20 Animais típicos da Inglaterra e Reino Unido

O Reino Unido e, consequentemente, a Inglaterra, é lar de diferentes espécies animais, tendo então fauna variada.

- Tempo de leitura: 11 minutos -

Cada lugar na Terra contém espécies que não são encontradas em nenhum outro. Assim é no Reino Unido e, por conseguinte, na Inglaterra. Existem muitas espécies nativas interessantes na Grã-Bretanha, algumas até bastante raras. Isso inclui répteis, pássaros, peixes, anfíbios e mamíferos que podem ser classificados entre os 20 animais típicos da Inglaterra e Reino Unido.

Antes de mais nada, é interessante conceituar animais nativos como aqueles registrados em determinada região. Por vezes, também são chamados de animais endêmicos. No caso dos animais típicos da região da Grã-Bretanha ou no Reino Unido, são aqueles que colonizaram as ilhas britânicas durante a era do gelo ou foram encontrados durante a construção do Canal da Mancha.

Confira, a seguir, uma lista com 20 animais típicos da Inglaterra e Reino Unido. 

20 Animais típicos do Reino Unido

1 Veado-vermelho (red deer)

Veado-vermelho (red deer)
Veado-vermelho

O veado-vermelho (Cervus elaphus) começou a habitar o país há 11.000 anos e é considerado o maior mamífero terrestre do Reino Unido. Seu nome vem da pelagem marrom-avermelhada que, durante o inverno, muda para cinza ou marrom. 

Com altura média que varia de 107 a 137 centímetros, é normalmente encontrado em florestas e bosques. Avistá-los, inclusive, é bastante comum, uma vez que, felizmente, existem em grande número no país. 

A propósito, populações numerosas de veados vermelhos podem ser encontradas no Bushy Park, Richmond Park, Grimsthorpe Castle Park & ​​Gardens e Holkham Hall & Estate.

2 Gato selvagem escocês (scottish wildcat)

Gato selvagem escocês (scottish wildcat)
Gato selvagem escocês (Peter Trimming from Croydon, England, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

O gato selvagem escocês (Felis silvestris grampia) é a única espécie de gato nativo da Grã-Bretanha. Anteriormente encontrado em todo o Reino Unido, hoje sua população está particularmente concentrada na Escócia. 

Os gatos selvagens são 25% maiores que os gatos domésticos, além de terem pernas mais longas. Apesar da diferença de tamanho, a distinção entre as duas espécies não é nada fácil. Porém, a dica é tentar diferenciá-los pela cauda. Os gatos selvagens têm caudas grossas de ponta preta, por exemplo. 

Um alerta é que os gatos selvagens escoceses estão à beira da extinção, principalmente pelo cruzamento com gatos domésticos. Conservacionistas temem que, caso a prática persista, a espécie original acabe, deixando-a apenas com animais hibridizados.

3 Ratazana de Skomer

Ratazana de Skomer
A ratazana de Skomer

A ratazana de Skomer (Myodes glareolus skomerensis) é um roedor pertencente à família Cricetidae. Se parece com um rato, porém mais gordinho, orelhas menores, pernas e cauda mais curtas. 

Trata-se de uma espécie endêmica de Skomer, uma ilha em Pembrokeshire, no País de Gales. Especialistas afirmam que a ratazana de Skomer habite a ilha desde a última Idade do Gelo. Estima-se que 20.000 indivíduos habitem a região, a maioria em áreas de vegetação densa para escapar dos predadores. 

Infelizmente, os pequenos animais têm uma vida útil curta, de apenas 18 meses. No entanto, muitos deles raramente vivem toda a sua vida, pois são o alimento básico das aves de rapina, como corujas, falcões e urubus.

4 Águia-real (golden eagle)

Águia-real (golden eagle)
Águia-real

A águia-real (Aquila chrysaetos) é considerada o pássaro nacional da Escócia. Ao lado da águia-de-cauda-branca, é a segunda maior ave do Reino Unido, com envergadura de 2,2 metros. 

Sua alimentação é basicamente composta por perdizes, lebres, coelhos, veados e até bezerros. No século XIX, sua população diminuiu devido à matança generalizada e à reprodução mal sucedida. 

Felizmente, um relatório de 2016 anunciou que a população de águias-reais no Reino Unido aumentou 15% desde 2003. No entanto, agora só podem ser encontradas na Escócia. Alguns dos melhores lugares para vê-las são a Floresta Knapdale, o Vale Findhorn, em Inverness Shire e o Observatório Eagle, na Ilha de Harris.

5 Esquilo-vermelho (red squirrel)

Esquilo-vermelho (red squirrel)
Esquilo-vermelho

O esquilo-vermelho (ciurus vulgaris) é conhecido por sua pele avermelhada. Ainda que seja menor que o esquilo cinza americano também tem orelhas adornadas e uma cauda espasmódica. 

Agora, uma curiosidade! Apesar do nome, nem todos os esquilos vermelhos são, de fato, vermelhos, pois alguns apresentam pelagem cinza. Além de sementes, se alimentam de frutas encontradas em arbustos, fungos e ovos de pássaros.

Há uma preocupação crescente com sua população no Reino Unido, uma vez que o esquilo cinza americano está em maior número. Assim, a espécie de esquilos vermelhos luta para encontrar habitat e comida. Por isso, existe um esforço contínuo para conter a população de esquilos cinzentos para que os nativos prosperem. 

A melhor época para avistar os esquilos vermelhos é o outono, na Reserva Natural da Ilha de Brownsea ou na Floresta de Knapdale.

6 Slow worm

Slow worm
Slow worm

Worm, em inglês, significa verme ou minhoca mas, não se deixe enganar pela tradução! O slow worm é, na verdade, um lagarto sem pernas, por isso, muitas vezes confundido com uma cobra. 

A diferença está nas pálpebras e aberturas para as orelhas, além da capacidade de perder a cauda quando tenta escapar de predadores. Os machos têm cor cinza escuro ou preto com algumas manchas azuis.

Já as fêmeas trazem listras pretas ou marrom-escuras. O slow worm pode ser encontrado em toda a Grã-Bretanha. No entanto, localizá-lo pode ser difícil, pois passa a maior parte do tempo no subsolo.

7 Frango d’água (water rail)

Frango d’água (water rail)
Frango d’água

O frango d’água (Rallus aquaticus) é um pássaro de longo bico vermelho, corpo de cores preta, castanho e cinza. Apesar de uma ave, não voa muito bem. Em compensação, é excelente nadador, habilidade que o ajuda a encontrar comida e fugir de predadores.

Seu canto é bem característico e se parece mais com o grunhido de um porco do que, propriamente, um pássaro. Embora seja visto durante todo o ano, o frango d’água é recluso durante o inverno. 

8 Marta (pine marten)

Marta (pine marten)
Marta

Pertencente à família das doninhas, a marta (Martes martes) tem o tamanho de um gato pequeno. A maioria tem pêlo castanho-castanho, mancha amarela no queixo e no pescoço, além de uma cauda espessa. 

Se alimenta de pássaros, pequenos roedores e besouros, bem como frutas vermelhas durante o verão e o outono. Na verdade, durante essas estações, as frutas representam 30% de sua dieta.

Sua população está concentrada principalmente no norte da Grã-Bretanha, particularmente nas montanhas escocesas e em Grampians. A marta vive em encostas rochosas e florestas densas, normalmente em buracos de árvores ou ninhos de pássaros e esquilos. Pode ser avistada em qualquer época do ano, inclusive no inverno, pois possui pelagem espessa.

9 Ostraceiro (oystercatcher)

Ostraceiro (oystercatcher)
Ostraceiro (JJ Harrison (https://www.jjharrison.com.au/), CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O ostraceiro (Haematopus) é um pássaro de bico vermelho-alaranjado, patas rosa-avermelhadas, plumagem preta e branca. Visto no litoral do Reino Unido, vê sua população crescer substancialmente durante o inverno, quando pássaros de outros países europeus migram para a região. Uma região fácil de ver o ostraceiro é a Baía de Morecambe, além de outros estuários litorâneos. 

Apesar do nome, o ostraceiro não se alimenta apenas de ostras. Na verdade, sua dieta é composta principalmente de mexilhões e berbigões. 

Atualmente, o ostraceiro é classificado como vulnerável na Europa. Acredita-se que o declínio populacional deva-se à disponibilidade limitada de alimentos, especificamente crustáceos.

10 Carriça da Ilha de Fair (fair isle wren)

Carriça da Ilha de Fair (fair isle wren)
Carriça da Ilha de Fair (por: Dave Curtis)

A fair isle wren (Troglodytes troglodytes fridariensis) é uma espécie de carriça encontrada apenas em Fair Isle, na Escócia. Na aparência, é mais escura e maior do que as carriças do continente. 

Endêmica de Fair Isle (Ilha de Fair), é extremamente rara e a população é minúscula, talvez de 10 a 50 pares. Os pássaros se reproduzem apenas nas praias de pedregulhos da ilha.

11 Sapo corredor (natterjack toad)

Sapo corredor (natterjack toad)
Sapo corredor (© David Pérez (DPC), Wikimedia Commons, License cc-by-sa-4.0)

O sapo corredor (Epidalea calamita) é uma espécie típica de áreas arenosas, caracterizada pela faixa amarela nas costas, manchas e uma íris amarelo-dourada com pupilas horizontais. Na Grã-Bretanha, é ameaçada pela superpopulação humana. Como tal, o seu habitat de dunas de areia é protegido por várias Reservas Naturais Nacionais.

12 Schelly

Schelly
Peixe Schelly (Apple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

Espécie de peixe branco de água doce encontrado apenas no Lake District, o schelly (Coregonus stigmaticus) é particularmente encontrado nos Brothers Water, Haweswater, Red Tarn e Ullswater. Em Haweswater, a propósito, a população foi ameaçada por corvos-marinhos visitantes, embora haja uma ação oficial para manter o número de espécies estáveis.

13 Musaranho (common shrew)

Musaranho (common shrew)
Musaranho (WWalas, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

O musaranho (Sorex araneus) é um dos animais nativos mais comuns do Reino Unido. Tricolor, tem o dorso marrom escuro com laterais ligeiramente marrons claro e barriga esbranquiçada. 

Embora seja ativo durante o dia, é mais facilmente visto à noite. Porém, é um animal conhecido pelos hábitos solitários e territorialistas, comportando-se, por vezes, de forma bastante agressiva. Se alimenta de insetos, besouros e gafanhotos.

14 Maçarico (curlew)

Maçarico (curlew)
Maçarico (Alan D. Wilson, www.naturespicsonline.com, CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons)

O maçarico (Numenius) é uma ave nativa do Reino Unido, vista nas colinas durante o verão e nos estuários de inverno. É caracterizada pelo longo bico curvado para baixo. Por ser uma ave pernalta, a espécie é conhecida por se alimentar de minhocas, camarões e crustáceos.

15 Mocho-galego (little owl)

Mocho-galego (little owl)
Mocho-galego

A Mocho-galego (Athene noctua) é um animal nativo do Reino Unido e foi introduzido na região durante o século XIX. A ave é conhecida por se alimentar principalmente de besouros, vermes, pássaros e outros pequenos mamíferos. 

Há preocupações de que o número de corujinhas no Reino Unido esteja diminuindo. Caso a reprodução não seja feita corretamente, a espécie pode ser extinta.

16 Ratazana de Orkney (Orkney Vole)

Ratazana de Orkney (Orkney Vole)
Ratazana de Orkney

Espécie é encontrada principalmente nas Ilhas Orkney, no Reino Unido, a ratazana de Orkney (Microtus arvalis orcadensis) é descrito como um animal nativo do Reino Unido, tendo chegado à região há cerca de 5.000 anos. 

O animal é sujeito a vários predadores por ser leve e fácil de carregar. Por isso, a estimativa de vida dessa espécie de ratazana é de apenas dois anos. A dieta do orkney vole é composta principalmente por itens ricos em nitrogênio, como folhas, raízes e caules.

17 Foca-cinzenta (grey seal)

Foca-cinzenta (grey seal)
Foca-cinzenta

A foca-cinzenta (Halichoerus grypus) é um animal nativo da Grã-Bretanha, sendo encontrada nas áreas litorâneas. Trata-se do maior reprodutor encontrado na região. Ao nascer, a foca-cinzenta pesa aproximadamente 14 quilos. 

Um fato interessante é que mãe e filhote desenvolvem um forte vínculo desde o nascimento, de forma a se reconhecerem pelo cheiro e chamado. A foca cinza vive em águas turvas e é capaz de localizar suas presas graças aos olhos grandes.

Suas orelhas também são altamente sensíveis, o que lhes permite detectar as presas rapidamente. 

18 Rato-do-campo (Wood Mouse)

Rato-do-campo (Wood Mouse)
Rato-do-campo (Christian Fischer, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O rato-do-campo (Apodemus sylvaticus) é um pequeno roedor caracterizado pela pelagem marrom, olhos enormes e cauda longa. Animal nativo do Reino Unido, é encontrado principalmente nas Ilhas Britânicas e em outras menores. A espécie é conhecida por se alimentar principalmente de sementes e frutas. O rato do campo vive em tocas, pois são continuamente perseguidos por raposas, doninhas e gatos domésticos.

19 Ouriço-cacheiro (european hedgehog)

Ouriço-cacheiro (european hedgehog)
Ouriço-cacheiro

O ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus) é o único da espécie encontrado no Reino Unido. Apesar do olfato e audição perfeitos, não tem boa visão. O ouriço-cacheiro hiberna durante o inverno e torna-se ativo no verão. 

Encontrado em florestas e áreas suburbanas de toda a Europa, são onívoros, com dieta composta principalmente de vermes, insetos, lesmas, sapos, pássaros e roedores.

20 Baleia-Fin (fin whale)

Baleia-Fin (fin whale)
Baleia-fin (Aqqa Rosing-Asvid – Visit Greenland, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

As baleia-fin (Balaenoptera physalus) são classificadas como animais nativos do Reino Unido porque existem no Oceano Pacífico Norte há milhões de anos. São descritas como as segundas maiores da espécie, após as baleias azuis. 

Bom conhecer mais sobre os animais típicos do Reino Unido, não é mesmo? Assim, vemos o quanto a natureza é diversa! Aproveitando, que tal ver qual é a fauna nativa do Peru ou os principais animais que vivem no manguezal

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->