesse o Rotas de Viagem para conferir outras matérias do nosso site.

Você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->