8 animadas e coloridas danças populares de Pernambuco

Os ritmos pernambucanos reúnem as influências dos vários povos que colonizaram o estado

- Tempo de leitura: 4 minutos -

A cultura pernambucana é uma das mais ricas do país, carregando influências indígenas, africanas, lusitanas, holandesa e judaica. Ativa, viva e diversificada, tem nas danças populares de Pernambuco parte importante de sua identidade. As representações são diversas, especialmente quando consideramos a riqueza deste estado lindo por natureza. 

Um dos pilares da cultura brasileira, Pernambuco foi o primeiro núcleo econômico do país, por isso, uma área antiga de povoamento. A consequência está na formação populacional, com elementos de diferentes matrizes. Esse caldeirão rico e diverso está muito bem representado nas animadas e coloridas danças pernambucanas. 

Ainda que sejam muitas, as mais conhecidas são o frevo, maracatu, caboclinho, coco de roda, ciranda, cavalo marinho e xaxado. Sem falar nas representações originadas a partir da dança africana, com forte influência nos ritmos brasileiros.

8 das principais danças populares de Pernambuco 

Desde o período colonial, várias danças e gêneros musicais surgiram no estado de Pernambuco. 

Frevo

Danças Populares de Pernambuco: Frevo
Frevo (rededoesporte (Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.), CC BY 3.0, via Wikimedia Commons)

O frevo é, sem dúvida, um dos principais tipos de música e dança do estado, além de símbolo do Carnaval do Circuito Recife-Olinda. Caracterizado pelo ritmo acelerado e passos que remetem à capoeira, traz dançarinos trajando roupas coloridas e a famosa sombrinha. 

O frevo influenciou grandes nomes da música brasileira e nordestina, como: 

  • Alceu Valença
  • Elba Ramalho
  • Geraldo Azevedo
  • Moraes Moreira
  • Zé Ramalho
  • Armandinho
  • Pepeu Gomes
  • Antônio Nóbrega
  • Hermeto Pascoal

Existem três tipos de frevo, sendo eles: 

  1. frevo de rua: tocado pela orquestra com predominância dos instrumentos de sopro, sem voz.
  2. frevo-canção: similar ao de rua, tem a diferença de adicionar voz às músicas.
  3. frevo de bloco: executado pela orquestra de pau e cordas, violões, cavaquinhos, bandolins, banjos, instrumentos de sopro e percussão.

Coco 

Danças Populares de Pernambuco: Roda de coco
Roda de coco (Anizio (Olinda) da Silva, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons)

O coco, de origens africana e indígena, é um tipo de dança de roda. Grupos, como as Netas de Selma do Coco, Coco do Mestre Zezinho e Coco do Pneu, cantam acompanhados pelos instrumentos característicos: ganzá, surdo, pandeiro, triângulo e tamancos. 

Maracatu Nação

Danças Populares de Pernambuco: Maracatu Nação
Maracatu Nação (Prefeitura de Olinda, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

O Maracatu Nação é uma manifestação de origem afro-brasileira, mais precisamente uma mistura das culturas africana, indígena e europeia, composta pela percussão que acompanha um cortejo. Nascido em meados do século XVIII, tem como precursora a tradição do Rei do Congo. 

Maracatu Rural

Danças Populares de Pernambuco: Maracatu Rural
Maracatu Rural (Delma Paz, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

Outra manifestação cultural de Pernambuco, o Maracatu Rural traz as conhecidas figuras dos caboclos de lança. Também conhecido como Maracatu de Baque Solto, se diferencia do Maracatu Nação pela forma de organização, personagens e ritmo. 

O grupo mais antigo de Maracatu Rural é o Cambinda Brasileira, fundado em 1898 no Engenho do Cumbe.

Mais do que uma brincadeira, o Maracatu Rural é uma herança secular, preservado por trabalhadores rurais que a celebram com as mesmas mãos que cortam cana, lavram a terra e carregam peso. A habilidade se mostra nos bordados das golas de caboclo, fantasias, enfeites e chapéus, dedicando-se à perpetuação da cultura. 

A orquestra do cortejo é formada por instrumentos de percussão e sopro, um ritual cheio de simbologias. 

Baião

Danças Populares de Pernambuco: Baião
Baião

Luiz Gonzaga é o pai do baião, ritmo que, ao lado do xote, xaxado e coco, compõe o brasileiríssimo forró. O legado de Luiz Gonzaga foi seguido por outros compositores nordestinos, como Dominguinhos. A dança denomina o gênero tocado em festas do interior e tem, como característica, o trecho musical executado por cantadores de viola. 

São instrumentos típicos do baião a sanfona, triângulo e zabumba.

Caboclinho

Danças Populares de Pernambuco: Caboclinhos
Caboclinhos (Jan Ribeiro/Pref.Olinda, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

Uma das danças mais tradicionais do Carnaval pernambucano, o caboclinho tem forte cunho religioso e inspiração em elementos culturais indígenas e africanos. A dança mistura coreografia e música, com grupos Caboclinhos Urubá, Caboclinhos Coités e Caboclinhos Tabaiares munidos do caraxá e da preaca, dois instrumentos exclusivos desta manifestação. 

Quadrilha

Danças Populares de Pernambuco: Quadrilha
Quadrilha (Agecom Bahia, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons)

Como falar em manifestações culturais nordestinas sem mencionar a quadrilha? Típica do ciclo junino, é uma dança coreografada em pares que formam duas alas. O primeiro par de cada ala representa o guia, que orienta os demais. O marcador, então, anuncia os passos que, em geral, totalizam 30. 

Tudo isso é embalado pelas músicas regionais, expressões divertidas e narrativas, além dos característicos trajes coloridos. 

Xaxado 

Danças Populares de Pernambuco: Xaxado
Xaxado

O xaxado nasceu no sertão pernambucano e tem, como uma de suas características, as letras agressivas e música simples. Os instrumentos que embalam os dançarinos dispostos em fila indiana são as zabumbas, pífanos, triângulos e sanfonas. 

Os dançadores, um atrás do outro, vão avançando o pé direito, fazendo de três a quatro movimentos laterais. Depois, puxam o pé esquerdo, num rápido e deslizado sapateado. 


Obviamente, as manifestações do estado vão muito além das 8 danças populares de Pernambuco que listamos aqui. Para conhecer mais sobre o estado, continue navegando pelo site e veja, por exemplo, 10 lugares para conhecer em Porto de Galinhas.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.