Conheça as 13 melhores cachoeiras de Minas Gerais

Quedas d’água que figuram entre as maiores e mais bonitas do país.

- Tempo de leitura: 7 minutos -

Fazer uma lista com as 13 melhores cachoeiras de Minas Gerais é, ao mesmo tempo, difícil e prazeroso. A dificuldade está em selecionar apenas alguns exemplares em um estado conhecido como a caixa d’água do país. Afinal, os mineiros têm mais de 150 delas espalhadas pelo território. 

Mas, não deixa de ser uma delícia ver as belezas naturais e paisagens incríveis formadas pelas enormes quedas. O estado é tão bem servido delas que tem duas das cinco maiores cachoeiras do Brasil. 

As 13 melhores cachoeiras de Minas Gerais

Cachoeira da Fumaça

As Melhores Cachoeiras de Minas Gerais: Cachoeira da Fumaça, em Carrancas/MG
Cachoeira da Fumaça, em Carrancas/MG

A Cachoeira da Fumaça fica no município de Carrancas com, nada menos, que outras 70 cachoeiras catalogadas. Para chegar lá, dá para fazer trilhas com trechos de médio ou difícil acesso. Também é acessível por carro. Outra boa notícia é que não é cobrada nenhuma taxa para visitação. 

Apesar de a água ser imprópria para banho, a queda oferece uma paisagem linda e ideal para quem gosta de aventura. Outras cachoeiras ao redor compensam com banhos que curam e energizam. 

Onde fica: Carrancas – MG

Cachoeira do Tabuleiro

As Melhores Cachoeiras de Minas Gerais: Cachoeira do Tabuleiro, na Serra do Espinhaço, em Minas Gerais
Cachoeira do Tabuleiro, na Serra do Espinhaço, em Minas Gerais

A Cachoeira do Tabuleiro, na Serra do Espinhaço, ocupa o primeiro lugar de mais alta de Minas Gerais e o terceiro no pódio nacional. São 273 metros de queda livre, o equivalente a um prédio de 91 andares, no meio do paredão com formato de coração. O poço tem impressionantes 20 metros de profundidade. 

O acesso pode ser tanto pela parte baixa quanto pela alta, acessível por uma trilha de 3,5 km. São 3h30 de caminhada, o que exige certo preparo físico, embora a vista lá de cima compense muito! 

É cobrada taxa de visitação e, por estar dentro de um parque, há possibilidade de outras atividades, como trilhas, escaladas e rapel.

Cachoeira do Cânion no Lago de Furnas

Cachoeiras no Lago de Furnas, em Minas Gerais
Cachoeiras no Lago de Furnas, em Minas Gerais

O Lago de Furnas, na cidade de Capitólio, virou um dos queridinhos dos amantes do ecoturismo. O reservatório artificial criado para gerar energia inundou 1.440 km², resultando em paisagens exóticas com cânions e cachoeiras que caem no lago. 

Um dos exemplos é a Cachoeira do Cânion, que desce por 50 metros rumo às águas esverdeadas. 

Para chegar até elas, é necessário contratar os passeios de lancha ou escuna que saem de Capitólio. A cidade, por sua vez, fica a 300 km de Belo Horizonte. 

Onde fica: Guapé – MG

Janela do Céu

Janela do Céu, no Parque Nacional de Ibitipoca (Minas Gerais)
Janela do Céu, no Parque Nacional de Ibitipoca (Minas Gerais)

O Parque Nacional do Ibitipoca abriga um dos lugares mais bonitos do Brasil, conhecido como Janela do Céu. O nome diz tudo, pois lá de cima, a vista é realmente paradisíaca. São três circuitos diferentes com nível de dificuldade considerado alto e percursos de, pelo menos, três horas.    

Chegando à Janela do Céu, não deixe de visitar a Cachoeirinha, bem próxima ao ponto. 

Cachoeira do Fundão

Cachoeira do Fundão, na Serra da Canastra (Minas Gerais)
Cachoeira do Fundão, na Serra da Canastra (Minas Gerais)

A Serra da Canastra dispensa apresentações e, claro, não deixaria de ter uma das cachoeiras mais bonitas do estado. A Cachoeira do Fundão é formada pelas águas do Rio Santo Antônio que, de tão fortes, formam ondas ao chegar ao poço cristalino. 

Para completar, é muito comum ver arco-íris na cortina d’água graças à luz do sol frequente. 

A cachoeira fica a 52 km de São Roque de Minas, a principal cidade da região da Serra da Canastra. 

Cachoeira Casca d’Anta

Cachoeira Casca d’Anta, na Serra da Canastra (Minas Gerais)
Cachoeira Casca d’Anta, na Serra da Canastra (Minas Gerais)

Mais uma representante da Serra da Canastra, a Cachoeira Casca d’Anta figura entre as cinco maiores do Brasil. Com queda livre de 186 metros, tem águas provenientes do Rio São Francisco, que nasce na Serra e atravessa cinco estados. A atenção vai para o poço principal, impróprio para banho em razão da força da água. 

Cachoeira Grande

Cachoeira Grande, no Parque do Cipó, em Minas Gerais
Cachoeira Grande, no Parque do Cipó, em Minas Gerais

O estado de Minas Gerais é berço de nascentes e serras, não é verdade? Pois, quando os dois elementos se juntam, o resultado é incrível! Um exemplo é a Serra do Cipó com a Cachoeira Grande, cartão postal mineiro. 

Donas de uma intensa história geológica, as quedas se estendem por 50 metros horizontais e altura de 10 metros. 

A Cachoeira Grande fica próxima à entrada do Parque Nacional do Parque do Cipó. Porém, por se tratar de uma reserva privada, é cobrada taxa para visitação. No local, o turista encontra banheiros e restaurante.

Cachoeira das Freiras (Cachoeira das Irmãs)

Cachoeiras das Irmãs, em Araguari/MG
Cachoeiras das Irmãs, em Araguari/MG

A Cachoeira das Freiras, também conhecida como Cachoeira das Irmãs, fica a 36 km de Uberlândia, mais precisamente em Araguari, duas cidades no Triângulo Mineiro. As águas que deságuam por 42 metros em queda livre vêm do Ribeirão Bom Jardim e o volume é tanto que esguicham ao bater o poço.  

O acesso à cachoeira é fácil, razão pela qual é interessante evitar feriados e férias se quiser sossego. Porém, caso opte pela trilha que leva à parte alta, é bom ter cuidado porque o caminho é íngreme. 

Onde fica: Araguari – MG

Cachoeira do Crioulo

Cachoeira do Crioulo, no Parque Estadual do Rio Preto, em Minas Gerais
Cachoeira do Crioulo, no Parque Estadual do Rio Preto, em Minas Gerais

Situada no Parque Estadual do Rio Preto, em Diamantina, a Cachoeira do Crioulo é um alento. A praia de areia branca contrasta com as águas cor de mel que, por sua vez, formam um lago tranquilo pela queda de baixo volume. O parque tem suas belezas, com piscinas naturais, mais cachoeiras e praias fluviais. 

Cachoeira Alta

Cachoeira Alta, em Itabira/MG
Cachoeira Alta, em Itabira/MG

A Cachoeira Alta fica no município de Itabira e não ganhou esse nome à toa. Sua queda livre tem 110 metros e, no final, forma um poço ótimo para banho. O visitante precisa pagar uma taxa para ir até à cachoeira e, caso queira acampar por lá, há um valor adicional. 

Onde fica: Itabira – MG

Cachoeira das Borboletas

Cachoeira das Borboletas, em São Thomé das Letras/MG
Cachoeira das Borboletas, em São Thomé das Letras/MG

São Tomé das Letras, a 300 km de Belo Horizonte, é famosa pelas belezas naturais e misticismo. Lá, fica a Cachoeira das Borboletas, um colosso de águas cristalinas, tranquilas e relaxantes. Ela não é lá tão alta – a queda tem cerca de cinco metros – mas, é uma das mais belas da cidade. 

Conheça mais sobre São Tomé das Letras: São Thomé das Letras, Minas Gerais: Uma cidade de alma mística

A verdadeira ducha natural fica ainda mais bonita no inverno, quando as águas são bem transparentes, apesar do menor volume. Mas, e as borboletas do nome? Elas realmente aparecem em determinadas épocas do ano, dando encanto às quedas d’água. 

Cachoeira dos Cristais

Cachoeira dos Cristais, no Parque Estadual do Biribiri, em Minas Gerais
Cachoeira dos Cristais, no Parque Estadual do Biribiri, em Minas Gerais

A Cachoeira dos Cristais é uma joia incrustada a 6 km da entrada do Parque Estadual do Biribiri, em Diamantina. Com queda de seis metros, é excelente para banho, graças às águas limpas e tranquilas. Tanto que dá até para nadar em direção à parte de trás da cortina. A cachoeira fica a 15 km da cidade.  

Cachoeira Rabo de Cavalo

Cachoeira Rabo de Cavalo, na Serra do Espinhaço (Minas Gerais)
Cachoeira Rabo de Cavalo, na Serra do Espinhaço (Minas Gerais)

Companheira da Cachoeira do Tabuleiro, a Cachoeira Rabo de Cavalo também fica na Serra do Espinhaço. Uma das atrações da meca do ecoturismo mineiro, a cidade de Conceição do Mato Dentro, tem queda de 170 metros que culminam no poço com seis metros de profundidade e 50 de largura.

A cachoeira fica na APA (área de proteção ambiental) da Serra do Intendente, a 24 km de Conceição do Mato Dentro e 190 km de Belo Horizonte.  


Sabemos que as 13 melhores cachoeiras de Minas Gerais deixaram várias outras de fora, o que é, de certa forma, injusto. Então, se visitou alguma que não esteja na lista, que tal enviar para a gente? 

Ainda em Minas Gerais, navegue por nosso site e conheça as 9 melhores cidades turísticas do sul do estado. 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.