Famosa ilusão de óptica mostra como seu cérebro funciona – Faça o teste!

A imagem que você vê pode mostrar o quão rápido o seu cérebro funciona!

- Tempo de leitura: 2 minutos -

O cérebro humano é uma incógnita infinita e a maneira que você percebe uma ilusão de óptica, pode mostrar o quão rápido ele funciona e qual é o lado mais dominante. O que, por sua vez, pode falar muito sobre a sua personalidade.

Desse modo, uma imagem antiga representando um coelho e um pato é um dos grandes exemplos que demonstram a rapidez com que o seu cérebro funciona. Além do nível de sua criatividade. Conheça um pouco mais do que está por trás de uma das ilusões de óptica mais famosas do mundo.

Então, que imagem você vê? Um coelho ou um pato?

Enquanto algumas pessoas verão um coelho nesse esboço, outras verão um pato. Mas, também terão pessoas que poderão ver ambos os animais.

Sendo assim, de acordo com algumas pesquisas, quanto mais rápido você consegue alternar entre a imagem de um coelho e a de um pato, mais acelerado o seu cérebro funciona. Além disso, aqueles que conseguem isso em rápida velocidade também podem ser mais criativos.

Por outro lado, grande parte das pessoas pode ver um pato, mas não conseguem ver um coelho. Já aqueles que conseguem ver os dois animais, tendem a ter um senso crítico maior que a maioria.

LEIA MAIS:

Conheça mais detalhes sobre essa ilusão de óptica

A ilusão de óptica coelho-pato é utilizada desde outubro de 1892, ano em que foi publicada com a legenda “Quais animais são mais parecidos entre si?”, em uma edição da Fliegende Blätter – revista alemã.

Desde então, ela também foi utilizada pelo psicólogo americano, Joseph Jastrow, no ano de 1899. Pois, ele acreditava que o processamento do cérebro para imagens era algo central para a interpretação do mundo.

Assim, ele utilizou essa ilusão de óptica para mostrar que o que as pessoas visualizam, muitas vezes estão relacionadas com o seu estado emocional e o entorno.

Dessa forma, o estudo de Jastrow se baseou na rapidez com que o segundo animal pode ser visto na imagem e na habilidade que os participantes tiveram para alternar a visualização entre o pato e o coelho.

Além disso, como resultado, o psicólogo também observou que as pessoas tendem a ter uma visão diferente a depender da época do ano. Isso porque, muitos indivíduos ficam mais propensos a ver um coelho durante a Páscoa, já o pato é mais visto em outubro.

Gostou deste artigo? Confira vários outros semelhantes aqui no Rotas de Viagem!

Você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->