Tudo sobre os Hotéis Cápsula, uma febre no Japão

Dicas e informações valiosas sobre o modelo de hospedagem que muito representa a terra do sol nascente.

- Tempo de leitura: 9 minutos -

Os hotéis cápsula japoneses são vistos como o símbolo do aproveitamento de espaço no Japão. Aquela imagem de camas empilhadas umas sobre as outras ganhou forma como o tipo de hospedagem mais comum no país, o que, de fato, não é verdade. Existe todo um processo histórico por trás desses hotéis, até bastante curioso. Saiba tudo sobre os Hotéis Cápsula, um símbolo do Japão! 

Não é nenhuma novidade que o Japão saiu arrasado da Segunda Guerra Mundial. A maior parte de suas grandes cidades foram totalmente destruídas. Além disso, a nação perdeu mais de três milhões de pessoas, entre militares e civis. 

Porém, em menos de vinte anos, o Japão emergiu como a segunda maior economia do mundo, resultado do “milagre econômico” empreendido no final da década de 1960. 

Com o aumento da prosperidade e do consumismo, surgiu a figura dos assalariados, recém-graduados que, assim que saíam da faculdade, procuravam empregos estáveis. Mas, estáveis mesmo, tanto que permaneciam na mesma empresa por toda a carreira. 

A disciplina do assalariado era tanta que passavam horas e horas a fio no trabalho. Por isso, nada mais justo que dar uma distraída após a longa jornada de trabalho, não é mesmo? 

Assim, os assalariados saíam direto para bares próximos. O problema é que eles se distraíam demais e acabavam perdendo a hora. Como a maioria deles precisava fazer o trajeto para o trabalho entre cidades como Tóquio e Osaka, perdiam também o trem. Afinal, os trens no Japão não funcionam 24 horas, 7 dias por semana. 

É aí que surge a oportunidade dos hotéis cápsula, acomodações baratas, limpas e convenientes.

O que é um hotel cápsula?

O Japão é 11º país mais populoso e, por outro lado, não exatamente o maior. Densamente povoado, tem a habitação como uma de suas principais questões. Além da questão dos assalariados, na década de 60, os arquitetos japoneses vislumbraram uma possível crise habitacional, devido ao aumento da população. Logo, começaram a desenvolver ideias extraordinárias para enfrentar o problema – o hotel cápsula.

Corredor de um hotel cápsula
Corredor de um hotel cápsula (Trueshow111, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Em vez de quartos em ambos os lados do corredor, cápsulas do tamanho de uma cama são empilhadas umas sobre as outras, lado a lado. As dimensões são geralmente de 1,2 m de largura, 2 m de comprimento e 1 m de altura. 

Um hotel cápsula é uma das experiências de hotel mais exclusivas e compactas que você pode ter, além de muito acessível. A ideia é dar apenas o espaço suficiente para ter conforto e uma boa noite de descanso.

Como surgiram os hotéis cápsula?

O pai do hotel cápsula é o arquiteto Kisho Kurokawa que, em 1972, construiu a Nakagin Capsule Tower, em Tóquio. Trata-se do primeiro projeto de arquitetura com o conceito de cápsula. 

A torre foi projetada para atender a viajantes de negócios na cidade durante a semana. A ideia consistia em 140 cápsulas medindo 4 x 2,5 m, proporcionando espaço suficiente para uma pessoa.

As cápsulas eram empilhadas por 14 andares e giravam em diferentes ângulos em torno de um núcleo central de concreto. O mais interessante é que elas podiam ser substituídas. Isso porque o projeto integrava um movimento surgido na década de 60 chamado Metabolismo, que se concentrava no design adaptável. 

As cápsulas pré-fabricadas possibilitaram que os apartamentos residenciais e todo o edifício crescessem gradativamente, de acordo com a necessidade, com intervenções mínimas. 

Nakagin Capsule Tower: primeiro projeto de hotel com conceito de cápsula
Nakagin Capsule Tower: primeiro projeto de hotel com conceito de cápsula

Entretanto, ainda não era o hotel cápsula clássico, atraindo mais os aficionados por arquitetura do que assalariados cansados. Ainda assim, não é à toa que Kurokawa é considerado o pai dos hotéis cápsula! 

Em 1979, o arquiteto teve seu primeiro projeto clássico da categoria inaugurado no distrito de Umeda, em Osaka. A inauguração do Osaka Capsule Inn coincidiu com o aumento no custo das tarifas de táxi, quando uma corrida de longa distância no fim de noite não era nada atraente. A noite na cápsula custava bem menos que a diária em hotéis de negócios e viagens de táxi prolongadas. 

Os hotéis cápsula, então, se tornaram opção para assalariados em viagens de negócios. Além disso, como os hotéis cápsula visavam os assalariados como base de clientes, tradicionalmente não permitiam mulheres. Atualmente, há mais de 300 hotéis cápsula operando no Japão.

O que um hotel cápsula oferece?

O custo médio de uma cápsula operando varia de 3.500 a 8.000 ienes. No check-in, o hóspede recebe uma pulseira com uma chave e um número. Depois, precisa colocar seus sapatos em um armário e a bagagem em um vestiário antes de entrar na área reservada. 

Também tem direito a um roupão ou pijama para passar a noite. Os banheiros são de uso comum, mas não se assuste, pois devem ser sempre muito limpos. 

Algumas cápsulas têm prateleiras, tomadas e, por vezes, uma pequena TV suspensa, WiFi, gavetas e despertadores. Cada uma possui luz e cortinas para proporcionar privacidade aos hóspedes. Ela também tem seus próprios controles de ar-condicionado para que o hóspede esteja o mais confortável possível em seu quarto pequeno, mas aconchegante. 

Hotel capsula no japão, vista de duas cabines
Geralmente as cápsulas possuem ar condicionado e tomadas para comodidade do hóspede (Peter Van den Bossche from Mechelen, Belgium, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

No entanto, como as paredes são finas, podem não abafar o barulho do ronco vindo do vizinho, por exemplo. As cápsulas padrão têm a dimensão exata de uma cama, por isso, uma pessoa alta pode ter dificuldade em encontrar uma hospedagem que lhe caiba.

Quem fica em hotéis cápsula?

O perfil de usuário dos hotéis cápsula tem mudado, uma vez que turistas buscam esse tipo de hospedagem pelo preço baixo ou, apenas, conhecer a novidade. Ademais, o conceito de uso eficiente do espaço ganhou popularidade na Ásia e na Europa. Consequentemente, muitos hotéis cápsula vêm sendo construídos nos referidos continentes. Se antes os hotéis cápsula não aceitavam mulheres, a tendência agora é outra! 

Houve um aumento substancial na demanda de jovens que viajam sozinhos. Assim, explodiram hotéis cápsula mais sofisticados, tornando-se uma opção econômica autenticamente japonesa aos turistas. 

Pessoas hospedadas em hotel cápsula no Japão
Os hotéis cápsula hoje são opções inclusive para turistas em busca de hospedagem econômica (Peter Woodman from Seattle, WA, USA, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

Como exemplo de hotéis cápsula exclusivos para mulheres, temos o Nadeshiko Hotel Shibuya e o Akihabara Bay, em Tóquio. Porém muitos lugares aceitam tanto homens quanto mulheres, e, neste caso, oferecem acomodações em andares diferentes ou em prédios diferentes para grupos do mesmo gênero.

Se a proximidade e a falta de espaço incomoda, não se preocupe! Os japoneses são muito educados e compartilham ambientes de forma respeitosa. Considere o fato, ainda, de que o espaço é um fator limitante em todo o país. 

Assim, a tendência do minimalismo torna os hotéis cápsula a progressão natural de um problema moderno e, ao mesmo tempo, uma solução que encontra raízes nos próprios princípios tradicionais japoneses.

Só há hotéis cápsula no Japão?

Apesar das origens japonesas, a solução de hospedagem em cápsulas atravessou fronteiras e hoje pode-se encontrar hotéis com o mesmo conceito em outros lugares além do Japão. Você vai encontrar hotéis cápsula em outros lugares da Ásia, na Europa, nos EUA. Enfim, em quase todo o mundo!

Hotel cápsula com temática sci-fi na Suíça
Atualmente há opções de hotéis com experiências personalizadas, como esse em Lucerna (Suíça), que possui uma ambientação de sci-fi

O que é permitido fazer em um hotel cápsula?

Ao viajar para outro país, é importante entender seus costumes para agir de acordo quando estiver lá. Os hotéis cápsula japoneses, embora muito futuristas e inovadores, ainda incorporam os costumes e tradições da nação. 

Ao entrar, provavelmente haverá uma fila de pequenos armários para sapatos. Isso significa que você precisará tirar os seus ao entrar no saguão e depositá-los em uma das cabines. 

Tirar os sapatos é um hábito comum para evitar não sujar o ambiente e, também, mostrar respeito. Tanto que a maioria dos hotéis cápsula tem chinelos limpos bem próximos à porta.

Os banheiros comuns têm um significado verdadeiramente comunitário, ou seja, as pessoas se banham juntas no estilo de balneário japonês aberto. Mulheres e homens são separados em hotéis cápsula, então você só tomará banho com pessoas do mesmo sexo.

Hotel cápsula com temática sci-fi na Suíça

Sim, é interessante seguir algumas orientações para ficar em um hotel cápsula. Ainda que o procedimento pareça intimidante no início, difere ligeiramente de outros tipos de acomodação no Japão. Em suma, as instruções são as seguintes:

  • Tire os sapatos e coloque-os em um armário. Leve a chave para o balcão de check-in.
  • Ao fazer o check-in, você recebe o número da cápsula e uma chave para o armário correspondente, onde pode guardar seus pertences. Os armários geralmente não são muito grandes, então a maioria dos hotéis tem uma sala de bagagem adicional ou armários para guardar malas e outros itens maiores. Não armazene objetos de valor dentro de sua cápsula, pois ela geralmente não pode ser trancada.
  • Geralmente, são fornecidos xampu, sabonete, toalhas e outros produtos de higiene pessoal. Às vezes, yukata ou outra roupa de dormir também são fornecidas.
  • Muitos hotéis cápsula oferecem salões, restaurantes ou outras áreas de entretenimento. Em geral, não é permitido comer e fumar nas cápsulas.
  • Depois de se retirar para sua cápsula, feche a cortina ou porta para ter privacidade.
  • Embora seja possível ficar por noites consecutivas, a maioria dos hotéis cápsula exige que você faça o check-out e remova todos os seus pertences do hotel durante o dia.

É bom ficar em um hotel cápsula? Se você é do tipo que só quer um lugar para dormir, sem perder a qualidade, o hotel cápsula cabe perfeitamente em suas expectativas. 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.