As 15 comidas mais estranhas do mundo

De ovos podres a vermes de queijo, alguns pratos pelo mundo colocam até o estômago mais forte à prova.

- Tempo de leitura: 6 minutos -

A culinária é um dos traços mais fortes da cultura de um país, pois traduz puramente os rituais e costumes. Não raro, muita gente, quando viaja, faz questão de provar os pratos típicos do lugar para uma imersão completa. Contudo, ainda que seja importante respeitar as tradições gastronômicas, especiarias adotadas em alguns países, por vezes, nos parecem bastante singulares. Conheça, a seguir, uma lista com 15 comidas mais estranhas do mundo que podem por sua curiosidade – e estômago – à prova. 

O título de prato exótico normalmente é conferido a uma receita que leva ingredientes pouco usuais para nossa cultura. Por isso, é tão subjetivo, pois considera aspectos muito individuais. 

Certamente, não é fácil deixar de torcer o nariz quando ouvimos alguém dizendo que come olhos de tubarão. Ou, ainda, tarântulas fritas ou queijos podres. Isso porque nossa tradição, especialmente de um país de comida farta, nos permite ter variedade alimentícia de dar inveja. 

Contudo, essa realidade difere em vários países, principalmente aqueles que já passaram por longos períodos de escassez de comida ou guerras. A necessidade fez com que hábitos que, hoje, nos parecem estranhos fossem adotados, simplesmente, para fugir da fome.  Deste modo, vale a pena conferir essa lista com as 15 comidas mais estranhas do mundo e refletir sobre os motivos de serem adotadas como pratos típicos.   

15 comidas mais estranhas do mundo

1 Olhos de atum – Japão

Olhos de atum – Japão
Olhos de atum

O desperdício é um dos hábitos que os japoneses dificilmente adotam, principalmente quando se trata de atum. Mesmo os olhos são arrancados e vendidos a preços baixos nos supermercados. Para preparar, basta ferver ou cozinhar no vapor e temperar com alho ou molho de soja. Talvez sem surpresa, tem gosto parecido com lula.

2 Shirako – Japão

Shirako – Japão
Gunkan de shirako (Schellack at English Wikipedia, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons)

No que diz respeito aos eufemismos, este é um daqueles que intimida. Shirako, em japonês, significa “crianças brancas”, mas se refere aos sacos de esperma de bacalhau, peixe-pescador ou peixe-balão. O prato é bem parecido com bolhas brancas de gosma ou cérebros em miniatura. Quem prova diz que tem sabor de creme doce .

3 Tarântulas fritas – Camboja

Tarântulas fritas – Camboja
Tarântulas fritas (Thomas Schoch, CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons)

Poucas pessoas olhariam para uma tarântula e pensariam em “almoço”. Não para os cambojanos famintos sob o regime do Khmer Vermelho. A necessidade os fez enxergar essas aranhas como uma bela refeição. Estranhamente, elas se tornaram populares e agora são servidas como um lanche frito em todo o país. Aparentemente, têm gosto similar ao caranguejo.

4 Balut – Filipinas

Balut – Filipinas
Balut (Judgefloro, CC0, via Wikimedia Commons)

O balut é o ovo fertilizado de pato. O embrião parcialmente desenvolvido é fervido vivo e depois comido diretamente da casca com sal, pimenta e vinagre. 

5 Gelatina de nariz de alce – Canadá

Gelatina de nariz de alce – Canadá
Gelatina de nariz de alce

Nariz não é exatamente um corte comum de se encontrar no açougue, mas isso não impediu alguns canadenses aventureiros de experimentá-lo. No caso, ferveram nariz de alce com cebolas e temperos, removendo os pelos, fervendo novamente, depois fatiando e cobrindo com um caldo que se transforma em uma geleia. E aí, vai encarar?

6 Sopa de ovos de formiga – Laos

Sopa de ovos de formiga – Laos
Sopa de ovos de formiga

Uma das sopas mais incomuns do mundo, a Gaeng Kai Mot Daeng combina uma mistura de ovos de formiga e embriões parciais da formiga branca, além de algumas formigas bebês para adicionar acidez. Se o seu estômago aguentar, é supostamente muito saboroso: forte, delicado e próximo ao camarão.

7 Bosintang – Coreia do Sul

Bosintang – Coreia do Sul
Bosintang

Esta sopa coreana supostamente benéfica para a saúde é feita com cebolinhas, dente-de-leão, uma série de especiarias e um ingrediente particularmente infame: carne de cachorro. Embora você tenha dificuldade para encontrá-lo nos menus hoje, ele ainda é popular entre os mais velhos.

8 Caso Marzu – Itália

Caso Marzu – Itália
Caso Marzu (Shardan, CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons)

Conhecido como “queijo podre”, o casu marzu da Sardenha é feito do queijo pecorino que estragou – e é muito ruim para quem não está acostumado. As larvas das moscas do queijo (piophila casei) são adicionadas ao pecorino, eclodindo por dentro, escavando e digerindo as gorduras. O resultado é uma iguaria que queima a língua e você pode comer com ou sem os vermes.

9 Airag – Mongólia

Airag – Mongólia
Airag (Jpatokal, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Aceita um copo de leite de cavalo fermentado? Na Mongólia, esta não é uma oferta incomum. Eles fazem um tipo de cerveja chamada airag pegando o leite de égua e deixando-o fermentar em um líquido gaseificado azedo e ligeiramente alcoólico. É tradicionalmente servido frio em uma xícara em forma de tigela. O resto deve ser despejado de volta no recipiente principal.

10 Muktuk – Groelândia 

Muktuk – Groelândia 
Muktuk (Lisa Risager, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

Uma refeição tradicional Inuit feita com pele de baleia congelada e gordura, o muktuk é normalmente servido cru ou em conserva. Se parece um pouco com alcaçuz e tem várias camadas. A pele (que aparentemente tem gosto de avelã), a gordura (um pouco emborrachada) e a camada protetora intermediária (ainda mais emborrachada). 

11 Hakarl – Islândia

Hakarl – Islândia
Hakarl

Como alguém criou este prato ainda é um mistério. As vísceras do tubarão são colocadas em uma cova rasa e cobertas com areia e pedras. Depois de dois a três meses, são cortadas em tiras e secas por mais alguns meses antes de servir. Quem prova pela primeira vez esta comida típica islandesa, é aconselhado a tapar o nariz e tentar não engasgar.

12 Ovo centenário – China

Ovo centenário – China
Pidan (FotoosVanRobin from Netherlands, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

Se te oferecessem um ovo podre, você comeria? Alguém na China antiga experimentou, viveu para contar a história e agora o prato é uma iguaria estabelecida. Os ovos centenários ou pidan ficam cobertos de argila, cinza e sal por meses, até que a gema fique verde-escura. É o ponto certo para provar!

13 Salo – Ucrânia

Salo – Ucrânia
Salo

Muitos defendem a manutenção da gordura na carne, mas os ucranianos decidiram dar um passo adiante e comê-la pura. O salo é feito em placas defumadas em uma adega fria por um ano antes de ser comida em fatias finas com pão de centeio. Os ucranianos gostam tanto que até fazem um festival de banha para celebrá-lo.

14 Torta Stargazy – Inglaterra

Torta Stargazy – Inglaterra
Torta Stargazy (Jonathunder, GFDL 1.2, via Wikimedia Commons)

A Stargazy é uma torta originária da vila Cornish, em Mousehole, na Inglaterra, feito de sardinhas assadas, juntamente com ovos e batatas. O prato é servido na véspera de Tom Bawcock, mais precisamente no dia 23 de dezembro. Segundo a lenda, um heróico marinheiro do século XVI remou numa noite de dezembro sob fortes tempestades e voltou com uma pesca grande o suficiente para alimentar os residentes famintos.

15 Gafanhotos com chocolate – Israel

Gafanhotos com chocolate – Israel
Gafanhotos cobertos de chocolate

Israel já passou por uma praga de gafanhotos, mas conseguiram erradicá-la de uma maneira única: comendo-os. O prato consiste basicamente em gafanhotos fritos e cobertos de chocolate. Já imaginou comer um gafanhoto de sobremesa?

O que achou das 15 comidas mais estranhas do mundo? Certamente, há outros pratos considerados exóticos e que refletem a cultura e histórica dos países. Siga em nosso site e conheça mais sobre a tradição culinária pelo mundo. 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->