12 Festas populares de Sergipe, estado de beleza e resistência

As festas sergipanas representam séculos de história e resistência de um povo alegre e hospitaleiro.

- Tempo de leitura: 6 minutos -

Impossível falar em cultura sem falar na região Nordeste! Com tantos estados, a riqueza é imensa, com todos os seus costumes e tradições. No Sergipe, as manifestações culturais também contam muito de sua história e representam a identidade do seu povo. Celebrando a resistência deste estado incrível, conheça as mais incríveis festas populares de Sergipe

Embora seja o menor estado do país, Sergipe é dono de comemorações que rememoram sua memória e história de resistências. Terra de gente guerreira e sorridente, celebra com força e beleza todas as suas tradições. Seja nas ruas, à beira do rio Sergipe ou no sertão, suas festas são a mais pura representação do folclore local. 

Confira, a seguir, uma lista com as mais tradicionais festas populares de Sergipe! São festejos que mesclam história, religião, antigo e moderno. Com tanta alegria, é impossível não se apaixonar por essa terra querida! 

Festas populares de Sergipe

1 Festa dos Caretas

Festa dos Caretas
Pessoas com máscaras acompanhadas de uma banda de pífanos na Festa do Careta

Uma semana antes do Carnaval, a cidade de Ribeirópolis tem suas ruas tomadas por centenas de máscaras aparentemente assustadoras, mas que, na verdade, são a mais pura alegria! É a Festa dos Caretas, evento no qual, logo ao amanhecer, os participantes saem em cortejo pelas ruas, sempre acompanhados pela banda de pífano. 

Alegrando todo mundo, os mascarados levam tinta para colorir e divertir ainda mais a festa. Impossível não se alegrar! Hoje, a festa é patrimônio cultural e imaterial de Sergipe.

2 Chegança

Chegança
Chegança

Festa popular de origem portuguesa, compõe o ciclo natalino. Assim como nas Cavalhadas, grupos representando mouros e cristãos relatam acontecimentos marítimos em uma apresentação. Esta termina com a vitória sobre os mouros que, derrotados, são batizados pelos cristãos na frente de uma igreja. 

3 Festa de Bom Jesus dos Navegantes

Festa de Bom Jesus dos Navegantes
Festa de Bom Jesus dos Navegantes, em Aracaju

Várias cidades do estado participam da Festa de Bom Jesus dos Navegantes, uma procissão fluvial que acontece no mês de janeiro. Na capital, Aracaju, a festa é realizada no primeiro dia do ano. Já em Neópolis e Propriá, no primeiro e último domingo do mês, respectivamente. As procissões percorrem os estuários dos rios pedindo graças e proteção. 

4 Rasgadinho

Rasgadinho
Carnaval do Bloco Rasgadinho

O Carnaval do Bloco Rasgadinho é um dos mais tradicionais de Sergipe. Acontece no bairro Cirurgia e reúne artistas locais e nacionais. Festa tranquila, tem atrações para todas as tribos.

5 Lambe Sujo x Caboclinhos

Lambe Sujo x Caboclinhos
Lambe Sujo x Caboclinhos

A festa do Lambe Sujo x Caboclinhos é uma das mais tradicionais de Sergipe e acontece, todo ano, no segundo domingo de outubro, na cidade de Laranjeiras

A homenagem aos negros escravizados vem sob a forma de um espetáculo de cores, história e sons. Os moradores da cidade se vestem de índios e negros, saindo em cortejo pelas ruas. 

Tudo começa bem cedo, quando a taba dos índios e o quilombo são montados. A princesa indígena, então, é roubada pelos negros, dando início a estratégias de lutas por sua libertação. A trama é enriquecida pelos cantos e danças dos personagens desenvolvidos para protagonizar a história. 

Para pintar os lambe sujos, é usada uma mistura de mel de cabaú com pó xadrez preto. Guiados pelo príncipe e rei do quilombo, eles usam bermuda e gorro de flanela vermelha. Os índios, por sua vez, têm a pele pintada de vermelho e portam cocares na cabeça. Eles representam os povos originários contratados para recapturar os escravos fugitivos. 

6 Folia de Reis

Folia de Reis
Folia de Reis

Encerrando as festas natalinas, a Folia de Reis é realizada no dia 6 de janeiro, representando o dia em que os três reis magos visitaram Jesus na manjedoura. Trazida pelos portugueses, consiste nos grupos de foliões que saem, de casa em casa, para anunciar a chegada do messias. 

Tradicionalmente, na Folia de Reis saem os reisados, danças que comemoram o nascimento de Jesus e homenageiam os reis. O uso dos trajes de cores fortes e chapéus enfeitados são marcas registradas. Também temos a taieira, dança na qual os participantes entoam cantigas a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, padroeiros negros.  

7 Festa de São João

Festa de São João
Barco de Fogo de Estância/SE

Claro que, em Sergipe, haveria de ter uma Festa de São João arretada! A abertura dos festejos juninos em Areia Branca, por exemplo, reúne grandes nomes do forró no dia 31 de maio. Virou tradição para qualquer forrozeiro que se preze! Além daquela alegria toda, uma das maiores tradições juninas do estado vem da cidade de Estância. 

Trata-se do barco de fogo, artefato criado pelo fogueteiro Antônio Francisco da Silva Cardoso que desliza sob um arame preso em dois mastros. O artefato virou patrimônio imaterial de Sergipe. 

8 Forró Caju

Forró Caju
Forró Caju

Um dos maiores eventos juninos do Nordeste, o Forró Caju acontece na Praça dos Mercados e reúne os maiores nomes do forró local e nacional. Para se ter uma ideia da dimensão da festa, uma das últimas edições durou 12 dias e reuniu mais de 230 atrações. 

9 Forró Siri

Forró Siri
Forró Siri, em Nossa Senhora do Socorro/SE

Recorde de público pode conviver com tranquilidade? Sim, e o Forró Siri está aí para provar! Recheada de atrações de peso, a festa acontece em Nossa Senhora do Socorro e anima qualquer um! 

10 São Pedro de Capela

São Pedro de Capela
São Pedro de Capela

O São Pedro Capela é considerada uma das maiores festas em homenagem ao santo no Brasil. Além da programação religiosa e cultural, a festa conta com artistas famosos performando shows de forró e sertanejo. 

11 Encontro Cultural de Laranjeiras 

Encontro Cultural de Laranjeiras 
Evento Cultural de Laranjeiras

A cidade de Laranjeiras é considerada o berço da economia sergipana e, anualmente, no mês de janeiro, sedia o Encontro Cultural de Laranjeiras. Durante o evento, intelectuais de todo o país se encontram para discussões sobre cultura popular. Paralelamente, um simpósio baseia pesquisas, estudos e divulgações sobre o tema. 

É bom destacar que, no local, um museu a céu aberto expõe sobre o período da escravidão, complementando a preservação das tradições e história do estado. 

12 Feira de Sergipe

Feira de Sergipe
Feira de Sergipe

Realizada no mês de janeiro na orla de Atalaia, em Aracaju, reúne representantes dos municípios do estado para mostrar o que há de melhor. Produtos artesanais, comidas típicas e vasta programação cultural mostram o talento e forte tradição cultural do sergipano. 

Já esteve em Sergipe e conseguiu acompanhar algum desses festejos? Conta pra gente como foi! Aproveite e navegue pelo nosso site para descobrir mais belezas deste Brasil! 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.