Patentes da Uber utilizam algoritmos para classificar motoristas – Entenda a preocupação de especialistas

Entenda como saber se o motorista é ''perigoso'' ou não de acordo com as patentes registradas.

- Tempo de leitura: 1 minuto -

Com o crescimento da quantidade de motoristas de aplicativo, muitas pessoas têm questionado a segurança deste meio de transporte. Isto é, ora por não saber como o motorista dirige, ora por desconhecer a sua índole. Por isso, patentes da Uber, registradas desde 2019, buscam utilizar um sistema de pontuação algorítmica para definir se aquela pessoa dirigindo confere algum tipo de risco ao passageiro.

Entenda abaixo como esses algoritmos para classificar motoristas funciona.

Patentes de segurança da Uber utilizam algoritmos para classificar motoristas

Em uma das suas patentes, a Uber busca utilizar o algoritmo de inteligência artificial para interpretar a avaliação do usuário e classificar o motorista. Porém, comentários que sugerem “sotaque carregado”, como exemplo, podem ser interpretados pelo sistema como um serviço de “baixa qualidade”. 

Outra patente propõe prever se o motorista apresenta algum risco ao passageiro por meio de testes psicométricos. Isto é, classificar o motorista por meio da análise de suas redes sociais e relatórios policiais, de modo a evitar avaliações equivocadas dos usuários. 

Além dessas patentes, existem outras que pretendem monitorar o comportamento dos motoristas através de câmeras instaladas no veículo que medem seu nível de distração a partir de ações como: atender uma ligação, olhar um mapa ou mover o telefone. Até as preferências dos motoristas, como por exemplo, trabalhar a noite podem ser julgadas pelo aplicativo como menos seguras.

Em um depoimento para The Intercept, Jeremy Gillula, engenheiro de privacidade da Google e ex-diretor de projetos de tecnologia da Electronic Frontier, afirmou que utilizar algoritmos para determinar se o motorista será um perigo ou um problema é algo muito preocupante.

Assim como Jeremy, muitos especialistas demonstram sua preocupação com o sistema de algoritmo. Isso porque eles podem tanto reproduzir preconceitos dos passageiros, como também podem fazer avaliações equivocadas.

Gostou desse artigo? Você pode encontrar mais artigos como esse clicando aqui!

Você pode gostar também
5 Comentários
  1. Celio Malaquias Diz

    Engraçado que,com a crescente onda de assaltos e assassinatos de motoristas de aplicativos,as plataformas gastam rios de dinheiro investido em”protecao” unilateral,enquanto isso seus “parceiros” são expostos à todo tipo de tratamento
    Por um valor ínfimo que na maioria das vezes não paga nem o combustível.

  2. Santana Diz

    Eles só querem ver o lado do passageiro o lado do motorista não sabemos também quem entra e quem vai do nosso carro não sabemos se a pessoa é de boa índole ou um psicopata e oque ela que um robô isso sim somos humanos e não máquinas.

  3. Gabriel Diz

    Agora entendem porque tanto cancelamento de corridas . O.sistema da uber é punitivo e não assume seus erros além de passar informações vagas como o endereço de destino camuflado de um nome de um bairro para mais de 10bairros além de não mostrar no mapa . A culpa de tudo é do próprio app que induz o motorista a cancelar quando tem qualquer motivo como as vezes o chat do passageiro nem funcionar ou localização errada ou nem aparece o nome comum que eles usam para uma região. Infelizmente sabemos que não é um erro normal e sim um erro induzido pela uber para ficar mais vantajosa para eles

  4. FABIO Diz

    Acho q a Uber deveria deixar de cobrar 40% e cobrar só 10% dos motoristas pq os coitado tem paga carro alugado combustível refeição todo dia lanches da tarde etc.

  5. Murilo Diz

    Bom dia com minha esperiencia de 18000 viagem, se a Uber não melhorar seus motorista vai ruir, a estatística diz muito coisa mas a realidade é muito diferente …..

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->