O que fazer em Córdoba, Argentina: 11 passeios imperdíveis!

Uma das cidades mais procuradas por quem visita a Argentina, Córdoba respira cultura. Conheça algumas de suas melhores atrações turísticas.

- Tempo de leitura: 8 minutos -

Capital da província de mesmo nome, Córdoba é a segunda cidade mais populosa da Argentina. Localizada às margens do rio Suquía, entre Rosário e Mendoza, fica a 713 quilômetros de distância da capital, Buenos Aires.

Córdoba encanta os turistas não só pelas atrações tradicionais, como a Manzana Jesuítica, mas também pelo cenário cultural efervescente. Por isso, os passeios ligados à arte estão entre os mais procurados, a exemplo das feiras de artesanato e museus.

A agitada vida noturna também é um dos destaques. Grande parte dela é justificada pelo fato de Córdoba ser uma cidade universitária. São sete universidades, incluindo a mais antiga da Argentina e uma das mais disputadas da América Latina, a Universidade de Córdoba.

Por estar localizada no centro do país, é considerada uma parada relax antes de ir para os Andes ou para o norte. Com um roteiro simples e de fácil acesso, é possível visitar todos pontos turísticos em poucos dias. Vamos, então, às dicas de o que fazer em Córdoba?

O que fazer em Córdoba (Argentina)

1 Plaza San Martín

Plaza San Martín
Plaza San Martin: localizada no coração do centro histórico de Córdoba

Construída no século XVI, é a praça central de Córdoba. O local é bastante movimentado, sempre cheio de turistas e moradores. A movimentação cultural também é muito intensa. Não faltam exposições e artistas de rua.

Nas proximidades da Plaza San Martin está o Cabildo, sede do Museu da Cidade e referência por suas exposições de artes visuais. Ao seu lado está a Catedral que, embora tenha uma fachada modesta, guarda um verdadeiro tesouro em seu interior.

2 Catedral de Córdoba

Catedral de Córdoba
Catedral de Córdoba: ponto de parada para os amantes de história e artes

Falando na Catedral, ela demorou quase 200 anos para ser construída. Hoje, é tida como um dos maiores destaques da arquitetura colonial argentina. Como já mencionado, está localizada na Plaza San Martín, mais precisamente entre as ruas Independencia e 27 de Abril.

As pinturas de sua cúpula, obras de arte e esculturas de santos católicos fazem da visita um momento único de contemplação.

3 Igreja dos Capuchinhos

Igreja dos Capuchinhos
Igreja dos Capuchinhos: recomenda-se uma visita noturna para aproveitar o visual proporcionado pela iluminação

Mais uma opção de passeio para quem gosta de conhecer igrejas. Esta, de estilo neogótico, foi construída entre 1928 e 1934. Um curiosidade sobre ela é a assimetria do topo das torres: as duas são diferentes entre si. Fica na esquina das ruas Obispo Oro e Buenos Aires. 

4 Manzana Jesuítica

Manzana Jesuítica
Igreja da Companhia de Jesus: a entrada para a atração é gratuita

É um dos passeios “obrigatórios” para quem visita Córdoba. Declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, o quarteirão chamado de Manzana Jesuítica, uma herança da ocupação jesuítica, está localizado no microcentro da cidade. Para visitar todas as construções do século XVII que ele abriga é necessário praticamente um dia inteiro.

Por lá é possível conhecer a Igreja da Companhia de Jesus, que encanta por seu teto em forma de barco invertido, de fato planejado por um engenheiro naval. Outro destaque é a Capilla Domestica.

Também fazem parte do local o Museu Histórico da Universidade, a biblioteca jesuítica e ao Colégio Nacional Monserrat. Este último, inclusive, ainda possui os claustros originais.

5 Cripta Jesuítica

Cripta Jesuítica
Cripta Jesuítica: espaço reservado para exposições e visitação, tem entrada gratuita

Localizada na esquina da Rivera Indarte e Av. Colón, a construção data do século XVIII. Entretanto, foi soterrada e, por isso, acabou sendo esquecida por muitos e muitos anos.

Em 1989, durante uma obra para instalação de cabos telefônicos, a Cripta Jesuítica foi redescoberta por acaso. Logo a Prefeitura restaurou o local, transformando-o em um centro cultural que recebe diversas mostras e apresentações artísticas.

6 Mercado Norte

Mercado Norte
Mercado Norte: o restaurante La Cocina de Fazzio, dentro do mercado, é bem avaliado e possui bons preços

Quer conhecer a fundo a cultura de um lugar? Visite seu mercado público! E, claro, o de Córdoba não é uma exceção. O lugar é perfeito para almoçar, tomar um café ou simplesmente caminhar pelas barracas conhecendo os produtos locais, tais como frutas, embutidos e queijos.

Funciona de segunda a sexta das 7h às 19h30 e aos sábados, das 7h às 14h30. Fica da Rivadavia, esquina com Oncativo.

7 Museu da Memória

Museu da Memória
Museu da Memória: atração gratuita, funciona de terça a sexta-feira das 10 às 18h

Passeio perfeito para quem gosta de história, principalmente latino-americana. O Museu da Memória foi construído em um antigo centro de detenção e tortura da época da ditadura argentina.

Naquele local, opositores do regime, militantes e ativistas políticos eram presos e torturados. Muitos deles tiveram seus filhos sequestrados e doados a famílias pró-ditadura.

Uma das coisas mais marcantes do museu são as fotos de pessoas que desaparecem durante o período ditatorial e nunca mais foram encontradas. Fica bem perto da Manzana Jesuítica e Praça San Martin.

8 Palacio Ferreyra – Museu de Belas Artes Evita

Palacio Ferreyra – Museu de Belas Artes Evita
Museu de Belas Artes Evita: o museu de artes plásticas mais importante da Argentina

Os apaixonados por arte não podem deixar de conhecer o Palacio Ferreyra. Situado na Avenida H Yrigoyen, a bela construção, datada de 1914, possui um museu de belas artes em três andares. São mais de 400 obras para apreciar, sem contar as fantásticas exposições de arte.

9 Parque Sarmiento

Parque Sarmiento
Parque Sarmiento em Córdoba: um ótimo lugar para tirar belas fotografias

Sabe aquele momento durante uma viagem agitada em que é preciso parar e relaxar um pouco? O Parque Sarmiento é  ideal para descansar em um ambiente mais tranquilo, cheio de verde, ou simplesmente fazer uma pausa.

Entre atrações disponíveis estão o zoológico, museus, quadras esportivas, pista de patinação, ciclovia, teatro grego e muitas outras. Com opções para todos os gostos e idades, o parque também é um ótimo passeio para curtir com toda a família.

10 Paseo de las Artes

Paseo de las Artes
Paseo de las Artes: funcionamento aos sábados, domingos e feriados das 17h às 23h

Ao todo, a feira de artesanato possui mais de 200 barraquinhas. Entre outras coisas, é possível comprar antiguidades, obras de arte, objetos de decoração, artigos em couro, pinturas, móveis, bordados e comidas típicas.

Além da grande diversidade de produtos, algo que a torna ainda mais especial é o bairro em que está localizada, o Güemes. A região de tradição operária é famosa pelos ares boêmios e vocação artísticas.

Por isso, as ruas que ficam nos arredores da feira são um charme à parte. Depois de fazer compras, ainda dá para passear pelas lojas de artistas e ateliers de moda, além, claro, de aproveitar algum dos bares ou restaurantes.

11 Paseo del Buen Pastor

Paseo del Buen Pastor
Paseo El Buen Pastor: funciona todos os dias das 9h às 20h

Seguindo a pegada de dicas culturais, o complexo localizado no centro da cidade tem que estar no roteiro. Atualmente um centro cultural movimentado, o prédio já foi capela, mosteiro e uma prisão para mulheres.

Além das obras de artistas locais, existe uma capela que foi dessacralizada e, atualmente, serve como palco para apresentações artísticas e shows. Destaque para o show de luzes que acontece todas as noites. Porém, é necessário verificar o horário com antecedência, uma vez que ele muda conforme a estação.

Dicas extras

Boa parte dos pontos turísticos de Córdoba são fechados aos sábados e domingos. Por isso, é importante verificar os horários de funcionamento com antecedência. Se a viagem for curta, para aproveitar melhor todos os cantinhos da cidade, inclua pelo menos um dia útil na programação.

Nos arredores de Córdoba há atrações incríveis. É possível programar-se para visitá-las em viagens curtas, inclusive, organizadas por agências turísticas. Confira algumas sugestões:

Villa General Belgrano

Um pedacinho da Europa na Argentina. Colonizada por alemães, a cidade que fica a 86 quilômetros de Córdoba tem o auge de turistas em outubro, quando realiza sua versão da Oktoberfest.

O que fazer em Córdoba, Argentina: Villa General Belgrano
Villa General Belgrano: construções típicas da Baviera

Alta Gracia

Bem pertinho de Córdoba, a aproximadamente 35 quilômetros, a pequena vila conta com duas atrações principais: o Museu Che Guevara e uma estância jesuíta construída no século XVII.

O que fazer em Córdoba, Argentina: Estancia Jesuítica de Alta Gracia
Estancia Jesuítica de Alta Gracia: quem vai de Córdoba para a Villa General Belgrano pode aproveitar e dar uma parada no local, já que é caminho

Capilla del Monte

Indispensável para quem gosta de misticismo. A cidade reúne ufólogos do mundo inteiro para tentar contato com extraterrestres no Cerro Uritorco. Há relatos de contatos imediatos desde a década de 30. Fica a 97 quilômetros de Córdoba.

O que fazer em Córdoba, Argentina: Cerro Uritorco
Cerro Uritorco: a trilha rumo ao topo do monte é um programa indicado para os mais aventureiros e para aqueles que querem explorar o misticismo do local
Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->