7 Festas populares do Amazonas para se admirar pelo estado

Misturando sagrado e profano, as tradições típicas amazonenses refletem a diversidade de um povo marcado pela mistura das três raças.

- Tempo de leitura: 5 minutos -

Ô povo alegre é o amazonense! Terra rica em diversidade, o Amazonas encontra em suas celebrações a mais pura demonstração das tradições do estado. Por isso, as 7 festas populares do Amazonas traduzem a religiosidade local sem, no entanto, deixar de lado a cultura popular. Assim, mistura o sagrado com o profano, em uma profusão de festivais que vão desde procissões até a disputa dos bois Caprichoso e Garantido. 

A cultura amazonense, similarmente às próprias tradições brasileiras, tem herança indígena, europeia e africana. A chegada dos portugueses no século XVI trouxe a religiosidade, marca forte em algumas manifestações populares do Amazonas. Incorporou, também, as festas juninas, tão presentes nas comemorações aos solstícios de verão em Portugal, reverenciando os santos Antônio, João e Pedro.

Um elemento indígena marcante na cultura regional é o segredo da oralidade, isto é, as tradições transmitidas por gerações através do canto. A expressão cultural negra, como os tambores, deixaram herança em festas, como Parintins. Ademais, os festivais amazônicos ainda celebram a colheita, incluindo símbolos do dia a dia do caboclo. Quer saber mais? Siga com a gente e veja quais são as principais festas tradicionais do Amazonas.

Festas populares do Amazonas

As festas populares carregam a essência dos costumes passados através das gerações. Por isso, servem de parâmetro para pontuar a história e os hábitos de um povo. No caso específico das festas populares do Amazonas, normalmente começam em ambientes comunitários até chegar às arenas dos grandes centros urbanos. Analisar a trajetória de Parintins, por exemplo, mostra como isso é comum. 

Um festival iniciado como brincadeira pelas ruas da Ilha Tupinambarana rompeu fronteiras e ganhou proporções gigantescas, tendo seu próprio Bumbódromo, uma espécie de Apoteose para a disputa entre os bois Garantido e Caprichoso. Abaixo, veremos quais são as principais festas populares do Amazonas e características elementares. 

1 Festival de Parintins

Festival de Parintins
Desfile do Boi Garantido no Festival de Parintins (Bianca Paiva/Agência Brasil, CC BY 3.0 BR, via Wikimedia Commons)

O Festival Folclórico de Parintins surgiu em 1914, quando o mestre Monteverde saía pelas ruas festejando o Boi Garantido. A tradição virou disputa anos depois, mediante a inserção do Boi Caprichoso. 

Oficializada em 1966, ganhou a mídia na década de 90, quando ganhou o status de festa nacional. O festival acontece sempre na última semana de junho, com três dias de duração, e ganhou mídia internacional. 

O mote principal de Parintins é a batalha dos bois bumbás Caprichoso (Azul) e o Garantido (Vermelho), mostrando ao mundo lendas da floresta, rituais indígenas, costumes e mistérios da população ribeirinha. 

A dança conta a história de Pai Francisco e Mãe Catirina, que clamam à força espiritual do pajé para ressuscitar o boi abatido. Encantam o som das toadas e o desfile de cores e luzes pelo bumbódromo. 

2 Boi Manaus

Boi Manaus
A capital do estado tem a sua própria festa de boi-bumbá: o Boi Manaus

A bela capital do estado comemora seu aniversário em grande estilo, tendo seu próprio festival de boi. O Boi Manaus toma as ruas com micaretas por três dias, arrastando milhares de foliões. Como não poderia deixar de ser, a comemoração ganhou seus holofotes e hoje em dia atrai gente de todo o mundo.  

3 Festival de Ópera de Manaus

Festival de Ópera de Manaus
Festival de Ópera de Manaus

O Festival de Ópera de Manaus é o momento em que o Teatro Amazonas mostra todo o seu esplendor. Produções refinadas tomam conta dos palcos de abril a maio, apresentando grandes obras, como Magdalena de Heitor Villa-Lobos e Madame Butterfly de Giacomo Puccini. 

O festival é realizado pelo Governo estadual do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Cultura, em comunhão com o Fundo de Promoção Social.   

4 Festival Amazonas de Jazz

Festival Amazonas de Jazz
Festival Amazonas de Jazz

Também no Teatro Amazonas, o Festival Amazonas de Jazz traz as melhores apresentações do jazz contemporâneo, envolvendo composições brasileiras e internacionais. Realizado desde 2006 com o objetivo de promover o estado, o festival também inclui, em sua programação, oficinas durante todo o evento. 

5 Festa do Pirarucu

Festa do Pirarucu
Fonte Boa é a casa da Festa do Pirarucu, devido ao grande volume de pesca de peixes da espécie na região

O município de Fonte Boa é um dos principais produtores de pirarucu do Brasil. Para se ter uma ideia, são cerca de 25 mil peixes adultos capturados. Por isso, os cidadãos decidiram promover um festival próprio – a Festa do Pirarucu. A celebração abre os Festejos da padroeira Nossa Senhora de Guadalupe e acontece de 30 de novembro a 3 de dezembro. Todas as comunidades envolvidas na pesca participam, de modo sustentável, da festividade, tendo em vista que tudo é acompanhado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável de Fonte Boa (IDSFB).

6 Festa do Peixe Ornamental

Festa do Peixe Ornamental
Festa do Peixe Ornamental de Barcelos

Na cidade de Barcelos, a primeira capital do Amazonas, mais uma ode aos peixes! A Festa do Peixe Ornamental acontece no final de janeiro e é marcada pela disputa do peixe Cardinal (cores azul e vermelho) e o peixe Acara Disco (cores preto e amarelo).

Bem se vê que o pessoal adora uma disputa, hein? Aqui, a festa de raízes caboclas e indígenas também tem seu lugar próprio – o Piabódromo. 

7 Festa do Guaraná

Festa do Guaraná
Festa do Guaraná de Maués

A cidade de Maués comemora, no início de dezembro, a Festa do Guaraná. A tradição homenageia uma das frutas que são símbolo do estado. Além das atrações da música regionais e nacionais, bem como apresentações dos tambores da floresta, o ponto alto da festa é a eleição da rainha do Guaraná.       

Gostou de conhecer as 7 festas populares do Amazonas? Já teve a sorte de participar de alguma delas? Conta pra gente como foi! 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.