10 Templos Budistas mais famosos do mundo

Filosofia fundada no século V a.C. reúne mais de 200 milhões de seguidores em todo o mundo.

- Tempo de leitura: 6 minutos -

O budismo é a maior religião e filosofia do mundo, com estimativa de meio bilhão de seguidores. Fundada no nordeste da Índia no século V a.C., baseia-se nos ensinamentos de Siddhartha Gautama, “O Buda”. Admirada por orientais e ocidentais, a filosofia é responsável por construções belíssimas em todo o mundo. Confira, a seguir, os 10 templos budistas mais famosos do mundo.

O budismo tem como objetivo escapar do sofrimento e do ciclo de renascimento, ou seja, a obtenção do nirvana. Seus princípios também encontram apoio nas Quatro Nobres Verdades, influenciando as práticas culturais, espirituais, artísticas e arquitetônicas por todo mundo ao longo dos séculos. Falando em arquitetura, merecem destaque as construções dos templos budistas. 

Embora tradicionalmente reflitam os estilos arquitetônicos da região, todos são projetados para facilitar a reflexão e a meditação silenciosas. Em comum, suas construções envolvem uma variedade de formas e tamanhos. Se estiver interessado em encarar a vida de uma perspectiva diferente, comece conhecendo os 10 templos budistas mais famosos do mundo.

10 Templos Budistas mais famosos do mundo

1 Templo Mahabodhi

Templo Mahabodhi
Templo Mahabodhi (Rajasekaran Ramakrishnan, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O Templo Mahabodhi, que significa Grande Iluminação, fica em Bodh Gaya, na Índia. O complexo principal contém uma descendente da árvore Bodhi, sob a qual Gautama Buda ganhou a iluminação. Por isso, é tido como o lugar mais sagrado do budismo

A árvore Bodhi, no Templo Mahabodhi (Bodh Gaya, na Índia)
A árvore Bodhi, no Templo Mahabodhi (Ken Wieland from Philadelphia, USA, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

O templo foi construído pelo imperador Asoka, cerca de 250 anos depois que o Buda atingiu a iluminação. O templo atual data do século V ao VI.

Pétalas de pedra marcam o caminho onde lótus teriam florescido sob os pés de Buda enquanto ele andava e meditava.

2 Pagode Shwedagon

Pagode Shwedagon
Pagode Shwedagon

O Pagode Shwedagon, ou Pagode Dourado, em Yangon, é o santuário budista mais sagrado da Birmânia. Suas origens se perderam na antiguidade, mas estima-se que tenha sido construído durante o período Bagan, entre os séculos VI e X d.C. 

O complexo está cheio de monumentos, as estupas, brilhantes e coloridos, mas o centro das atenções é a estupa principal de 99 metros de altura, completamente coberta de ouro.

3 Borobudur

Borobudur
Templo Borobudur

Localizado na ilha indonésia de Java, 40 km a noroeste de Yogyakarta, o Borobudur é o maior e mais famoso templo budista do mundo. Sua construção levou cerca de 75 anos, entre os séculos VIII e IX, usando aproximadamente 2 milhões de blocos de pedra. 

O templo foi abandonado no século XIV por razões ainda misteriosas, ficando, por séculos, escondida na selva sob camadas de cinzas vulcânicas.

O complexo tem 3.000 esculturas em baixo-relevo, 72 estupas treliçadas e 504 estátuas de Buda, todas dispostas em forma de lótus contra o pano de fundo das Montanhas Menoreh. A subida de nove níveis da escadaria leste de Borobudur até sua estupa final mede quase 5km.

Detalhe das estátuas do Templo de Borobudur
Detalhe das estátuas do Templo de Borobudur

4 Fo Guang Shan

Fo Guang Shan
Templo Fo Guang Shan (Huicheng1967, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O templo Fo Guang Shan, na cidade de Kaohsiung, Taiwan, oferece uma experiência do budismo no mundo moderno. O templo de mais de 300 acres é a sede da Ordem Budista Fo Guang Shan, fundada em 1967. A ordem segue o Budismo Humanista e é famosa por adotar métodos modernos de ensino. 

O popular templo Mahayana foi projetado com um design tradicional do Leste Asiático, com santuários magníficos, edifícios grandiosos e inúmeras atividades dentro do complexo. 

O templo também abriga o Museu Fo Guang Shan Buddha, um dos mais impressionantes museus budistas contemporâneos do mundo. O museu apresenta abrangentes exposições budistas, festivais e eventos regulares e ainda guarda relíquias de dentes do Buda histórico.

5 Bagan

Bagan
Templos no sítio arqueológico de Bagan

Bagan, também conhecido como Pagan, é um complexo às margens do rio Ayerwaddy. Abriga a maior área de templos budistas, pagodes, estupas e ruínas do mundo. 

Foi a capital de vários reis antigos da Birmânia, que construíram talvez até 4.400 templos entre 1000 e 1200 DC. Em 1287, o reino foi tomado pelos mongóis. Bagan era originalmente o lar de cerca de 10.000 estruturas budistas. 

Hoje, trilhas empoeiradas circundam mais de 2.000 templos e pagodes remanescentes, de Dhammayangyi, o maior de Bagan, a Shwezigon, o primeiro templo banhado a ouro em Mianmar.

6 Angkor Wat

Angkor Wat
Templo de Angkor Wat

Angkor Wat é a maior estrutura religiosa já construída. Originalmente dedicado ao deus hindu Vishnu, o povo cambojano reivindicou o templo de arenito ao budismo Theravada no final do século XII. Espalhando-se por 401 acres, Angkor já foi uma megacidade visitada por peregrinos de todo o mundo.

Temos um artigo todo dedicado ao Templo de Angkor Wat. Confira: Conheça o Templo de Angkor Wat e sua intensa história

7 Boudhanath

Boudhanath
Templo Boudhanath

Localizada em um subúrbio de Kathmandu, Boudhanath é um dos maiores templos do mundo. É o centro do budismo tibetano no Nepal e muitos refugiados tibetanos têm se refugiado ali nas últimas décadas. 

Seu símbolo mais conhecido são os olhos de Buda que aparecem nos quatro lados da torre. Diz-se que a atual estupa data do século XIV, depois que a anterior foi destruída pelos invasores Mughal.

8 Jokhang

Jokhang
Templo Jokhang

O Templo Jokhang, em Lhasa, é o local sagrado mais importante do budismo tibetano, atraindo milhares de peregrinos todos os anos. O templo foi construído pelo rei Songtsän Gampo no século VII. Sobreviveu a vários saques dos mongóis e, hoje, o complexo cobre uma área de aproximadamente 25.000 metros quadrados.

9 Wat Rong Khun

Wat Rong Khun
Templo Wat Rong Khun

Fundado em 1997, o templo Wat Rong Khun, no norte da Tailândia, foi projetado e financiado inteiramente pelo pintor tailandês Chalermchai Kositpipat. 

Mosaicos de espelhos cobrem as fachadas e representações do Homem-Aranha, Michael Jackson e Hello Kitty decoram o interior colorido do templo principal. Apesar de seu toque contemporâneo, espera-se que os visitantes se vistam e se comportem com a reverência tradicional.

10 Templo Byodo-In

Templo Byodo-In
Templo Byodo-In (Puneet Abbott, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

Construído inteiramente sem pregos para a celebração do centenário dos primeiros imigrantes japoneses do Havaí, o Templo Byodo-In, no Vale dos Templos de O’ahu, é uma réplica do Templo Byodo-In original em Kyoto. 

Dentro, um Buda Amida dourado tem mais de três metros de altura. Pavões, cisnes negros e tartarugas perambulam pelos jardins do templo, e os lagos dos jardins circundantes fervilham de grandes cardumes de carpas, alguns com quase cem anos de idade.

11 Bônus: Templo Haeinsa

Bônus: Templo Haeinsa
Templo Haeinsa (Lcarrion88, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons)

Haeinsa é um dos templos budistas mais importantes da Coreia do Sul. O templo foi construído em 802 e reconstruído no século XIX depois que Haiensa foi queimada em um incêndio, em 1817. 

O maior tesouro do templo, no entanto, uma cópia completa das escrituras budistas (Tripitaka Koreana), escrita em 81.258 blocos de madeira, sobreviveu ao incêndio .

Dicas para visitar um templo budista

A etiqueta para frequentar os templos é rigorosa. Observe as instruções gerais para visitação aos templos: 

  • Tire os sapatos ainda na porta
  • Use roupas que cubram os joelhos e ombros
  • Preste atenção à sinalização afixada
  • Reduza o ruído ao mínimo
  • Evite incomodar tirando fotografias, especialmente quando os monges estão orando. 

Incríveis, os templos budistas, não é mesmo? Além deles, a Ásia reserva muitas belezas para os visitantes, como a Son Doon Cave, a maior caverna do mundo, e o impressionante Exército de Terracota.  

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.