Táxi Voador: Embraer inicia em novembro testes com público – Saiba o preço!

Eve, subsidiária da Embraer, já está testando as rotas do eVTOL desenvolvido pela empresa.

- Tempo de leitura: 1 minuto -

A Avantto, maior operadora de jatos executivos da Embraer na América Latina, assinou uma carta de intenção em parceria com a Eve Urban Air Mobility, para encomendar 100 de suas aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL).

O contrato é parte de uma parceria mais ampla entre a Avantto e a subsidiária de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) da Embraer, para desenvolver um ecossistema de UAM na América Latina.

Eve descreve o eVTOL que está desenvolvendo como apresentando um design totalmente elétrico de baixo ruído que continua a cumprir os marcos do programa, incluindo “o primeiro voo do simulador de engenharia em julho de 2020 e uma prova de conceito em outubro de 2020.” 

A empresa não divulgou muitos detalhes sobre o design do eVTOL que está desenvolvendo além de imagens geradas por computador da aeronave, mostrando um design de oito rotores e observando que também contará com um sistema fly-by-wire de quinta geração.

EVTOL da EVA (fonte: https://eve.flyflapper.com/)

O carro voador que Eve está desenvolvendo alcançou seu primeiro voo em simulador de engenharia em julho de 2020, e uma prova de conceito em outubro de 2020, de acordo com a empresa.

Passagens disponíveis para venda

Para continuar os avanços, a Embraer agora testa a rota que o eVTOL deve trabalhar. A empresa está cobrando 99 reais para voos de helicóptero no Rio de Janeiro para testar a operação dos carros voadores. As reservas já estão disponíveis e podem ser feitas no site Fly Flapper.

Inicialmente o trecho disponível vai do Aeroporto Internacional Tom Jobim (RIOgaleão) à Barra da Tijuca e devem durar cerca de 15 minutos.

“A abordagem centrada no ser humano da Eve busca a validação prática de conceitos e suposições que nos ajudarão a entender e enfrentar os principais desafios associados à entrega do serviço. O Rio de Janeiro é uma das cidades com o pior tráfego do mundo, e a simulação nos ajudará a levantar as reais necessidades dos usuários, parceiros e comunidade que se beneficiarão de nossas soluções de mobilidade”, disse André Stein, CEO de Eve em um comunicado.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->