Estados Unidos autorizam aplicação de terceira dose de vacinas contra a COVID-19!

Em meio ao enfrentamento de uma nova onda, o FDA autorizou o reforço da vacinação para alguns grupos de pessoas.

- Tempo de leitura: 2 minutos -

Hoje, a agência FDA (Food and Drug Administration), dos Estados Unidos, alterou as autorizações de uso emergencial das vacinas Pfizer-BioNTech COVID-19 e Moderna COVID-19 para permitir a aplicação de dose adicional em indivíduos imunocomprometidos, especificamente pessoas que receberam transplante de órgãos ou pessoas diagnosticadas com condições consideradas com nível equivalente de imunocompromentimento.

Pessoas com comprometimento imune similar ao daqueles que foram submetidos a um transplante de órgão tem uma habilidade reduzida de lutar contra infecções e outras doenças. Sendo assim, são mais vulneráveis à infecção pela COVID-19 e seus efeitos.

Estudos do FDA concluíram que a aplicação da terceira dose das vacinas Pfizer e Moderna podem representar um aumento na proteção dessa parcela da população. No entanto, o reforço proporcionado pela terceira dose não dispensa a necessidade da vacinação das pessoas próximas a esses indivíduos, que nesse caso deverão receber as duas doses assim como o restante da população.

“O país (EUA) entrou em uma nova onda da pandemia da COVID-19, e o FDA é especialmente conhecedor de que pessoas imunocomprometidas estão particularmente em risco de desenvolver doenças severas. Após uma análise minuciosa dos dados disponíveis, o FDA determinou que esse pequeno e vulnerável grupo pode se beneficiar de uma terceira dose das vacinas Pfizer-BioNTech ou Moderna” disse a Comissária Interina da FDA Dra. Janet Woodcock.

“A ação de hoje permite aos médicos fortalecerem a imunidade em certos indivíduos imunocomprometidos que precisam de uma proteção extra contra a COVID-19. Como declaramos anteriormente, outros indivíduos que estão totalmente vacinados estão adequadamente protegidos e não precisam de dose adicional da vacina no momento. O FDA está ativamente engajado em processos rigorosos e baseados na ciência com nossos parceiros federais para analisar se uma dose adicional será necessária no futuro”, completou.

Sendo assim, no momento, a possibilidade de terceira dose não se estende às pessoas que não possuem comprometimento imune.

O FDA recomenda ainda que os indivíduos imunocomprometidos discutam com seus médicos a opção de se utilizar anticorpo monoclonal caso tenham sido expostos ou que tenham contraído a COVID-19.

Recentemente o FDA autorizou tratamentos com anticorpo monoclonal em adultos e pacientes pediátricos (com 12 anos ou mais, pesando ao menos 40kg) que tenham testado positivo para o SARS-CoV-2, e que tenham alto risco de evoluírem para a forma severa da doença ou para uma hospitalização. O tratamento, que pode ser utilizado de forma preventiva após exposição ao vírus, não substitui a vacinação.


Fonte: FDA

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->