Quanto ganha um personal trainer nos Estados Unidos?

O profissional precisa ser graduado em Educação Física e, nos Estados Unidos, pode receber altas remunerações anuais.

O personal trainer é o profissional graduado em Educação Física responsável por instruir e motivar indivíduos em suas atividades de exercício. O objetivo principal é o preparo físico adequado. Até pouco tempo atrás, tinha caráter de exclusividade para poucos, realidade que mudou com o serviço tornando-se acessível. No Brasil, a profissão é relativamente recente e ainda não tem piso salarial. Quanto ganha um personal trainer nos Estados Unidos, por exemplo?

O personal trainer atua com clientes individuais e pequenos grupos em academias, clubes, praças, residências e condomínios. Nos treinos, inclui alongamento, pilates, yoga, corrida, triatlo, artes marciais, musculação, esportes coletivos, reabilitação musculoesquelética e dança. Como já mencionado, seu principal diferencial é elaborar uma rotina adaptada às capacidades físicas e objetivos específicos do indivíduo. Assim, centra nas particularidades, potencializa os pontos fortes e foca nas partes do corpo até então não trabalhadas. 

E quanto à remuneração? Como já comentado, no Brasil, ainda não há salário mínimo vigente para um personal trainer, embora leis e acordos tenham por base o piso para professores de Educação Física. Em outros países, a realidade muda? Nos Estados Unidos, qual é o faixa salarial percebida pelo profissional?

Atribuições do personal trainer

O personal trainer trabalha em clubes de saúde, academias, centros de recreação e na casa dos clientes. No Brasil, a função exige graduação em Educação Física, mas nos Estados Unidos, basta um curso profissionalizante reconhecido pelo país. Existem organizações que oferecem até cursos online, exigindo apenas duas aulas presenciais obrigatórias. A formação é finalizada com uma prova de múltipla escolha. Entre as organizações que certificam os profissionais da área, temos como destaque:

  • ISSA (International Sports Sciences Association);
  • IFPA (International Fitness Professionals Association);
  • ISFTA (Associação de Esporte e Fitness Trainer Internacional).

O mercado para o personal trainer deve crescer 15% até 2029, bem mais rápido do que a média para outras ocupações. Empresas, governo e organizações, bem como os próprios cidadãos, reconhecem a necessidade de exercícios físicos bem assistidos para a saúde. Sendo assim, espera-se que os incentivos para ingressar em academias ou outros tipos de academias aumentem a necessidade desse tipo de profissional, no intuito de melhorar o condicionamento físico das pessoas.

Quanto ganha um personal trainer nos Estados Unidos?

A remuneração de um personal trainer nos EUA varia conforme a área de atuação do profissional e, até mesmo, a localização geográfica. Mas, de acordo com o Bureau Labor Statistics, o salário médio para o profissional da área é de US$ 40.690 anuais. Os menores salários giram em torno de US$ 21.100/ano e os maiores podem chegar a mais de US$ 75.400/ano 

A mediana dos salários anuais para os personal trainers e instrutores nos EUA, de acordo com o local em que trabalham são as seguintes:

  • Academias e Centros Esportivos: US$ 42.700
  • Serviços Educacionais: US$ 38.320
  • Governo: US$ 37.440
  • Organizações Sociais: US$ 33.080

E, então, se interessou pelo salário do personal trainer nos Estados Unidos? Acha que é comparável à remuneração praticada no Brasil?  

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.