Dar gorjeta nesses países pode causar polêmica – Veja a lista e saiba os motivos!

Saiba quais países você não deve deixar gorjeta em bares, hotéis e restaurantes.

- Tempo de leitura: 2 minutos -

Na maioria dos países do mundo, a gorjeta é absolutamente voluntária. Em alguns, no entanto, é ofensivo ou podem causar alguma polêmica. E em outros, a gorjeta é um costume obrigatório e, de fato, o valor aparece diretamente na conta do hotel, bar ou restaurante.

Agora que começamos a retomar  o turismo internacional  com alguma normalidade, muitos de nós já nos perguntamos se é conveniente dar gorjeta no setor hoteleiro e se deve proceder da mesma forma que no seu país de origem.

Se viajarmos para o exterior, podemos nos surpreender ao saber que existem alguns países em que é altamente recomendável dar gorjeta e outros em que é até obrigatório. O principal motivo é que esse valor costuma ser importante para completar o salário do profissional que nos atende. Apesar disso, existem países que o costume é não deixar esse valor extra.

LEIA MAIS: Como funciona a gorjeta pelo mundo – saiba antes de embarcar!

O Reino Unido, por exemplo, está debatendo sobre o assunto. Os partidos políticos debatem a proibição de gorjetas em bares e restaurantes, já que esses estabelecimentos as negam a seus funcionários.

A prática varia ao redor do mundo e aqui estão algumas delas:

China

Os chineses não têm uma cultura de dar gorjetas, por décadas foi proibida e até mesmo considerada como uma espécie de suborno. Em restaurantes que atendem o povo local a prática não é comum, no entanto, a prática é popular em restaurantes onde os turistas vão. 

Japão

A gorjeta no Japão é aceitável em ocasiões como casamentos, eventos especiais e até funerais. No entanto, em situações mais comuns, como uma refeição, pode representar um ato deplorável para o destinatário.

É por isso que alguns funcionários de hotéis no Japão são treinados para não receber gorjetas de seus clientes. 

Rússia

Na era soviética, as gorjetas não eram permitidas, pois era uma forma de denegrir o trabalhador. No entanto, em 2000 a prática tornou-se popular. Entre os mais velhos, a gorjeta ainda é ofensiva.

África do Sul

Na África do Sul começou um debate sobre as gorjetas que são dadas para os vigias de carros. Eles operam em um mercado informal e enfrentam uma alta taxa de desemprego no país.

No entanto, o debate busca regular o compromisso que ambas as partes têm em relação ao serviço: que o usuário cumpra o pagamento e que o cuidador assuma a responsabilidade pelo serviço prestado.

Coreia do Sul

Na Coreia do Sul não se espera que você dê gorjetas. Isso não faz parte da cultura local e algumas pessoas podem ficar confusas ou se sentirem ofendidas pela ação.

De maneira geral, evite dar gorjetas em restaurantes, a não ser que eles tenham um recipiente específico pra isso. Táxis e guias turísticos receberão sua gorjeta sem problemas. Em outras situações, evite a prática.

A recomendação é que se dê gorjetas apenas nas cidades maiores como Busan ou Seul.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->