Conheça as 11 pontes mais famosas de Veneza, a bela cidade dos canais

A Cidade dos Canais tem pontes lindas que favorecem a acessibilidade a pé.

- Tempo de leitura: 5 minutos -

Veneza, a Cidade dos Canais, das gôndolas e dos casais apaixonados. Mas, a cidade flutuante pode ser, sim, conhecida como a Cidade das Pontes, tantas as estruturas que cruzam os canais. Afinal, são mais de 400 pontes na cidade que favorecem o transporte, inclusive. Veja, aqui, quais são as pontes mais famosas de Veneza. 

As pontes de Veneza, em especial aquelas situadas na parte histórica, conseguem incorporar a beleza e a história da fascinante cidade altamente instagramável. Porém, mais do que simplesmente servir de cenário para deixar seu perfil nas redes sociais mais bonito, as pontes ligam as 118 ilhas que compõem a cidade. 

Tanto que a acessibilidade, a pé, tão famosa na cidade vem graças a elas! Então, confira quais são as pontes mais famosas de Veneza para se apaixonar! 

As 11 pontes mais famosas de Veneza

Ponte de Rialto

Ponte de Rialto (Veneza)

A Ponte de Rialto é uma das pontes mais famosas de Veneza, além de ter importância histórica. A principal passagem de pedestres sobre o Grande Canal impressiona pela arquitetura. Aliás, esta é, inclusive, uma de suas principais curiosidades. Construída no século XVI, o projeto foi disputado por nomes como Palladio, Sansovino e até Michelangelo. 

Mas foi Antonio da Ponte que desbancou todos com seu projeto sólido que seguiu duas pontes que colapsaram.  A primeira, feita de madeira, caiu em 1444 com o peso da turma que assistia ao casamento de Marchese di Ferrara. Daí, uma segunda estrutura foi projetada, com projeto elevadiço para permitir a passagem dos barcos. 

Só que, sabe-se lá por qual causa concreta, a ponte também caiu. Então, em 1558, desta vez, com estrutura mais sólida, veio a famosa ponte de Rialto que conhecemos hoje. Atualmente, a região abriga inúmeras lojas, hotéis, restaurantes e o famoso mercado de peixe. 

LEIA MAIS:

Conheça as 18 pontes mais famosas do mundo e impressione-se!

13 cidades incríveis com canais além de Veneza

Ponte dos Suspiros

Ponte dos Suspiros (Veneza)

A Ponte dos Suspiros liga o Palácio Ducal às Prigioni, a Antiga Prisão da Inquisição. Embora seu nome e a própria arquitetura remetam ao romantismo, na verdade, a estrutura dava aos prisioneiros a última oportunidade de ver a cidade antes de serem levados às celas ou ao carrasco. Daí, o nome Ponte dei Sospiri. 

Localizada pertinho da Piazza San Marco, a ponte foi projetada por Antonio Contin, sobrinho do arquiteto responsável pela Ponte de Rialto. A genialidade, então, vinha de família, né? Pois bem, a estrutura foi construída nos anos 1600, em estilo barroco, e hoje, é um dos spots mais conhecidos para um beijo apaixonado.

Ponte della Libertá

Ponte della Libertá (Veneza)

A Ponte della Libertá liga o continente às ilhas que compõem o centro da cidade de Veneza e também é conhecida como a Ponte Littorio. Inaugurada pelo ditador italiano Benito Mussolini em 1933 e renomeada após a Segunda Guerra Mundial, marca a libertação da Itália do fascismo. 

É a primeira ponte que o passageiro cruza ao chegar pela estação Santa Lucia de trem.

Ponte della Paglia

Ponte della Paglia (Veneza)

Sabe de onde se tem uma vista privilegiada da Ponte dos Suspiros? Da Ponte della Paglia, uma das pontes mais famosas de Veneza! Construída em 1847, segundo a lenda local, recebeu este nome porque os barcos costumavam atracá-la para trazer a carga de paglia (palha) para Veneza.

Ponte delle Guglie

Ponte delle Guglie  (Veneza)

A Ponte delle Guglie é uma das duas pontes que atravessam o Canal Cannaregio, situada em sua extremidade oeste, perto de onde se junta ao Grande Canal. Também está próxima à estação ferroviária Venezia Santa Lucia, não muito longe da Ponte Rialto. A estrutura de pedra e tijolo tem decoração ornamentada, incluindo gárgulas, em seu arco. 

Também é conhecida como a “Ponte dos Pináculos” devido a suas torres de metal. Aliás, é a única ponte em Veneza com esse detalhe arquitetônico.

Ponte Calatrava ou Ponte da Constituição

Ponte Calatrava ou Ponte da Constituição (Veneza)

Concluída em 2008, a Ponte Calatrava foi projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. A última das quatro pontes que atravessam o Grande Canal, aliás, gerou controvérsia, uma vez que a arquitetura moderna destoa da paisagem. Além disso, custou aproximadamente 10 milhões de euros e, aparentemente, não tem lá grande necessidade. 

Tanto que foi inaugurada sem muito alarde. Porém, justiça seja feita, a ponte cujo nome oficial é Ponte della Constituzione, ou Ponte da Constituição, liga a Estação Ferroviária Santa Lucia à Piazzale Roma, terminal de ônibus e estacionamento.

Ponte Scalzi

Ponte Scalzi (Veneza)

A Ponte Scalzi é uma das quatro pontes que cruzam o Grande Canal e foi construída em 1934. Seu nome é uma menção à Chiesa degli Scalzi, ou Chiesa di Santa Maria di Nazareth, também conhecida como a “igreja dos monges descalços”. A elegante estrutura de pedra liga também os bairros de Santa Croce e Cannaregio.

Caso a pessoa chegue a Veneza de trem até a Estação Santa Lucia, a Ponte Scalzi será uma das primeiras pontes que serão cruzadas após o desembarque.

Ponte da Academia

Ponte da Academia (Veneza)

A Ponte da Academia ou Ponte dell Accademia tem esse nome porque atravessa o Grande Canal na Galleria dell Accademia, a Academia de Belas Artes, um dos principais museus de Veneza. A estrutura foi erguida três vezes – a primeira vez, em meados do século XIX, depois na década de 1930 e, por fim, em 1985. 

A primeira foi estruturada em 1854 e era uma ponte de ferro. A segunda a substituiu em 1933, mas anos depois, foi considerada perigosa. Então, uma nova ponte foi estruturada em 1985, por Eugênio Miozzi, feita de madeira.  

Ponte dos Três Arcos

Ponte dos Três Arcos (Veneza)

A Ponte dos Três Arcos ou Ponte dei Tre Archi é uma das mais bonitas e famosas pontes de Veneza. A única com os arcos aos quais o nome remete, tem detalhes muito especiais quando vistos de pertinho. O projeto da estrutura original data de 1503, porém, a ponte foi reestruturada em 1688.

Ponte delle Tette

Ponte delle Tette (Veneza)

A Ponte delle Tette ou Ponte das Tetas foi construída no século XVI,  na freguesia de San Cassiano. O nome vem porque, na época, era usada por prostitutas que mostravam os seios na ponte para atrair os clientes.  

Ponte Chiodo

Ponte Chiodo  (Veneza)

A Ponte Chiodo é uma das pontes mais antigas e famosas de Veneza. Sua principal característica é a falta de parapeito, peculiaridade que é comum a todas as primeiras pontes venezianas. “Chiodo” significa prego, sobrenome da família nobre à qual pertencia a ponte no passado.

A única outra ponte com essa característica está localizada na ilha de Torcello, onde é possível admirar a muito mais famosa Ponte del Diavolo (ponte do diabo), gêmea da veneziana Ponte Chiodo.

Legal conhecer mais sobre as 11 pontes mais famosas de Veneza, não é mesmo? Mais do que simplesmente usá-las de cenário para suas fotos, é imprescindível saber sua história! E, ainda falando de Itália, confira o que fazer de graça em Milão, uma das cidades mais caras e elegantes do país. 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->