Lagoa Azul, seu paraíso islandês fora da Sessão da Tarde

A lagoa termal fica a minutos da capital da Islândia e atrai pelos nutrientes e temperatura constante.

- Tempo de leitura: 7 minutos -

A Lagoa Azul é uma das atrações mais populares da Islândia. A água de cor azul-leitosa difere de tudo que você vai encontrar na Terra, especialmente pelo contraste com os campos de lava negra e musgo cinza rastejante ao redor. Sua temperatura é constante de 39 °C durante todo o ano, o que a torna sempre perfeita para o banho. 

A lagoa fica na Península de Reykjanes, no sudoeste da Islândia, região conhecida pelas paisagens áridas e vulcões em forma de cone. Distante apenas 15 minutos de viagem do Aeroporto Internacional de Keflavík e a cerca de 30 minutos da capital, Reykjavík, pode ser a primeira ou a última parada durante sua viagem ao país.

Devido à sua localização, águas calmantes e nutrientes para a pele, a Lagoa Azul rapidamente se tornou a atração mais visitada da Islândia, rivalizada apenas pela rota turística do Círculo Dourado. Saiba mais sobre ela a seguir. 

Vista aérea da Lagoa Azul (Blue Lagoon) na Islândia
A grandiosa Lagoa Azul (Blue Lagoon) na Islândia

O que é a Lagoa Azul da Islândia?

A história da Lagoa Azul remonta a 1976, quando se formou ao lado da usina geotérmica Svartsengi. Ao contrário do que muita gente acredita, a lagoa não é uma fonte termal natural, mas uma piscina criada pelo homem. 

Águas da Lagoa Azul (Blue Lagoon) na Islândia
A bela cor azul-leitosa da Lagoa Azul chama a atenção

Na verdade, trata-se da água residual de uma usina de energia que perfura o solo para obter vapor e água quente.

A origem da Lagoa Azul

O trabalho na usina geotérmica Svartsengi começou em 1971, perfurando o solo para obter água quente que, posteriormente, é bombeada direto para as casas. 

Entretanto, a água retirada é cheia de minerais misturados à água do mar sendo, então, imprópria para uso direto no aquecimento. Por outro lado, essa mesma água já se mostrou ótima para a pele. 

Desta forma, a água quente é utilizada para aquecer água doce que é então bombeada para as áreas urbanas próximas, por ser mais adequada ao consumo humano. 

Depois disso, a água retirada do solo é lançada no campo de lava próximo, o Illahraun, originado a partir de uma erupção vulcânica em 1226. 

Como a lava é porosa, a água desapareceria, mas se separava da sílica presente em sua composição quando esfria. 

Foi aí que a lagoa se formou, pois, a sílica acabou formando uma camada de lama que impedia a infiltração da água. 

As águas terapêuticas da Lagoa Azul

A água é completamente limpa e livre de produtos químicos prejudiciais. Apenas minerais naturais comprovadamente bons para a pele estão presentes. Como flui continuamente para a lagoa, é ainda renovada a cada 48 horas.

A história de usá-la para banho começou em 1981, quando um jovem com psoríase recebeu permissão do presidente da planta geotérmica para ir à lagoa. Era uma tentativa desesperada de fazer com que o incômodo passasse. Rapidamente, a água e as algas fizeram maravilhas por sua pele.

O jovem, Valur Margeirsson, foi o primeiro a chamar o local de ‘Lagoa Azul’ e o nome pegou. 

As primeiras instalações balneares foram inauguradas em 1987, inicialmente destinadas a pessoas com problemas de pele semelhantes. Não demorou  para que o lugar caísse nas graças da população, muito por sua localização estratégica. 

A transformação em um SPA

A Lagoa Azul rapidamente se tornou uma das atrações mais visitadas da Islândia, frequentada tanto por moradores locais quanto por visitantes estrangeiros. 

Muita água passou por baixo da ponte desde então e, após constantes renovações, o Blue Lagoon é agora um spa que atende a centenas de milhares de hóspedes todos os anos.

A Lagoa Azul (Islândia) com o Silica Hotel ao fundo
A Lagoa Azul com o Silica Hotel ao fundo

É bom saber que, após a revista National Geographic nomeá-la como uma das 25 maravilhas do mundo e a Condé Nast Traveler listá-la entre os 10 melhores spas do planeta, a Lagoa Azul agora é internacionalmente famosa. Sua popularidade crescente exige planejamento para conseguir entrar. Por isso, é bom reservar com antecedência. 

Além da Blue Lagoon, fizemos uma seleção de locais para relaxar nas águas quentes da Islândia! Confira: Os 5 melhores SPAS de fontes termais na Islândia

O que fazer na Lagoa Azul

A grande reforma feita em 1999 afastou a lagoa da planta geotérmica e acrescentou vestiários modernos. Também foram construídos um café, hotel, restaurante e uma loja onde é possível comprar os luxuosos produtos para a pele da Lagoa Azul. Trilhas, pequenas pontes e saunas também foram adicionadas ao local.

A Lagoa Azul cresce continuamente e, recentemente, expandiu de 5.000 m² para 8.700 m²

Em 2018, o Blue Lagoon inaugurou o primeiro hotel cinco estrelas do país, o Retreat Hotel. Com 62 suites, oferece quartos com belo paisagismo, vistas incríveis dos campos de lava da Península de Reykjanes através de janelas do chão ao teto e uma série de serviços.

Retreat Hotel, o primeiro hotel cinco estrelas da Islândia
Retreat Hotel, o primeiro hotel cinco estrelas da Islândia

Mas, o que atrai mesmo à Lagoa Azul é o tratamento para a pele, cujos motivos ainda são desconhecidos. Alguns acreditam que seja a mistura de minerais, outros as algas que vivem na água. 

O fato é que, desde 1994, a Lagoa oferece tratamento diferenciado para quem tem psoríase e, em 2005, abriu uma clínica com serviços de última geração. 

Como visitar a Lagoa Azul?

O primeiro passo é reservar sua entrada pelo site da Blue Lagoon com o máximo de antecedência possível. 

Ao chegar a Reykjavík, existem ônibus que levam até as piscinas e, também, da lagoa para o aeroporto. O mais comum, porém, é alugar um carro, uma viagem que leva cerca de 35 minutos. 

Outra alternativa é contratar um tour que te leve, também, para outras atrações, como o Círculo Dourado. Mesmo assim, ainda é preciso reservar sua entrada no SPA

O caminho da entrada até as piscinas é bem sinalizado e o visitante ainda conta com porta bagagem. Outro ponto positivo é a acessibilidade para cadeirantes. 

Após receber as orientações sobre a visita, é hora de banhar-se nas águas termais. Há um bar de lama onde você pode conseguir uma máscara de sílica para o rosto. O item é incluído em todos os pacotes. Máscaras de algas adicionais podem ser adquiridas usando a pulseira eletrônica entregue na entrada. 

Pessoas tomando banho na Lagoa Azul (Islândia)
A Lagoa Azul atrai turistas do mundo todo pela sua beleza e propriedades terapêuticas de suas águas

Explore a lagoa, deixe a água rolar em seus ombros na pequena cachoeira ao lado das saunas e limpe a pele dentro das três diferentes saunas e banhos turcos. 

Existem diferentes tipos de pacotes e você pode escolher aquele que cabe no seu orçamento e, claro, nos desejos de obter a melhor experiência. 

O que o Blue Lagoon SPA oferece?

O Blue Lagoon tem várias comodidades de spa disponíveis para todos os hóspedes. Isso inclui a máscara de lama de sílica, sauna seca e a vapor, cachoeira artificial, caverna para relaxar no interior, bar na água, a opção de reservar uma massagem na água e uma área de relaxamento interna com vista para a própria lagoa. 

Quando ir para a Lagoa Azul

Uma das principais dúvidas de quem planeja uma visita à Blue Lagoon é sobre qual a melhor época de ir. O primeiro passo é checar o horário de funcionamento, o que varia conforme a estação do ano. Veja: 

  • 1 Jan – 22 Mar: 8:00 – 21:00
  • 23 Mar – 18 Jun: 8:00 – 21:00
  • 19 Jun – 31 Ago: 15:00 – 22:00
  • 8 Out – 2 Nov: Fechado
  • 3 Nov – 31 Dez (Seg-Qui): 15:00 – 22:00
  • 3 Nov – 31 Dez (Sex-Sáb): 11:00 – 22:00

Os piores horários para reservar são os primeiros da manhã e os últimos do dia. No início, pode haver muita gente, enquanto o final da tarde permanece cheio porque não há limite de tempo para permanecer na lagoa. 

Para aproveitar ao máximo a lagoa, não reserve uma hora antes do horário de fechamento, considerando os procedimentos de entrada. 

Os horários  noturnos são provavelmente os melhores. No auge do verão, o horário de funcionamento é até as 22h, então você pode reservar às 19h ou 20h, o que lhe dá tempo para passear, jantar, relaxar no lagoa e aproveitar o sol da meia-noite. No inverno, a lagoa fecha às 21h e as noites são também bastante populares nesta estação. 

Isso acontece principalmente porque não há lugar melhor para admirar a aurora boreal do que em uma piscina confortável e aquecida. Verifique o horário em que o sol se põe, pois, isso varia conforme o mês, e tente reservar um horário que lhe dê, pelo menos, duas horas na lagoa.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.