Os Dez Melhores Destinos Para Lua de Mel no Brasil – Parte 1/2

Entre praias, montanha e natureza, lugares paradisíacos que atendem a todos os bolsos e perfis para quem procura uma viagem que sela o momento tão especial.

0

Vai casar? A lista do que fazer mede metros, não é verdade? Festa, cerimônia, vestido, traje, padrinhos, madrinhas, decoração, convidados…ufa! Mas, tem um detalhe nesse processo todo que deixa qualquer noivo ou noiva sonhando alto: a viagem de lua de mel! 

As opções (e preços) são tantas que o casal pode acabar se perdendo! Para te ajudar, trouxemos os dez melhores destinos para lua de mel no Brasil! Assim, você e seu par vão selar esse momento tão especial num país cheio de cenários paradisíacos!

A lista é extensa e fizemos um apanhado geral de cada um dos destinos selecionados. Por isso, dividimos essa seleção em duas partes.

Então, veja abaixo os primeiros cinco selecionados dos dez melhores destinos para lua de mel no Brasil! Você pode conferir a segunda parte da nossa lista aqui: Os Dez Melhores Destinos Para Lua de Mel no Brasil – Parte 2/2

1 Fernando de Noronha (Pernambuco)

Fernando de Noronha (Pernambuco)
Arquipélago de Fernando de Noronha

É difícil deixar o arquipélago mais famoso do Brasil de fora dessa lista, não é mesmo? Localizada na costa de Pernambuco, Fernando de Noronha tem a tranquilidade ideal para dar o ar de romantismo e inspiração que toda viagem de lua de mel precisa!

São 21 ilhas à disposição dos pombinhos para mergulhar, nadar, fazer trilhas ou, simplesmente, curtir um pôr do sol de tirar o fôlego! Para conhecer as espécies de tartarugas, golfinhos e peixes, o casal pode escolher entre pousadas, bangalôs ou residências familiares. 

O que fazer em Fernando de Noronha: Mergulho com os Peixes
A vida marinha em Fernando de Noronha convida o turista a um mergulho para apreciar suas belezas

O que fazer em Fernando de Noronha?

O visual em Fernando de Noronha é exatamente igual ao mostrado nas fotos! As principais atrações do arquipélago são as praias, como as Praias do Cachorro (Vila dos Remédios), da Conceição, do Meio e do Sancho, além das Baías dos Porcos, do Sueste e dos Golfinhos. 

O que fazer em Fernando de Noronha: Praia dos Cachorros
Praia dos Cachorros, em Noronha

Voltando à Vila dos Remédios, é o centrinho de Fernando de Noronha, onde estão restaurantes, lojas, lanchonetes, empresas de turismo, vida noturna e uma igrejinha secular. Do Forte Forte de Nossa Senhora dos Remédios de Fernando de Noronha, tem-se um belo pôr do sol. 

O que fazer em Fernando de Noronha: Pôr-do-sol visto do Forte de Nossa Senhora dos Remédios
Belo pôr-do-sol visto do Forte de Nossa Senhora dos Remédios

Onde ficar em Fernando de Noronha?

A Pousada da Maga e a Miragem são estabelecimentos pequenos, com ar condicionado e bom atendimento. As Pousadas Mar Aberto e da Germana são boas alternativas de nível intermediário. Para quem procura luxo, a Pousada Morena disponibiliza visual e piscinas incríveis, enquanto a Solar dos Ventos tem vista para a Praia do Sueste. 

Como chegar a Fernando de Noronha?

O melhor jeito de chegar à Noronha é de avião, mas sabendo que as linhas são limitadas. As companhias Gol e Azul têm voos para a ilha partindo de Natal e Recife. É importante saber da taxa de preservação ambiental cobrada conforme o número de dias – R$ 70,66 por dia, por pessoa (sujeito a alterações). 

Quando ir para Fernando de Noronha?

A ida a Fernando de Noronha depende do perfil do viajante. Janeiro é ideal para surfistas, enquanto agosto e setembro têm mar mais tranquilo. Entre fevereiro e julho, costuma chover mas, ainda assim, são chuvas passageiras e sol sempre brilha. Os preços são mais altos nas férias, feriados e segunda quinzena de dezembro, períodos de alta temporada. 

2 Gramado e Canela (Rio Grande do Sul)

Gramado e Canela (Rio Grande do Sul)
Gramado, no Rio Grande do Sul

Essa dobradinha em plena Serra Gaúcha é velha conhecida pelos casais em busca de um destino para a lua de mel! A estrelada Gramado parece ter saído de um conto de fadas, com sua arquitetura européia, ruas extremamente limpas, jardins bem cuidados e gastronomia divina!

A vizinha, Canela, é mais econômica e igualmente bela, com sua catedral de pedra, cervejarias artesanais e lojas de souvenires. Se o casamento for no outono ou inverno, o romantismo está garantido!

 

O que fazer em Gramado e Canela?

As duas cidades têm forte influência germânica, além de dividir o clima intimista ideal para lua de mel. São várias atrações finalizadas com jantares típicos, rodízios de fondue e vinhos produzidos na região. 

Em Gramado, Mini Mundo, Lago Negro, Rua Coberta, Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, Snowland, Gramado Zoo, Dreamland Museu de Cera e Harley Moto Show são apenas algumas das atrações. 

 

Em Canela, o Parque Estadual do Caracol, o Parque da Ferradura, Alpen Park, Terra Mágica Florybal e Catedral de Pedra são imperdíveis. 

E por que não começar o dia com um delicioso café da manhã colonial, daqueles de colocar qualquer um de regime no retorno? O mais legal é que Gramado e Canela estão distantes apenas dez quilômetros uma da outra, além de serem próximas a belas cidades, como Nova Petrópolis, Bento Gonçalves e Caxias do Sul. Isso sem falar nas vinícolas da região, como Tonet e Aurora.  

Café Colonial da região da Serra Gaúcha
Café Colonial da região da Serra Gaúcha

Onde ficar em Gramado e Canela?

As opções de hospedagem são variadas nas duas cidades. Canela acaba sendo mais econômica que a vizinha e disponibiliza excelentes meios de hospedagem. Entre eles, a Pousada Perfume de Canela, Pousada dos Anjos, Habitare Hotel e Pousada La Finestra

Em Gramado, aposte nos hotéis da Rede Laghetto, ou nos tradicionais hotéis Alpestre, Serrazul, Águas Claras, Recanto da Serra, Casa da Montanha, Ritta Hoppner, Wish, Estalagem St Hubertus e Varanda das Bromélias

Como chegar a Gramado e Canela?

Para quem vem de outras partes do Brasil, o ideal é combinar avião até Porto Alegre e locação de carro até a Serra Gaúcha. Gol, Latam e Azul oferecem voos até a capital gaúcha, distante 115km de Gramado. 

Também é possível chegar até Caxias do Sul, aeroporto até mais próximo de Gramado, no entanto, as opções de voo são maiores na capital. Do aeroporto, é possível locar um veículo ou pegar um traslado. Na primeira opção, os caminhos a seguir dependem do ponto de partida. 

Se sair de Porto Alegre, seguir pela BR-101, BR-290 com BR-116. A partir de Caxias do Sul, usar a RS-235. Ou, ainda, ônibus a partir das duas cidades até a Rodoviária Municipal de Gramado, no centro da cidade. 

Quando ir para Gramado e Canela?

Obviamente, as duas cidades compõem a dupla dos destinos de inverno, quando as temperaturas batem pontos negativos. No entanto, a região tem atrações o ano todo.

Entre novembro e janeiro, os casais conferem a beleza das hortênsias, flores que enfeitam canteiros e rodovias, além de curtir as belezas do Natal Luz. Em agosto, cinéfilos podem conferir o Festival de Cinema de Gramado, enquanto o mês de abril enche os olhos dos amantes de chocolate com as comemorações de Páscoa. 

3 Búzios (Rio de Janeiro)

Búzios (Rio de Janeiro)
Búzios, no estado do Rio de Janeiro

Clima de província misturado à elegância e sofisticação de hotéis, pousadas e restaurantes estrelados. Essa é Búzios, o destino eternizado por Brigitte Bardot que gastou solas e solas de sandálias nas ruas de pedra do balneário fluminense. 

Conhecida como “Saint Tropez Brasileira”, Búzios consegue manter o clima rústico de uma vila de pescadores, apesar dos inúmeros comércios cosmopolitas que dividem espaço com os artistas de rua em pleno centrinho pulsante. E quanto às praias? São mais de vinte para todos os gostos! 

O que fazer em Búzios?

As praias são as estrelas de quem visita Búzios e as opções são muitas – mais de 20! Entre as mais conhecidas, as praias de Geribá, Azeda e Azedinha, João Fernandes, Ferradura, dos Amores, da Foca, Manguinhos, Rasa e da Armação. 

Também dá para fazer passeios de lancha e escuna, esportes aquáticos, voos de helicóptero e saltar de parapente. Passar um final de tarde pela Orla Bardot ou Porto da Barra, finalizando o dia na Rua das Pedras é a rota perfeita para o casal. 

Onde ficar em Búzios?

Entre as várias opções de pousada, Chez Pitu, Le Relais La Borie, Villa Rasa Marina, Enseada Azul Boutique, Insolito Boutique Hotel & Spa, Byblos Pousada, Che Lagarto Búzios, Mar de Búzios e Villa Balthazar.  

Como chegar a Búzios?

A cidade está localizada a 170 km do Rio de Janeiro. O caminho mais comum é chegar até a capital pelos aeroportos de Santos Dumont e Galeão, pelas principais companhias aéreas. Dali, pegar um ônibus ou seguir o trajeto de carro via BR 101 e depois Via Lagos (RJ-124). 

Os ônibus, operados pela Auto Viação 1001, partem da Rodoviária Novo Rio, onde consegue-se chegar por ônibus saindo dos aeroportos. 

Quando ir para Búzios?

A cidade é charmosa o ano todo, mas costuma lotar nos finais de semana e feriados prolongados. Os meses mais quentes são de janeiro a março, também os mais chuvosos. A baixa temporada vai de abril a novembro, sendo até maio o período propício para quem quer pegar valores mais em conta. 

4 Bonito (Mato Grosso do Sul)

Bonito (Mato Grosso do Sul)
Bonito, no Mato Grosso do Sul

É adepto ao ecoturismo? Adora se aventurar em trilhas, mergulhos, rapel em paredões rochosos e escaladas? Então, seu destino é Bonito, no interior do Mato Grosso do Sul

Localizado a três horas da capital, Campo Grande, o município guarda paisagens dignas de cartão postal, incluindo cavernas, grutas, nascentes e cachoeiras. A cidade é famosa pelas práticas do turismo sustentável, tanto que sua vida subaquática é considerada como uma das melhores do mundo!  

O que fazer em Bonito?

As atrações em Bonito são basicamente ecológicas, destacando as Grutas do Lago Azul e de São Miguel, Aquário Natural, Parque das Cachoeiras, Buraco das Araras, Balneário Municipal, Lagoa Misteriosa, além dos rios Sucuri e da Prata. 

Onde ficar em Bonito?

A melhor área para ficar é o centrinho, nos arredores da Av. Pilad Rebuá, também conhecida como Rua Principal. Entre as principais opções, estão Vila Sinhá, Pousada Surucuá, Pousada Gira Sol, Pousada Moinho de Vento, Pousada Olho d’Água, Bonito Ecotel e Pousada Boyrá, além de opções econômicas, como Papaya Hostel e Che Lagarto Hostel Bonito

Como chegar a Bonito?

Bonito está a pouco mais de 300km de Campo Grande e, embora tenha aeroporto próprio, esta não é a melhor opção devido aos poucos e caros voos. A melhor alternativa é chegar de aéreo na capital e, de lá, seguir de carro, ônibus ou van. Os 300km entre Campo Grande e Bonito são percorridos através da BR-060/419 ou da BR-262/419. Vans compartilhadas saem do aeroporto até Bonito, enquanto os ônibus levam até cinco horas até o destino final. 

Quando ir para Bonito?

As duas principais características do clima são as estações bem definidas de chuva e seca. A primeira, entre  dezembro e março, com calor intenso, cachoeiras cheias e mata verde. Não é período indicado para quem busca mergulho por ser época de piracema e os peixes são mais raros. Alguns passeios também podem ser desmarcados devido à chuva. A estação seca, entre os meses de maio e agosto, tem rios cristalinos e cheios de peixes, mas podem ocorrer queimadas. 

5 Porto de Galinhas (Pernambuco)

Porto de Galinhas (Pernambuco)
Porto de Galinhas, em Pernambuco

Pense numa vilinha simpática com algumas das melhores praias do Brasil, aquelas cheias de piscinas naturais e areia branquinha? Pensou em Porto de Galinhas, no litoral Pernambucano? Então, pensou certo! Piscinas naturais, passeios de buggy e a curta distância de Recife, Olinda, Maceió e Maragogi tornam o destino ideal para viagem a dois. 

O que fazer em Porto de Galinhas?

Não deixe de caminhar pela Vila de Porto de Galinhas a pé, fazer passeios de jangada até as piscinas naturais ou de buggy pelo litoral e mergulhar. 

A Praia de Carneiros está localizadas no município de Tamandaré, a uma hora de Porto de Galinhas. Piscinas naturais de água morna, mar calmo, areia branca e uma igreja construída no século XVIII formam um cenário belíssimo. Você pode conferir todas as dicas sobre a Praia de Carneiros clicando aqui.

Onde ficar em Porto de Galinhas?

Opções para todos os bolsos não vão faltar em Porto de Galinhas, tanto mais próximas à vila, quanto espalhadas pela costa. Entre as opções, pousadas como Jangada, Canto do Porto, Maracabana, Ecoporto, Flor de Maraca, Tabapitanga, Pérola do Porto e Tabajuba

Quem prefere os resortões, temos o Nannai Resort & Spa, Enotel AcquaClub, Beach Class Resort Muro Alto e Summerville Beach Resort

Quem prefere ficar nos hotéis intermediários, Kembali Hotel, Vivá Porto de Galinhas, Solar Porto de Galinhas, Armação Porto de Galinhas, Village Porto de Galinhas e Marulhos

Como chegar a Porto de Galinhas?

Porto de Galinhas está a cerca de 60km do Recife e do Aeroporto de Guararapes, onde chegam voos das principais capitais brasileiras. De lá, dá para locar um carro e seguir pela BR-101, PE-060, PE-038 e BR-009 até Porto de Galinhas. Do aeroporto, saem ônibus para a vila, bem como da rodoviária pela Viação Cruzeiro. Também é possível contratar um transfer ou seguir de táxi. 

Quando ir para Porto de Galinhas?

Evite a alta temporada, especialmente no verão, quando os preços são mais altos. Entre abril e agosto, as chuvas são mais frequentes, logo, o ideal é embarcar em março, setembro, outubro e novembro

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.