Quanto ganha um eletricista nos Estados Unidos?

O eletricista é responsável por instalações elétricas e, nos Estados Unidos, a profissão requer treinamento técnico específico.

- Tempo de leitura: 3 minutos -

O eletricista é o profissional responsável pela implementação, manutenção e reparação de instalações elétricas, tanto residenciais quanto industriais. Além disso, realiza a instalação, vistoria e reparo de aparelhos elétricos, eletrônicos e redes de distribuição de energia. Trabalho que exige habilidades específicas e, em muitos países, cursos técnicos voltados para a área. Como é a remuneração nestes lugares?  Quanto ganha um eletricista nos Estados Unidos, por exemplo?

Os eletricistas apoiam residências, indústrias, empresas e construção civil na instalação, manutenção e reparo de sistemas de energia elétrica, comunicações, iluminação e controle. O trabalho exige treinamento prático e a segurança para que o profissional execute suas tarefas com êxito. Tanto que, nos Estados Unidos, muitas federações exigem a conclusão de um curso técnico para obter uma licença de eletricista. A grade combina o conhecimento teórico e prático necessário para o trabalho com eletricidade.

Diante de tantas exigências e da responsabilidade que o trabalho demanda, é justo que o profissional seja bem pago. No Brasil, a remuneração varia conforme o espaço onde o eletricista trabalha. Mas, a curiosidade a respeito das oportunidades em outros países é aguçada, especialmente para quem busca melhores condições de vida. Por isso, saiba agora qual o salário médio de um eletricista nos Estados Unidos e como trabalhar na área por lá. 

Como ser eletricista nos Estados Unidos?

De modo geral, para ser eletricista nos Estados Unidos, é necessário ser maior de 18 anos, ter formação no ensino médio com, pelo menos, um ano de álgebra. Também é necessário ser aprovado na prova de aptidão focada em leitura e matemática. Alguns estados, entretanto, exigem curso técnico de eletricista. Durante o curso, o aluno aprende sobre ligações e instalações exteriores, interiores e residenciais, aliando teoria e prática. 

Ademais, tem a oportunidade de trabalhar ao lado de profissionais experientes para ter treinamento voltado aos objetivos de seu ofício. Os cursos geralmente duram de quatro a seis anos e, anualmente, os aprendizes passam 144 horas na sala de aula e 2.000 horas num ambiente de trabalho antes de ir para o mercado.

Com o propósito de aperfeiçoar seus conhecimentos, os candidatos a eletricistas também podem comprar materiais de organizações especializadas, como o National Joint Apprenticeship Training Committee. Nesse tipo de publicação, obtém informações detalhadas sobre a área e o processo de aprendizado. 

Quanto ganha o eletricista nos Estados Unidos?   

De acordo com o Bureau of Labor Statistics (BLS) dos Estados Unidos, o salário médio anual dos eletricistas é de US $56.180. Vale destacar que, durante o período de formação e estágio, o aprendiz também recebe um salário. Geralmente, os eletricistas trabalham em tempo integral, sendo comum fazer hora extra e trabalhar aos finais de semana. 

A projeção para o mercado de eletricistas é promissora, com previsão de crescimento de 8% até 2029. Visto que casas e empresas continuam exigindo novos circuitos ou extensões, eletricistas consequentemente serão necessários para instalar tais componentes. Por isso, saber quanto ganha um eletricista nos Estados Unidos e as boas oportunidades podem ajudar a decidir pela profissão no país. 


Curso de Inglês – Online e Gratuito!

Você que deseja trabalhar nos Estados Unidos e quer se capacitar para melhorar suas oportunidades de emprego, temos uma ótima sugestão!

Que tal fazer cursos gratuitos de inglês, do básico ao avançado, 100% online, com emissão de certificado, em um site associado à ABED (Associação Brasileira de Educação à Distância)?

➥ Confira as vantagens:

  • Melhorar seu currículo possibilitando mais chances de conseguir um bom emprego.
  • Aumentar a probabilidade de conseguir uma promoção no emprego.
  • Completar as horas necessárias nas atividades extracurriculares em faculdades e universidades.
  • Em alguns concursos públicos é necessário possuir um curso específico.
  • Ajudar com a progressão funcional para funcionários públicos.
  • Aumentar seus conhecimentos em uma nova profissão.

➥ CURSOS DISPONÍVEIS:

Você pode gostar também
1 comentário
  1. Gabriel Araujo Ramos Diz

    Bom Texto,Bem Explicativo.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->