Saiba qual é o custo de vida na Coreia do Sul

Informações básicas sobre custos de vida e do que é preciso saber antes de morar lá.

- Tempo de leitura: 5 minutos -

A mudança para outro país, sem dúvida, requer bastante planejamento. Primeiramente, é necessário saber informações sobre a cultura local, hábitos e, principalmente, quanto custa morar no lugar. O preparo é ainda maior quando se trata de um país com hábitos muito diferentes, como no Extremo Oriente, região desenvolvida que atrai brasileiros em busca de boas oportunidades. Pensando nisso, saiba qual é o custo de vida na Coreia do Sul, uma das nações que vem despertando bastante atenção. 

A Coreia do Sul vive em foco em virtude de seu conflito histórico com a vizinha, Coreia do Norte. Por isso, sua fronteira é uma das mais militarizadas do mundo. Contudo, o país também é conhecido por sua multiculturalidade e, claro, modernidade. Ademais, se tornou um verdadeiro campus global, visto que implantou um plano governamental para internacionalização do ensino. Não à toa, tem a sua capital, Seul, entre as melhores cidades estudantis do mundo

Diante de tantos fatores, muita gente tem se mudado para lá. Somente em 2017, a estimativa era que mais de 123 mil estudantes moravam no país. Bom, se é uma nação altamente desenvolvida, apesar da harmonia na convivência do novo com o tradicional, os preços devem ser proporcionalmente altos. Então, qual é o custo de vida na Coreia do Sul? O que é preciso saber antes de se mudar para o país?  

É caro morar na Coreia do Sul?

O custo de vida médio na Coreia do Sul é razoável. Não é tão barato quanto morar em alguns países asiáticos, como Laos ou China, mas também não é tão caro quanto o Japão ou Cingapura. Em geral, é mais caro morar na capital, Seul, mas dá para ganhar um salário decente e economizar uma boa parte dele, sem viver com um orçamento restrito. 

Como é típico na maioria dos países, a maior despesa de vida na Coreia do Sul será a moradia. Embora os preços não sejam astronômicos, especialmente quando comparados a outros destinos populares para imigrantes, o gasto médio é de 30 a 40% do salário mensal. 

Novamente, os preços são maiores em Seul, mas nada que seja exorbitante. Lá, conforme a renda mensal, o novo morador pode escolher entre arrendar apartamento em um arranha-céu e complexos ou pode morar em mais comunidades locais nos arredores da cidade.

Depois de Seul, outros lugares mais caros para morar na Coréia do Sul são Incheon, Ilha de Jeju e Busan. Fora de Seul, mesmo nas cidades-satélite, como Uijeongbu, os preços chegam a quase metade do preço. A economia é ainda maior em outras províncias, especialmente nos bairros mais antigos. 

Custo de vida na Coreia do Sul

Em média, uma família de quatro pessoas gasta 2.300.000 KRW por mês (2.000 USD) com despesas. Quem mora sozinho pode gastar 652.000 KRW (560 USD) por mês. Os dois valores excluem o aluguel. 

» Moradia

Moradia é a principal razão pela qual Seul frequentemente aparece entre as dez cidades mais caras do mundo. Por isso, a maioria das pessoas vive em apartamentos pequenos. Mesmo neles, o aluguel varia de 300.000 won a mais de um milhão por mês, conforme a localização. 

O bairro de Gangnam (lembra da música?), por exemplo, é um dos mais caros, enquanto o extremo norte sai mais em conta. Alguns apartamentos também cobram taxa de manutenção aproximada a 100.000 won por mês. 

Nas utilidades, os preços são razoáveis. As taxas de gás custam, em média, 10.000 won, exceto no inverno, quando ultrapassam 100.000 won em razão do aquecimento. A conta de eletricidade fica entre 10.000 e 30.000 won por mês. 

Os pacotes de Internet e TV custam cerca de 30.000 a 50.000 won mensais, enquanto o de telefonia móvel custa cerca de 30.000 a 40.000 won. 

» Saúde

Residentes da Coreia são obrigados a ter seguro médico básico, cuja mensalidade é descontada do salário. No entanto, a cobertura do plano não é completa, logo é necessário arcar com algumas despesas médicas, como consulta, raios-x, etc. Também é necessário pagar pelos medicamentos, obviamente. As taxas dos planos custam cerca de 10.000 won. 

» Transporte e Alimentação

Enquanto a moradia “rouba” boa parte do salário, transporte e alimentação compensam. Passagens de ônibus ou metrô custam entre 1.000 e 2.000 wons, mas os traslados entre diferentes categorias de transporte são gratuitos. 

Uma viagem de táxi geralmente custa cerca de 15.000 won, mas ficam mais caros após a meia-noite. Um almoço barato custa entre 1.000 e 3.000 wons, enquanto refeições médias têm preços de 10.000 a 15.000 won por pessoa. 

Por outro lado, as compras nos supermercados são curiosamente mais caras, considerando que as porções de alimentos vendidas são relativamente pequenas. Frutas frescas também são particularmente caras. 

» Educação

O custo da educação na Coreia do Sul varia de acordo com a região. A mensalidade anual do ensino particular variará entre 15.000.000 e 42.000.000 KRW (12.600 a 35.300 USD). O valor da graduação será de 2.000.000 a 5.900.000 KRW. Para a pós-graduação, a taxa de matrícula será entre 2.500.000 a 7.000.000 KRW ao ano. 

Preços na Coreia do Sul

➝ Comparação do custo individual mensal entre cidades 

CIDADE KRW USD
Seoul 711.000 600
Incheon 665.000 560
Jeju Island 540.000 460
Busan 690.000 590

➝ Aluguel do apartamento de um quarto 

CIDADE KRW USD
Seoul 818.000 700
Incheon 467.000 400
Jeju Island 700.400 600
Busan 525.000 450

Curiosidades sobre a cultura da Coreia do Sul

  • Evite dar presentes com escrita vermelha ou itens com qualquer combinação do número quatro, pois a palavra para esse número é semelhante à “morte”.
  • Ao enviar seus produtos domésticos e pertences para o país, você tem seis meses a partir de sua chegada para reclamar seus produtos com isenção de impostos. Qualquer coisa que chegar após o período estará sujeita a uma taxa.
  • Os pés são considerados sujos, por isso, você deve evitar apontar ou fazer gestos com eles para alguém. Isso inclui sentar-se de pernas cruzadas em espaços públicos. 
  • Também é considerado extremamente rude colocar os pés em cima de móveis. Nunca os descanse em um assento público, como um ônibus ou metrô.
  • Ao entrar na casa de alguém, tire os sapatos. Normalmente, haverá chinelos disponíveis para você usar. No entanto, mesmo que não haja, você ainda precisa tirá-los.
  • É considerado rude comer ou beber enquanto caminha. Mesmo em uma cidade tão agitada como Seul, você não verá muitas pessoas comendo durante o trajeto.

 

Analisou qual é o custo de vida na Coreia do Sul? E o quanto a diferença de culturas é interessante? Confira, em outros artigos, quanto custa morar em cidades de diferentes partes do mundo.  

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.