16 doces típicos indianos tão lindos quanto o país!

As sobremesas típicas indianas são ricas em cores e sabores, como os demais pratos da culinária do país.

- Tempo de leitura: 6 minutos -

A culinária indiana é conhecida pela riqueza de aromas e sabores. Cheia de especiarias aromáticas, a cozinha do país conquista o paladar, tanto nos pratos quanto nas sobremesas. Falando nisso, é impossível não se encantar pelos doces típicos indianos. Presentes nas refeições cotidianas, brilham também nos coloridos festivais. Veja quais são as principais sobremesas tradicionais indianas!

Cobertas com pistache ou embebidas em xarope de rosa, as sobremesas típicas indianas são parte importante da cultura do país. Muitas delas, como o laddu, originaram-se na Índia antiga, enquanto outras foram introduzidas no país pelos governantes mongóis oriundos da Pérsia. Seja qual for a origem, a lista é infindável, assim como são os sabores.

Doces típicos indianos

1 Laddu

Laddu
Laddu (Bijay chaurasia, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O laddu é o doce mais popular na Índia, com suas mais diversas versões, sendo o motichoor laddu a mais popular. 

Acredita-se que a sobremesa foi inventada por um antigo médico indiano, Susutra, que usava laddus de gergelim como anti-séptico para tratar seus pacientes cirúrgicos. Os laddus também são as ofertas doces mais comuns aos deuses. São feitos de ghee (manteiga indiana) e besan (farinha de grão de bico) torrados no fogo.

2 Kheer

Kheer
Kheer (Shivangisj, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Entre os diferentes tipos de pudins à base de leite, o kheer é um dos mais amados. O doce é feito a partir da fervura do arroz com leite e açúcar para, depois, ser decorado com açafrão, cardamomo, frutas secas e nozes. 

No sul da Índia, o arroz é substituído por aletria e o prato é chamado de seviyan. Além do kheer, phirni e payasam são variantes diferentes de pudins de leite indiano.

3 Gulab Jamun

Gulab Jamun
Gulab Jamun

Gulab jamun é um dos doces que vieram da antiga Pérsia quando governantes muçulmanos começaram a chegar à Índia, estabelecendo suas dinastias. É feito de khoya, um leite em pó em forma de bola. Os khoyas são fritos e mergulhados em uma calda açucarada, geralmente aromatizada com açafrão e água de rosas.

4 Gajar ka halwa

Gajar ka halwa
Gajar ka halwa

Gajar ka halwa é uma sobremesa feita de cenoura ralada cozida em leite e cardamomo. A mistura é frita em ghee e açúcar. Por fim, o prato é guarnecido com frutos secos. 

A sobremesa tornou-se popular durante o período Mughal e hoje é servida nos festivais hindus e muçulmanos na Índia, incluindo Diwali e Eid al-Fitr.

5 Sandesh

Sandesh
Sandesh (Biswarup Ganguly, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons)

O sandesh é uma das guloseimas mais populares e simples de Bengala Ocidental. Tradicionalmente feito de chenna, um resíduo do leite coalhado, foi inspirado nos pratos à base de queijo que os primeiros comerciantes europeus trouxeram para Calcutá. 

Basicamente, o sandesh é feito com chenna, suco de limão e açúcar. Há quem adicione pistache para dar mais cor e sabor. 

6 Rasgulla

Rasgulla
Rasgulla (Mdsmds0, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

A rasgulla é bolinho esférico de chenna, cozido em uma calda doce até que o suco se infiltre na massa. O doce é tão popular que dois estados indianos, Bengala Ocidental e Odisha, brigam pela “patente” há anos. O segredo para aperfeiçoar a rasgulla é jogar cubos de gelo na panela antes de coar a massa. Isso ajuda a obter a textura perfeita. 

7 Kaju barfi

Kaju barfi
Kaju barfi (najeeb shaik, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Kaju barfi é uma sobremesa indiana à base de caju. Tem o formato de um diamante e é um dos doces mais caros do país. Portanto, é considerado um presente valioso nos festivais e ocasiões especiais.

8 Kulfi

Kulfi
Kulfi

Kulfi é a versão indiana do sorvete e também foi emprestado da culinária persa. Tornou-se popular quando os mongóis se estabeleceram na Índia, tanto que a sobremesa é mencionada na literatura deste período. 

A sobremesa é feita com especiarias e nozes, com algumas variações adicionando manga e morango. O sabor do kulfi pode ser realçado com pistache e açafrão.

9 Jalebi

Jalebi
Jalebi

Jalebi é outro doce muito querido entre os indianos. A sobremesa tem forma de arco feito com farinha de fritura e posteriormente embebida em calda açucarada. Diferentes versões são encontradas no Irã e na Turquia. 

A receita da humilde sobremesa é encontrada em muitos antigos livros de receitas indianos, que datam do século XV. O Jalebi fica mais saboroso quando servido quente, principalmente no café da manhã, acompanhado de leite.

10 Ghevar

Ghevar
Ghevar

Ghevar é uma iguaria filigranada originada no estado de Rajasthan. O doce é normalmente distribuído durante o festival Teej, uma cerimônia de dois dias celebrada por mulheres casadas. Nela, a Deusa Parvati, consorte do Senhor Shiva, é invocada para a felicidade conjugal.

11 Ras malai

Ras malai
Ras malai (Shaharbano, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Ras malai é outro famoso prato doce bengali. Ras significa suco e malai significa creme. Assim, esta sobremesa consiste basicamente de uma massa cremosa feita de queijo cottage indiano embebida no leite condensado espesso. 

Um conhecido confeiteiro bengali, Krishna Chandra Das, de Calcutá, costuma ser creditado pela invenção do prato, mas não há registros formais que comprovem essa afirmação.

12 Malpua

Malpua
Malpua (Planetvyom, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Malpua é uma sobremesa parecida com a panqueca que é encontrada principalmente no estado de Odisha. A massa é feita de farinha e semolina, mas pode variar de região para região. É comum o uso de cardamomo para realçar o sabor do prato. Depois de frito, o malpua é mergulhado em um xarope doce e coberto com um tipo de leite condensado chamado rabri.

13 Mysore pak

Mysore pak
Mysore pak (Charles Haynes, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

O Mysore pak é muito popular no sul da Índia. Acredita-se que o doce tenha se originado no Palácio de Mysore durante o reinado de Maharaja Krishnaraja Wadiyar IV, no século XIX. 

A sobremesa é feita de farinha, açúcar e uma grande quantidade de ghee. O mysore pak pode ser feito de duas maneiras. A primeira (e mais popular) é a versão esfarelada com uma textura mais rígida. A outra resulta em um doce mais macio e cremoso. 

14 Peda

Peda
Peda (Prashant Sahu, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

O mais famoso dos pedas indianos é encontrado na cidade sagrada de Mathura, em Uttar Pradesh. Não é de surpreender, porque dizem que o doce é nativo do lugar. Como laddu, é uma oferta doce popular feita aos deuses. 

Leite e açúcar são os dois ingredientes principais desta sobremesa, acrescidos de açafrão e cardamomo. O doce é muito popular em festivais hindus, como Diwali, Holi e Rakshabandhan, 

15 Soan papdi

Soan papdi
Soan papdi (Abigail Batchelder, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

Soan papdi é um doce de textura única que derrete na boca como algodão doce. A receita é original da região norte da Índia, mas hoje pode ser encontrada nas lojas de doces em todo o país. Tradicionalmente, era vendido solto em cones de papel, porém é comumente cortado em quadrados.

16 Modak

Modak
Modak (imutkarshpatil, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons)

Preenchido com açúcar mascavo, cardamomo e sementes de papoula, o modak é um bolinho pequeno e doce normalmente servido no Ganesh Chaturthi. É normalmente moldado com um molde especial. 

Então, o que achou dos doces típicos indianos? Aproveite sua viagem gastronômica e conheça guloseimas de outras partes do mundo navegando pelo nosso site!

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.