Viagens sem data marcada viram tendência no turismo

Azul Viagens é a primeira a oferecer destinos de frio ou de praia a partir de R$ 994,00 com datas flexíveis.

- Tempo de leitura: 3 minutos -

Por causa da pandemia do novo coronavírus, planejar uma viagem a médio ou longo prazo não tem sido encorajado. No entanto, mesmo nesse contexto de instabilidade, as empresas criaram novos métodos para manter a venda de pacotes e assegurar algum fluxo de caixa.

A Azul Viagens foi a primeira agência de grande porte a oferecer viagens sem destino e sem uma data para acontecer. Os pacotes foram divididos em viagens com 4 ou 7 dias de duração, e destinos de frio ou de praia.

As ofertas possuem a mesma política, preços fixos e incluem passagem aérea, hospedagem e traslados. As viagens devem acontecer entre 1º julho e 15 de dezembro de 2020, ou entre 20 de janeiro e 30 de abril de 2021, exceto no período do Carnaval. 

Para os pacotes de frio, o consumidor poderá escolher ir para Gramado, Foz do Iguaçu ou Curitiba, a partir de R$ 1.048,00 por pessoa. Já para quem escolher os destinos de praia, as opções são Maceió, Porto Seguro, Natal, Porto de Galinhas, Salvador ou João Pessoa, com preços a partir de R$ 994,00 por pessoa.

O consumidor deverá comunicar com antecedência quando e para onde deseja viajar. No caso de embarque em dias normais, o aviso deverá ser feito no mínimo 40 dias antes e, caso seja em feriados, o prazo é de 60 dias. Entretanto, as datas estarão sujeitas à disponibilidade de voos.

A Azul Viagem criou um site com todas as informações, incluindo as regras e a política de cancelamento. Dois pontos importantes é que não é permitido alteração nos nomes de passageiros e que existe uma multa de cancelamento de 10% do valor total do pacote.

Passagens aéreas

Outra companhia aérea a criar uma oferta semelhante foi a Latam. A empresa anunciou parceria com algumas agências de viagens para vender passagens mais flexíveis, que permitem até duas remarcações sem cobranças de taxas ou diferenças tarifárias.

As condições são somente para as agências parceiras, não sendo válidas para as compras no site da Latam. Uma das empresas parceiras é a Agaxtur, que está presente no mercado há mais de 60 anos. Após a flexibilização da Latam, a agência visa negociar a venda de pacotes sem data fixa com hotéis e outros prestadores de serviço, de acordo com Aldo Leone Filho, CEO da Agaxtur.

Entretanto, as passagens da Latam já devem ser reservadas com um destino e data desde o início, ao contrário dos pacotes da Azul Viagens. A sazonalidade é outra restrição: passagens reservadas para a baixa temporada não poderão ser remarcadas para a alta.

Hotéis

Alguns hotéis também estão oferecendo reservas de estadias sem data. No Brasil, o Cristalino Lodge, um hotel de luxo na Floresta Amazônica, disponibilizou uma quantidade limitada de pacotes de três noites de hospedagem com 25% de desconto. Esses pacotes poderão ser utilizados até dezembro de 2021, com exceção do Natal, Réveillon e Carnaval.

No exterior, foram criados o Hotel Credits e o Buy Now, Stay Later, sites que agrupam vouchers de hotéis. O primeiro apresenta um menu com opções de hospedagem variadas e o consumidor compra um voucher que abaterá reservas reais no futuro. Caso o hotel feche, o valor investido será devolvido.

Por sua vez, o Buy Now, Stay Later possui a vantagem de valorizar o valor investido no voucher. Um voucher de 100 dólares agora, por exemplo, valerá US$ 150,00 futuramente. Nesse site, as condições variam de acordo com cada hotel.

É importante ressaltar que o Código de Defesa do Consumidor não protege compras feitas em sites estrangeiros no caso de problemas.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.