Como ir para as Prainhas do Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo?

Informações básicas sobre onde fica e como chegar às Prainhas do Pontal do Atalaia, cenário paradisíaco e hipnotizante no litoral do Rio de Janeiro.

0

Uma escadaria leva ao topo do morro de onde se tem a verdadeira visão do paraíso! Mar colorido emoldurado por areia branca e vegetação verde remanescente da Ilha do Farol são os elementos perfeitos de uma das regiões na bela Arraial do Cabo. Como ir para as Prainhas do Pontal do Atalaia, beleza imperdível do litoral do Rio de Janeiro?

Prainhas do Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo/RJ
Prainhas do Pontal do Atalaia

As águas calmas e transparentes não perdem em nada para o mar do Caribe. Além do mais, elas protagonizam um espetáculo que brinda o turista em busca de belas vistas. Dependendo do horário, corrente marítima e incidência solar, o mar atinge cores que vão do azul ao esverdeado. A temperatura da água, sempre amena e agradável.

A areia é fina e branquinha, ladeada pela vegetação e rochas. As dunas no centro da praia dão direito ao mirante, de onde também se tem uma bela visão da região. Além disso, existem as escadarias que dão acesso à praia e poucas construções dali. A cada passo ou degrau, uma parada para admirar e fotografar a paisagem.

Onde ficam as Prainhas do Pontal do Atalaia?

Mapa: Onde ficam as Prainhas do Pontal do Atalaia
Mapa: Onde ficam as Prainhas do Pontal do Atalaia

Lindas, mas tão lindas que foram eleitas como a 3ª praia mais bonita do país pelo Prêmio Travellers Choice da Tripadvisor. As Prainhas do Pontal do Atalaia ficam em Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, e levam esse nome por serem formadas por duas praias distintas. Quando a maré sobe, elas se unem em uma faixa de areia só.

As Prainhas, mais precisamente, estão no Morro do Pontal do Atalaia, fator que ajuda a não confundí-las com a Prainha, que fica na entrada da cidade, ou a Praia do Pontal, em Cabo Frio. As praias são lindas por natureza, mas existem ainda outras atrações, como a Gruta do Amor, perfeita para fotos dos casais apaixonados.

As Prainhas do Pontal do Atalaia são frequentemente cheias, especialmente aos finais de semana. Ao chegar lá, é importante lembrar que não há estrutura de bares e restaurantes, apenas vendedores ambulantes. Porém, eles são mais raros durante a semana. Também não há banheiros.

Como ir para as Prainhas do Pontal do Atalaia?

As Prainhas, se comparadas à Praia do Farol, também em Arraial, são mais acessíveis até por quem as visita por conta própria. O acesso às Prainhas, para quem está de carro, ainda é melhor pelo Pontal do Atalaia, mas é importante informar que o trajeto final até o destino não é asfaltado.

Como não há estacionamento, os carros precisam ficar parados na via, razão pela qual o trânsito fica um pouco mais complicado nos dias de maior movimento. Se chegar a pé, o ideal é seguir pela trilha no canto direito da Prainha, próxima ao Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), uma caminhada que leva cerca de uma hora.

A escadaria que leva à praia tem descida íngreme de muitos (255) degraus e 150 metros, portanto, é importante ter certa cautela. Lá do topo, é possível avistar o cenário paradisíaco e hipnotizante composto pela água límpida, areias brilhantes e verde da vegetação preservada. A terceira opção é chegar pelos barcos que partem da Praia dos Anjos, até porque as Prainhas fazem parte do passeio até a Praia do Farol.

Escadaria da Praia do Pontal do Atalaia
Escadaria da Praia do Pontal do Atalaia

O trajeto custa cerca de R$ 15,00, valor sujeito a alterações, e o passageiro precisa combinar o horário de retorno com o barqueiro. Se a intenção for visitar as Prainhas durante o passeio, apenas, a parada dura cerca de 40 minutos. De lá, segue para a Praia do Forno, a última da viagem.

Existe uma alternativa, agora de barco-táxi, também saindo da Praia dos Anjos, mas sem fazer as paradas dos passeios tradicionais. O preço costuma ser de R$ 20,00 por trecho, mas pode variar. A desvantagem é que você não volta no mesmo barco da ida, então precisa ficar atento às embarcações que chegam à praia.

A quinta opção é pegar um Uber/Taxi desde Arraial, parar na base do Morro e seguir de jardineira. Este é o transporte oficial da praia, mesmo porque há o limite de 250 a 300 carros permitidos para subir ao pontal. A jardineira, então, leva mais pessoas sem comprometer o estacionamento.

Aqui vale um adendo: há algum tempo há um imbróglio envolvendo a permissão para a operação das jardineiras. História cheia de vais e vens, o transporte já foi proibido sob alegação de falta de condições de segurança e licença. Essa decisão já foi revertida, mas, até o momento não temos informação definitiva sobre a situação atual.

De qualquer maneira, tendo em vista as limitações de quantidade de carros, que pode impedir o turista de subir o morro, e as incertezas quanto à disponibilidade de jardineiras ou vans no local, acreditamos ser melhor chegar por barco, ou, para os mais dispostos, à pé.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.